FILMES

ERA UMA VEZ EM… HOLLYWOOD | CRÍTICA

15 agosto, 2019 por

Era Uma Vez em... Hollywood

“Era Uma Vez em… Hollywood”, do original Once Upon A Time In… Hollywood, é o mais novo longa do aclamado diretor Quentin Tarantino, de 56 anos – seu nono filme (esse, um thriller de humor sombrio). O diretor alcançou sua devida fama nos anos 90, devido sua forma não linear de contar histórias, uso exacerbado de violência, humor (duvidoso?), muito sangue e diálogos inteligentes.

Em “Era Uma Vez em… Hollywood” temos claramente um Tarantino mais maduro, porém provocativo e ousado, como sempre. O filme é longo, atingindo quase 3h de duração. Mas creio que quem como eu, for fã do estilo do diretor, não vá reclamar de ficar quietinho na poltrona do cinema.

Eu cheguei a essa sessão bem neutra. Além dos trailers, eu não pesquisei nada, nem li qualquer informação sobre o filme. Eu sabia no geral o que esperar. Contudo, obviamente Tarantino foi grande e impactante. Tirou de mim a única certeza que eu tinha para o filme. E eu me vi sem chão… Totalmente devastada, esperando os créditos subirem. (Ah, fiquem até o final, ok?)

Era Uma Vez em... Hollywood

Em “Era Uma Vez em… Hollywood”, temos um panorama da Los Angeles de 1969. A era hippie estava em seu auge em Hollywood. Então, acompanhamos de cara a história de um ator ultrapassado que é ex-astro de uma série de “bang-bang”, chamado Rick Dalton (Leo DiCaprio), e de seu ex-dublê e atual faz-tudo, Cliff Booth (Brad Pitt). Eles dois são muito mais que amigos, e pouco menos que um casal. hahahaha Eles vivem batalhando atrás de reconhecimento, mas aparentemente essa fase já ficou no passado.

Rick mora em um local privilegiado, em uma rua privativa, e tem como “vizinho de porta” o famoso diretor do filme ‘O Bebê de Rosemary’, Roman Polanski (Rafal Zawierucha) e sua bela esposa, Sharon Tate (Margot Robbie) – uma jovem atriz em ascensão. E obviamente o final desorientador dessa história, está diretamente ligado com esses vizinhos. Assim, trazendo um pouco os fatos da vida real para nossa história, se faz necessário lembrar que foi no verão de 69 que aconteceram alguns assassinatos arquitetados e praticados pelo culto de Charles Manson – guarde essa informação e se houver interesse, é só buscar pelo caso ‘Tate-LaBianca’.

Era Uma Vez em... Hollywood

Embora alguns trechos da história corram paralelamente entre as peripécias vividas por Dalton e Booth, e a vida glamourosa de Polanski e Tate, esses últimos não têm tanta participação quanto os 2 primeiros astros. Que posso dizer, sem medo de parecer pedante, Pitt está BRILHANTE. Ele domina em seu papel. E sua relação com sua pit bull (Brandy é o nome da criança hahahaha) é tão fantástico, que tem um desfecho muito digno e satisfatório. DiCaprio tem envelhecido bem, e chegou a o patamar que sempre achei que chegaria. Há anos o considero um dos melhores atores dessa Hollywood da atualidade. Enfim, só acompanhando “Era Uma Vez em… Hollywood” para se poder ter a mínima noção do que experimentei.

Acredito que para aqueles que vivenciaram a década de 60 para 70, o filme traga o sentimento de nostalgia. Dessa forma Dalton e Booth se seguram como podem na Hollywood Clássica. O clima dos filmes e séries de faroeste é muito bem produzido na trama, trazendo mesmo essa sensação de estarmos vivendo naquela época. Trazendo, acima de tudo, o brilhantismo de Leonardo DiCaprio. E nos lembrando do quão charmoso e competente Pitt continua sendo.

Era Uma Vez em... Hollywood

Créditos também da maneira como foi feita a reprodução do estilo de vida dos hippies que povoavam Los Angeles naquele tempo. O filme também nos faz rir em diversos momentos. Acredito que essa acidez típica de Tarantino não poderia faltar em “Era Uma Vez em… Hollywood”.  Aquele sentimento de – às vezes – sentir que não deveria estar rindo daquela forma, ou daquela situação, me assombrou em alguns momentos! Mas, faz parte!!!

