FILMES

“FÉRIAS” – UMA COMÉDIA DE FAMÍLIA ENTRE OS MAIS VISTO NA NETFLIX | CRÍTICA

19 maio, 2020 por

Férias frustradas

Certamente, o que transformou ‘Férias’ (ex-Férias Frustradas) em um grande sucesso no catálogo da Netflix é a forma como a comédia é guiada, com uma narrativa enérgica e desenvolvida plenamente em cima de situações cômicas durante uma viagem desastrosa de família.

A história um remake de um dos clássicos da Sessão da Tarde, de mesmo nome, lançado em 1983 e estrelado por Chevy Chase que, aliás, faz uma pontinha no final desse filme mostra a geração dos Griswolds de volta.

Férias Frustradas, uma produção da New Line Cinema, é estrelado por Ed Helms (filmes “Se Beber, Não Case”) e Christina Applegate (“O ncora”, “Tudo Por Um Furo”) e marca a estreia de Jonathan Goldstein e John Francis Daley na direção.

Além da fácil identificação do público, afinal, todos já vivemos viagens frustradas não é mesmo? A comédia, assim como ‘O Estagiário’, é mais uma obra de humor simples e leve para toda a família.

Mas você tem que assistir literalmente quando estiver de férias como no trailer. Pois, mesmo com uma roupagem mais moderna ‘Férias’ ainda é um misto de coisas sem sentido e que só servem para rir mesmo.

Uma coisa que decepciona é o fato do filme ignorar muita coisa das demais sequências do clássico (que foram muitas!) e mostrar uma nova geração, anos após os eventos do filme de 1983, já que o protagonista dessa vez é Rusty Griswold (Ed Helms), filho do personagem vivido por Chase no passado, que busca levar sua família para cruzar os Estados Unidos, inspirado nas aventuras de seu pai.

E como era de se esperar podemos perceber nessa jornada uma desventura, onde tudo que é planejado dá errado catastroficamente.

Seguindo a mesma estrutura do original, o longa é um road movie de comédia que entrega, uma atrás da outra, situações absurdas e hilárias, desde um GPS em coreano que se mostra raivoso, até uma corrida de quadriciclo que acaba colocando fim na vida de uma vaca inocente.

Mesclando bons momentos com outros nem tanto, a trama te faz rir durante toda sua exibição e possui algumas cenas hilárias em momentos isolado. Barry Sonnenfeld faz um filme inferior em relação à sua capacidade, mas ainda sim o resultado é satisfatório. É um ótimo passatempo para a quarentena.

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário