@EdValentina – Semana Graffiti de Arte Moderna

13 fevereiro, 2015 por

Semana passada recebi um convite muito especial da editora Valentina, para participar de uma postagem coletiva com o nome de “Semana Graffiti de Arte Moderna” em homenagem ao livro homônimo publicado pela editora e a semana da arte moderna que aconteceu entre o dia 11 a 18 de fevereiro de 1992 no teatro Municipal de São Paulo e chocou a sociedade da época.

Em 1992 o Graffiti era considerado uma forma de vandalismo e destruição da arte, não sendo visto com bons olhos e muito menos era mencionado nas respeitadas galerias do Brasil. Porém o pintor Di Cavalcanti, quebrou esse padrão de perfeição estética em uma exposição de ideias inovadoras apresentando novas tendências artísticas que já vigoravam na Europa há muito tempo, tirando da cabeça dos apreciadores que existia apenas um modelo de arte e que não poderia ter variações.

O convite da editora Valentina dava aos participantes cinco alternativas para comentar:
1 – Sobre a semana de arte moderna, 2 – arte moderna x arte contemporânea, 3 – Grafite, 4 – Poesia,
5 – a arte de soprar vidro.
Escolhi o Grafite como o tema do meu post, por que eu preferi trazer a vocês fotos que ilustrassem o brilhante trabalho desses artistas e a realidade que muitos tentam demostrar. 
O Graffiti é mais do que tintas e linhas em uma parede, quase sempre ele é usado para expressar uma indignação com algo ou até mesmo sentimentos da sociedade em que o artista vive. Todas as imagens abaixo são de Grafiteiros Nacionais.




Imagens ( 1,2,3,4,5,6 )

Então você concorda com os críticos de 1992 que não acreditavam no Graffiti  como uma obra de arte? 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

15 Comentários

  • RUDYNALVA
    fevereiro 27, 2015

    Lê!
    Gostei que tenha escolhido a opção grafitti porque muitas pessoas ainda acham que é uma forma de vandalismo, quando na verdade dá um novo visual a cidade e a transforma mais colorida.
    Na verdade só após algumas manifestações é que o grafitismo tornou-se arte, porque em um tempo bem próximo, ainda havia muito preconceito, já que era uma forma da minoria da periferia principalmente, mostrar sua revolta e seu ostracismo.
    Parabéns pela matéria.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

  • Augusta Saraiva
    fevereiro 17, 2015

    Muito legal a iniciativa de disseminar os tipos de arte. Na minha aula de História da Arte, tive um bimestre inteiro sobre grafitti, e foi muito legal conhecer as origens e os conceitos, desde Basquiat. Ah, e amei o blog, meus parabéns, é tudo muito lindão!

    Beijão, Guta! ♥
    http://www.opinada.com

  • Patrini Viero
    fevereiro 16, 2015

    Poxa, muito legal a iniciativa da editora. Acho que grafite também é uma forma de arte, de se expressar, e portanto não deve e não pode ser censurada. Além disso, toda a criatividade e colorido dos artistas deixam qualquer lugar mais bonito, fala sério!

  • Rafaela Souza
    fevereiro 15, 2015

    Graffitti é uma arte linda e que todo mundo pode ver e admirar. E o melhor que quebra um pouco do cinza que toma conta das grandes cidades. Esse trabalho dos Os Gemeos nesses toneis gigantes é muito lindo e essa ultima foto tao realista parece que o menino vai sair do muro

  • Leitora Online
    fevereiro 15, 2015

    Oii…
    Adorei o post!
    É simplesmente uma imagem mais bonita que a outra. Muito bonitas e divertidas as imagens.
    Beijinhos ;**
    Leitora Online

    Instagram | Twitter | Facebook

  • Alessandra Tapias
    fevereiro 15, 2015

    Caramba que lindo isso gente!!!!

    Amei o post!!!!

    Bjks

    Lelê – http://topensandoemler.blogspot.com.br/

  • Tici Faria
    fevereiro 14, 2015

    Se esse estilo de Graffiti das fotos não é arte, então não sei o que é?! Aqui no Rio perto de onde eu moro também aparecem de vez em quando uns grafiteiros do bem e o trabalho deles é formidável! *-* Ótimo post! Beijos :*

    http://www.bibliophiliarium.com

  • Rissia Ribeiro
    fevereiro 14, 2015

    Gente, eu sou uma desenhista e posso dizer que adorei os desenhos, principalmente o ultimo. Eu discordo dos críticos, principalmente pelo fato que muitas vezes um desenho desses na parede diz mais que um quadro famoso.

  • Anônimo
    fevereiro 14, 2015

    Sou apaixonada por arte, em geral. Mesmo! Uma das minhas matérias favoritas da escola, e tudo mais.
    Ótima ideia da editora Valentina. A intenção foi muito boa, hein?
    Ótimo post.
    Beijinhos,
    http://ultimooutono.blogspot.com

  • Amanda Arrais
    fevereiro 14, 2015

    Eu não concordo com os críticos.. essas imagens é a prova da arte viva…
    o graffiti muitas vezes consegue dar vida ao ambiente.. aqui onde moro mesmo todo o muro do colégio que tem perto de casa está grafitado.. por artistas de vários lugares diferentes.. e ficou lindo..

  • Beatriz Nathaly
    fevereiro 14, 2015

    Olá! Achei muito lindo, deixa o ambiente com um outro aspecto! Super apoio <3

    Beijinhos,

    Bia – Blog Escrevendo Mundos

  • Lary C
    fevereiro 14, 2015

    Oi!
    Bem, eu discordo dos críticos da época. Graffiti, sempre moderno e educativo. Na minha cidade -capital do Acre- tem uns interessantes também. Só não apoio aqueles rabiscos sem sentido no muro alheio, sem a permissão do dono, porque aí é vandalismo. Fora isso, é uma ótima forma de deixar as cidades mais bonitas. Lindas fotos.
    Abraço!

    • Leticia
      Leticia
      fevereiro 17, 2015

      Lary depois manda fotos pra gente mostrando o grafite da sua cidade!
      Bjus!

  • Cecília Vieira
    fevereiro 13, 2015

    Olá. Adorei o post, porque conheci um pouco mais sobre o Graffiti. Muitas pessoas ainda o desprezam, mas acho que é uma forma maravilhosa de colorir as ruas e as vidas das pessoas. Tem coisa melhor do que sair daquele cinza de sempre e se deparar com maravilhas dessas no nosso caminho? Não tem. Amei as fotos.

    • Leticia
      Leticia
      fevereiro 17, 2015

      Cecilia concordo com você, a cidade fica muito mais bonita toda colorida.
      Bjus!