Algo que vale a pena ressaltar é que – pelo menos que eu me lembre – essa foi a primeira vez que Pitt e DiCaprio inesperadamente trabalham juntos. E sinceramente, ver a atuação dessa dupla e a parceria em “Era Uma Vez em… Hollywood” foi o que teve de melhor pra mim no filme. Eles se completaram de uma forma incrível, como se fosse simbiótica.

Minha dica é para que você se atente às piadas verbais, às piadas visuais, e à fascinante trilha sonora, pois embora o filme seja longo, o prazer pode ser inegavelmente completo! Com certeza uma das melhores épocas da música mundial para mim. Li de um crítico da Financial Times: ‘É o melhor filme de Tarantino, o mais corajoso e mais conflituoso desde Pulp Fiction.’ Se eu concordo? Talvez não completamente. Todavia, fato é que saí satisfeitíssima da sala de cinema. Eu fui tocada pela escolha do diretor. E ainda estou absorvendo tudo que assisti ali, e pensando em um grande “e se…”.

Era Uma Vez em... Hollywood

             Diretor Quentin Tarantino

Confesso: durante a duração do filme eu fiquei ansiosa, esperando o fechamento que viria para dissipar o idealismo de “paz e amor” que reinava naquela década. Alguns irão esperar mais. Outros buscarão a realidade nua e crua. Contudo, eu simplesmente finalizo dizendo que ‘Tarangod’ continua GRANDE. Sua mente e direção são tão peculiares quanto nós poderíamos aguentar. Voltei engasgada para casa!

Precipuamente, convido-te para imergir em “Era Uma Vez em… Hollywood”, ademais, e me dizer se as preocupações de Tarantino quando a poder estar ficando ultrapassado/esquecido, nessa nova Hollywood, é um medo infundado. Obviamente críticos irão tecer os mais diversos tipos de comentários a respeito dessa obra que mistura ficção e realidade em doses desiguais, mas muito emotivas. Em suma, valeu a pena esperar a um dos filmes que eu mais estava ansiosa por estrear em 2019!

__________________________________________________________________________________________________________________

 

Data de lançamento: 15 de agosto de 2019
Duração: 2h 45m
Estrelando: Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Margot Robbie, Emile Hirsch, Margaret Qualley, Timothy Olyphant e Austin Butler
Direção: Quentin Tarantino
Roteiro: Quentin Tarantino
Produtoras: Sony Pictures Entertainment, Columbia Pictures, Heyday Films, Polybona Films
Ano: 2019

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

49 Comentários

  • Pollyanna Campos
    setembro 02, 2019

    Olá, tudo bom?
    Desde que vi uma reportagem falando sobre Charles Manson e sobre este filme que estou louca para conferir! Como se não bastasse a temática, que é super interessante e ter fatos reais sendo usados como pano de fundo, a primeira atuação conjunta de Brad e Leonardo é um prato cheio para qualquer cinéfilo né? rs
    Fiquei ainda mais curiosa para conferir após ler seus comentários e ver o quanto gostou do filme. Mal posso esperar para conferi-lo e espero apreciar tanto quanto você. Ótima crítica!
    Beijos!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      setembro 05, 2019

      Ual, Pollyanna, é isso mesmo!!! As expectativas foram plenamente atendidas. O final me emocionou de um tanto absurdo. Uma grande homenagem do mestre Tarantino.
      Com certeza será uma boa experiência pra ti também.
      Beijão

  • Ana Luz
    agosto 29, 2019

    Olá, tudo bem?

    Eitaaaaa! Confesso que eu não estava sewuer olhando para esse filme, não dei bola para mesmo, confesso. Porém… agora fiquei curiosa e com vontade de assistir e é culpa sua! Bora me organizar com o marido pq temos uma baby de 1 aninho, pra poder assostie. XD

    • Carol Nery
      Carol Nery
      setembro 05, 2019

      Ana, ele é bom de assistir numa sessão com o maridão mesmo! Coloca a menina pra dormir, e se joguem! hhehehe
      Abraços

  • Aline Martins de Oliveira
    agosto 26, 2019

    Oi! Eu já fui muito fã dos filmes do Tarantino, mas depois das declarações da Uma sobre como ele foi extremamente abusivo e violento com ela, eu perdi o encanto. Claro que não dá pra negar a qualidade total dos trabalhos dele. Sou muito fã do Leo e do Brad, e talvez por eles eu assista ao filme. Gosto da visão hardcore que o Tarantino tem, e incluir, ainda que superficialmente os assassinatos da Família Manson na história, pra mim, que gosto muito da temática de serial killer, é ainda mais interessante. Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ Aline ~ http://www.stalker-literaria.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 28, 2019

      Aline, eu também adoro a temática Serial Killer, e talvez eu tenha me empolgado bastante pra ir ver o filme por causa disso. No fim das contas o filme me surpreendeu e me entregou muito mais!!!
      Abração

  • Jessica Oliveira
    agosto 25, 2019

    Oi, Carol!
    Tudo bem? Então, achei a sua crítica muito pertinente e deu para perceber que o filme causou uma boa impressão. Infelizmente, a mim não chamou a atenção, mas quem sabe em um outro momento eu acabe por assistir.

