Em “Eu estou pensando em acabar com tudo” Jake está indo visitar seus pais e está levando sua nova namorada para conhecê-los. O problema, é que ela está pensando em acabar com tudo. Ela ainda não sabe o porquê de estar indo com Jake, já que quer acabar com tudo, mas acabou indo. É nessa viagem que conhecemos um pouco mais do que está acontecendo com o casal, pelos olhos da namorada. Esse é o enredo de “Eu estou pensando em acabar com tudo” escrito por Iain Reid e lançado pelo selo Fábrica 231, da editora Rocco, em 2017.

Antes de mais nada, esse é um livro que me tirou totalmente da zona de conforto. Sou a pessoa que lê romance e fantasia, nada de teor psicológico. Já vou deixar o aviso, para quem não gosta de livros com a temática de suicídio, esse não é um livro para você ler. Entendo perfeitamente que tem histórias que algumas pessoas realmente não conseguem ler e temos que entender nossos limites.

Preciso dizer que o enredo me fez pensar em várias coisas. Primeiro, quando vi o título, pensei que se trataria de suicídio, mas quando comecei a ler pensei que poderia estar enganada, afinal, ela apenas quer terminar o relacionamento. Durante a viagem, que parece que foi interminável, ficamos sabendo como os dois se conheceram e como é o relacionamento deles.

É importante dizer, que apesar de Jake e a namorada conversarem, nós temos muitos dos pensamentos dela. Porque nessa viagem ela vai lembrando de vários acontecimento e pensando em muitas coisas. Então, conseguimos ter muito da essência dela, para mim, isso fez com que eu sentisse empatia pela personagem e me aproximasse mais dela.

Estou pensando em acabar com tudo

Ao decorrer do livro, também descobrimos que ela recebeu uma ligação, um pedido de ajuda, e vem recebendo sempre essa ligação. Mas, ela não contou isso a Jake, e o não ter contado, vem fazendo ela remoer e repensar mais sobre o relacionamento. A todo momento, algo não parece estar correto, não apenas o relacionamento dos dois, mas com ela, Jake, a ligação e essa viagem.

“Eu estou pensando em acabar com tudo.
Quando este pensamento chega, ele fica. Gruda. Perdura. Domina. Não há muito o que eu possa fazer. Confie em mim. Não vai embora. Fica lá, quer eu goste ou não. Está lá quando eu como. Quando vou me deitar. Está lá quando durmo. Está lá quando acordo. Está lá. Sempre.”

Entre alguns capítulos ainda temos mais um fato: o diálogo de duas pessoas externas que não são identificadas. Essas pessoas estão falando sobre uma terceira, que fez algo que elas nunca imaginariam que fizesse. Acho que já dei mais do que spoilers e já peço perdão se tiver falado muito, a história foi muito confusa para mim, e está sendo bem difícil fazer esse texto.

Então, o que eu posso falar com propriedade é sobre os meus sentimentos durante a leitura. Antes de mais nada, o título não me interessou, afinal, para mim era um thriller psicológico e eu não me interesso pelo gênero. Quando o livro chegou até mim, e eu comecei a ler, pensei que estava errada, afinal, a protagonista apenas quer acabar com o relacionamento dela.

Durante a leitura, uma ansiedade grande começou a vir, durante as conversas da protagonista com Jake e durante as reflexões que ela fazia em pensamento. Comecei a ficar nervosa e ansiosa, com o que poderia acontecer, queria que tudo apenas terminasse bem, mas eu não tinha um pressentimento muito bom.

Quando os dois enfim chegam a casa dos pais, o sentimento de que algo não estava certo foi só crescendo. Tem muita coisa confusa enquanto eles estão na casa dos pais de Jake e minha ansiedade e receio por ela só aumentou. É a partir daí que as coisas vão ficando muito estranhas (mais do que já estavam).

Confesso que sou daquelas leitoras que vai tentando adivinhar a história, tento sempre descobrir o que vai acontecer e faço especulações. Durante “Eu estou pensando em acabar com tudo” não foi diferente, minhas suposições começaram antes mesmo de ler a sinopse e só acabaram no final do livro. Vou dizer uma coisa, eu sempre mudava as minhas suposições e tive um erro atrás do outro.

“(…) sempre que alguém diz: “Prazer em conhecê-lo”, está na verdade pensando algo diferente. Fazendo algum julgamento. “Prazer” nunca é exatamente o que a pessoa está pensando ou sentindo, mas é o que dizem, e escutamos.”

Para muita gente o final pode não ter sido surpresa, mas para mim foi uma gigantesca. Confesso que tive que voltar alguns capítulos e reler, porque eu pensava que tinha deixado passar alguma coisa, afinal, que mudança foi aquela? Mas quando o livro realmente terminou, e eu fiquei pensando na história, percebi como ela era toda amarrada, eu apenas não percebi algumas dicas que o autor foi soltando durante a história.

Estou pensando em acabar com tudo

Quero dizer que esse livro é literalmente uma viagem para a mente do ser humano, afinal, acompanhamos muitos dos pensamentos da protagonista. Não me arrependo de ter lido a história, porque foi uma boa leitura, apesar da carga e da avalanche de emoções que ela me causou. Mas não sei se verei o filme, ainda estou decidindo isso. Pesquisando um pouco sobre o autor, encontrei alguns tópicos e perguntas para discussão do livro, caso queira ver é só clicar aqui.

Iain Reid possui dois livros de não ficção premiados e aclamados pela crítica. “Eu estou pensando em acabar com tudo” foi sua primeira história de ficção, além dela, ele escreveu “Intruso” lançado em 2019 pela Rocco também. “Eu estou pensando em acabar com tudo” foi publicado em mais de 20 países. A adaptação do filme, teve sua estreia na Netflix em setembro e contou com a direção de Charlie Kaufman (“Brilho eterno de uma mente sem lembranças”).

Para finalizar, gostaria de deixar por escrito que a diagramação desse livro é maravilhosa! Com capa dura, preta, letra dourada e um escrito que parece que foi rabiscado. Outra coisa para destacar é que a primeira página de cada capítulo começa com uma folha preta, no escrito branco. Parabéns Rocco, não podia deixar de dizer que você fez um trabalho maravilhoso com essa edição, que inclusive está bem mais bonita que a capa original, na minha opinião.

“Quanto de você pode cair antes que algo importante seja perdido? Certo?”

Título: Eu estou pensando em acabar com tudo
Autor: Iain Reid
Ano: 2017
Páginas: 224
Editora: Fábrica 231
Gênero: Ficção, Horror, Suspense e Mistério
Nota: 3,5/5
Adicione a sua lista do Skoob
Onde Comprar: Amazon