    Beijos.

    Books and Movies
    http://www.booksandmovies.com.br/

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 28, 2019

      Isso aí, Jessica. Se não chamou atenção agora, pode chamar atenção em outro momento. E também tá tudo bem se não chamar hora nenhuma. hahahhaa
      Abraços

  • Sara Kerolen Souza Oliveira
    agosto 25, 2019

    Oii tudo bem ?
    Menina eu vi a foto desse filme e não sabia exatamente do que se tratava kkk achei a trama bem curiosa quem sabe qualquer momento pegue pra ver .
    Ainda não tô no pique pra ele mais quem sabe de a louca e eu vejo .
    Bjs

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 28, 2019

      Tomara que dê a louca aí em você e se divirta com esse longa que embora seja realmente um filme muito grande, é cheio de arte! Está demais.
      Beijão

  • Bianca Ribeiro
    agosto 23, 2019

    Minha esposa viu o filme, eu ainda não.
    Mas, eu vi que esse filme deu uma boa dividida nas opiniões né?! Vi muita gente que eu admiro falando que odiou e teve gente que amou o filme, eu preciso parar e ver o filme, mas eu acho que vou gostar pois os outros do Tarantino me agradaram muito. Vamos ver! amei sua critica!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 28, 2019

      Bianca, fiquei curiosa na opinião de sua esposa!!!
      E sendo sincera, ninguém próximo a mim eu vi reclamar do filme ainda… tá todo mundo alucinado com a qualidade do longa.
      Mas, com certeza acredito que devem ter muitos desgostosos. Tarantino é meio que assim mesmo!!
      Abração

  • Thayza Fonseca
    agosto 23, 2019

    Olá!

    Que resenha maravilhosa e completa, não tinha interesse antes, mas agora eu tenho. Não me ligo muito em quem dirige o filme, mas eu sou uma consumidora comum. Mas elenco nisso eu presto atenção e que elenco, não tem como dar errado, acho que vou separar um tempinho nesse final de semana para apreciar esse filme com o marido. Obrigada pela dica.

    Beijos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 28, 2019

      Thayza, obrigada! Adorei saber sua opinião e principalmente saber que te empolguei para encarar as salas de cinema com o maridão. Certeza que será um super programa bom! Beijocas

  • PS Amo Leitura
    agosto 23, 2019

    Ainda não tive oportunidade de assistir e confesso que nem lembrava da estreia dele, mas gostei de conhecer seu ponto de vista. Só pelo elenco, sem dúvidas que eu daria uma chance e por ser ambientado em um cenário antigo, já me chama atenção. Espero assistir em breve.

    Beijos,

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 28, 2019

      Esse “tempo” da década de fins dos anos 60, início dos 70 sempre fica muito bom em filmes. Eu adoro a ambientação e em como somos transportados. Eu mesma, que nasci na década de 80, acho que deveria ter nascido beeemmm antes. Como amo!! hahaha
      Tomara que consiga ver logo o filme, e que goste como eu gostei!!!

  • […] CRÍTICA | ERA UMA VEZ EM… HOLLYWOOD […]

  • Beatriz Andrade
    agosto 22, 2019

    Olá, tudo bem? eu ainda não conhecia, mas não me senti muito atraída para assistir, achei a trama bem diferente e original, mas não despertou o meu interesse.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Beatriz, tudo joia!! Tem gostos e gostos, né? Compreendo não ter te chamado a atenção.
      Obrigada pela visita. Abraços

  • Erika Monteiro
    agosto 21, 2019

    Oi, tudo bem? É sim a primeira vez que os atores trabalham juntos. Inclusive o Brad Pitt deu uma entrevista falando um pouco porque nunca contracenou com Leonardo DiCaprio. Eu jurava que já tinham trabalhado juntos. Sempre penso no filme Entrevista com o vampiro mas lembro que é Tom Cruise atuando. Com relação ao filme achei interessante toda a ambientação que ele traz principalmente por “recordar” Charles Manson. No mês passado assisti uma série sobre ele e todos os acontecimentos que levaram ao episódio de 69. Espero assistir em breve. Um abraço, Érika =^.^=

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Legal as informações que trouxe, Erika. Eu sempre penso que trabalharam juntos também, acho que por causa de Os Infiltrados. Daí lembro que foi o Matt Damon e o Mark Wahlberg. hahahaha Estamos bem!!!!
      Tomara que você goste do filme também. Abraços

  • Alice Martins
    agosto 21, 2019

    Oi Carol,

    Ainda não tinha visto alguém falar sobre esse filme, mas é claro que já fiquei bem interessada. Pelos trabalhos maravilhosos do diretor, fico ansiosa para ver o que ele preparou para a duração desta obra. Confesso que saber que se trata de 3 horas de filmes me deixou um tanto quanto receosa, mas sua opinião me fez ver que é uma obra que vai valer a pena. Fiquei curiosa para essa atuação de Brad Pitt e Di Caprio, esses dois juntos devem ser maravilhosos. Amei a dica!

    Beijos!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Alice, eu não sabia que o filme era tão grande. Assustei quando olhei as horas no fim da sessão. Confesso, e é muito sinceramente, que não vi a hora passar. É muito meu estilo de filme preferido!!!
      Eu espero que seja uma boa experiência pra você também. Beijão

  • Aninha Goulart
    agosto 21, 2019

    Oiiiii,

    Eu já tinha ouvido falar do filme, mas nunca li uma crítica sobre ele. Achei interessante a premissa e mais interessante ainda ter os dois maiores Crushs da minha adolescência nele kkkkk Mas pra ser bem honesta as quase 3hs de filme me deram uma desanimadinha kkkkkkk de toda forma eu Adorei suas impressões e achei muito interessante poder conferir um pouquinho mais da história, vou deixar a dica anotada por aqui e um dia que eu estiver com muita coragem eu assisto.

    Beijinhos…
    http://www.equipenerd.com.br

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Aninha, vale a pena… vai!!! hahahaha 2 dos maiores crushs de muitas nós!!! E eles estão muito bem. Eles estão ótimos. Prometo que vale a pena. hahahaha
      Beijocas

  • No Conforto dos Livros
    agosto 20, 2019

    Olá!! 🙂

    Eu confesos que nunca tinha visto este filme, e que nao sou grande espectador de filmes, normalmente sou mais de series. Por isso, muitas das referencias que fizeste passaram me completamente ao lado.

    Enfim, que otimo que gostaste de ver! E que foi assim tao facil entrar no contexto que molda o filme!

    Boas leituras!! 😉
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Verdade, pra mim foi uma experiência e tanto. Mas, se não é muito sua praia, fica difícil tanto tempo no cinema. hehehehe
      Obrigada pela visita. Abraços

  • Alice Lacerda Montiel
    agosto 19, 2019

    Oiii Carol

    Eu adoro o tarantino, acho ele mega talentoso, e essa dose de sarcasmo e ironia presente nos filmes dele sempre me conquista, adorei saber que aqui ainda temosum lado mais maduro dele. Eu adoro essa ambientação da década de 60/70, apesar de não ter vivido nessa época, sou louca por esses anos, fui criada pela minha vó e ela sempre me contava histórias maravilhosas daquela geração rebelde da qual fez parte. Quero assistir ese filme com certeza.

    Beijos, Alice

    http://www.derepentenoultimolivro.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Que delícia, Alice… essa parte de crescer ouvindo as histórias da sua avó. Eu também sou apaixonadas com essas décadas tão anteriores ao meu nascimento. Às vezes parece que nasci na época errada!! hahahaha
      Tomara que você goste do filme quando tiver oportunidade. A ambientação é muito realista.
      Beijocas

  • Andrea
    agosto 19, 2019

    Eu vi uma reportagem sobre o filme e fiquei com vontade de ver, principalmente pelo trio Tarantino – Pitt – DiCaprio. Com o teu post fiquei com vontade de ir no cinema agora.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Corre pro cinema, Andrea. Tenho certeza que você vai amar!! Esse trio juntos foi de arrasar…

  • viviane
    agosto 19, 2019

    Oi Carol, não sabia do lançamento deste filme, parece ser muito bom, gosto de um humor sombrio. No cinema acho que não vou, mas gostaria de assistir.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 22, 2019

      Vivi, com certeza o estilo do Tarantino é algo que vale a pena ir ao cinema, mas… em casa também vai ser bom demais.
      Beijocas

  • Luna
    agosto 18, 2019

    Brad Pitt e Leonardo DiCaprio juntos num filme? Uau!!! Amo os dois atores! O Leo eu sempre irei amar por sua atuação em Titanic (sei que ele teve papéis ainda melhores depois, mas este é inesquecível para mim) e Brad Pitt pelo magnífico Tróia, ao interpretar o imbatível Aquiles.

    Já ouvi falar do Tarantino, mas não sei se já vi algum filme dele. A verdade é que geralmente não me atento para quem é o diretor de um filme. 🙁

    Recentemente eu assisti uma reportagem sobre o Charles Manson e seus seguidores alienados e cruéis. Foi horrível só assistir e saber o quanto eles destruíram vidas sem um pingo de remorso, chegando a matar uma mulher grávida.

    Não cheguei a me interessar pelo filme em si, mas assistiria apenas pelos atores principais.

    Bjs!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Oi Luna! Realmente Pitt e DiCaprio são icônicos e cada um de nós guarda um bom papel com todo carinho no coração. Eles estão imbatíveis nesse filme.
      Sobre A Família, que Manson “comandava”, dá pra ter uma ideia nesse filme também. E o pior de tudo… essa mulher grávida de 8 meses e meio, é a Sharon Tate, que citei na crítica. Coisa triste demais!!!
      Um beijão

  • Ana Caroline
    agosto 18, 2019

    Olá, Carol.

    Parece ser um bom filme para quem curte esse estilo, mas em geral não é um filme que o enredo me atraia.
    Já assisti alguns filmes desse produtor, ele é demais, além do elenco está maravilhoso, né? O Brad e o DiCaprio juntos devem ter dado um show de atuação!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Verdade, Ana! um filme que reúne Pitt e DiCaprio não é pra qualquer um. Arrasaram demais da conta!!!
      Abração

  • Marijleite
    agosto 17, 2019

    Oi, esse filme está com um elenco e tanto, hein?! Eu vi uma reportagem sobre ele e a época em que se passa, então sei mais ou menos o que acontece com os vizinhos. Pelo seu post, fiquei bem animada para assistir.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Mari, recomendo que assista e veja “o que acontece com os vizinhos”, mas saído da cabeça do Tarantino.
      Me pegou MUITO desprevenida…
      Abraços

  • Andy
    agosto 17, 2019

    Tenho um caso de amor e ódio com Tarantino, gosto de algumas obras e de outras nem tanto. Desde que vi o trailer desse filme pela primeira vez fiquei com vontade de assistir! O trailer me deixou curiosa pois só apresenta os personagens e não fala muito da premissa em si, quero assistir e sua crítica só conseguiu me incentivar!
    Espero gostar tanto quanto você e desfrutar da atuação desses atores incríveis!

    Abraços,
    Andy –StarBooks

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Andy, eu gosto muito do Tarantino. E não sei se a obra vai te agradar tanto quanto me agradou, mas espero que seja uma boa experiência. Realmente o trailer não deixa margem para qual realmente é a história do filme.
      Um abraço

  • Eduardo Moretti
    agosto 17, 2019

    Adorei o post. Gosto muito dos filmes do Tarantino e com certeza verei esse, valeu pela dica. ❤

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Opa, de nada Eduardo! Espero que esse também te agrade.
      Abraços

  • Alessandra Vieira
    agosto 16, 2019

    Este é um filme que não desperta tanto meu interesse. Mesmo após ler seu post, que por sinal está ótimo, ainda não sinto aquela necessidade de largar tudo para ir assistir, mas talvez eu acabe me rendendo, pois o marido não para de falar nele hahha

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Alessandra, geralmente os maridos curtem mesmo esse tipo de produção! hahahaha
      Aqui já é diferente. Meu marido curte mais os dramas. E eu sou a loka das brigas, do sangue, das mortes…
      Mas, quem sabe você não acabe curtindo, né?
      Abraços

  • Karini
    agosto 16, 2019

    Tudo bem!? Adoro as procurações do Tarantino. Estou curiosa para assistir e já imaginando o que ele aprontou dessa vez!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 16, 2019

      Se você curte o estilo do diretor, provavelmente estará satisfeita ao fim desse novo longa.
      Abraços

  • Regiane
    agosto 15, 2019

    Quero muito assistir! Brad Pitt é um dos meus favoritos desde que me entendo por gente. Amei a crítica, me deu mais vontade ainda de assistir. Tarangod arrasa. Curiosa para ver a dupla Brad e Brandy, a doguinha rsrs

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 15, 2019

      Amiga, certeza que você vai amar! Muito estilo do Tarantino, regado a muitos atores bons. Eu nem vi a hora passar. Assustei quando terminou e eu olhei no relógio. hahahahaa