FILMES

DOR E GLÓRIA | ALERTA OSCAR

05 fevereiro, 2020 por

Em “Dor e Glória”, acompanhamos Salvador Mallo, um cineasta que se vê enfrentando lembranças do passado, enquanto surgem problemas e desafios no presente. Sinopse simples? Mas o filme é basicamente isso e é nessa simplicidade que Almodóvar consegue fazer uma obra digna de entrar na lista do Oscar.

A primeira coisa que preciso dizer sobre o filme é: não o vejam quando estiverem cansados. “Dor e Glória” tem um ritmo mais lento, mesclando presente e passado, por isso, não aconselho que ele seja visto quando se está cansado. Também não vá esperando um longa em que há cenas agitadas, coisas acontecendo, porque não.

Particularmente, eu gosto muito de filmes que tem esse ritmo e sempre me dou bem assistindo eles, com “Dor e Glória” não foi diferente. O meu sentimento enquanto estava assistindo o filme, não era de assistir uma história previsível, eu não conseguia prever ou saber o que estava por vir. Apenas acompanhava a história de Salvador e o desenrolar de seus problemas.

“As noites que coincidem com várias dores, aquelas noites em que acredito em Deus e oro a ele. Nos dias em que sofro apenas um tipo de dor, sou ateu. ”

Dor e gloria

O que sempre chama a minha atenção em filmes que mesclam passado e presente é a possibilidade de conhecer mais dos caminhos que levaram os personagens até o presente. Qual escolha que fizeram? Qual drama que enfrentaram? É possível acompanhar fatos marcantes da vida de Salvador que de certa forma, tem alguma ligação com o que ele se tornou.

Não espere que os flashbacks venham em ordem cronológica, porque isso não acontece. As cenas são postas em momentos que foram importantes para o personagem, como a mudança de casa e a entrada na escola.

Algo que achei bacana na película é que Almodóvar conseguiu colocar os personagens bem próximos da realidade. Eu conseguia ver Salvador como um personagem real ao invés de fictício. Consegui enxergar os dramas da vida dele, como dramas reais. Isso fez com que o filme fosse mais leve e mais fácil de assistir.

“O amor não é suficiente para salvar a pessoa que você ama. ”

Durante o filme Almodóvar fala sobre temas importantes, como homossexualidade. Tratando o tema de forma natural e íntima. Além disso, o diretor traz decisões contraditórias do personagem, como o desprezo pelas drogas, logo depois a curiosidade por elas e a decisão de sair antes que o vício tomasse conta.

“Dor e Glória” foi escrito e dirigido por Pedro Almodóvar (“Tudo sobre a minha mãe”, “A pele que habito”). Estrelando o filme, podemos ver Antonio Banderas, Penélope Cruz, Julieta Serrano e Leonardo Sbaraglia.

“Dor e Glória” está nominado no Oscar nas categorias “Melhor Filme Internacional” e “Melhor Ator”, onde Antonio Banderas está concorrendo. Além do Oscar, o filme também foi nominado para o Globo de Ouro, nas categorias “Melhor Ator de Drama” e “Melhor Filme de Língua Estrangeira”. Já no Festival de Cinema de Cannes, Antonio Banderas ganhou o prêmio de melhor ator. Além de Cannes, Dor e Glória levou sete prêmios no Goya (Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro Original, Melhor Trilha Original, Melhor Ator, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Montagem).

Você já viu “Dor e Glória”? Acha que o filme vai levar alguma estatueta para casa? Conta para a gente nos comentários.

________________________________________________________________________________________________________________

 

Estreia: 13 de junho de 2019
Duração: 1h53min
Gênero: Drama
Direção: Pedro Almodóvar
Elenco: Antonio Banderas, Penélope Cruz, Nora Navas, Asier House.
Distribuidora: Universal Pictures

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

22 Comentários

  • Aruom Fênix
    fevereiro 10, 2020

    Adoro esse tipo de filme que consegue passar uma veracidade que transcende a tela! Achei maravilhoso esse filme ter sido reconhecido pelo Oscar embora eu ainda tenho tido a oportunidade de assistir!

    Parabéns pelo seu trabalho

    Bjs Aruom Fênix

    Blog Leituras de Aruom

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 15, 2020

      Ei Aruom,

      Fico feliz que tenha gostado da minha crítica. E também gostei que ele tenha sido reconhecido pelo Oscar, é uma produção muito boa, espero que você tenha a oportunidade de conferir logo.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Karina Rodrigues
    Karina Rodrigues
    fevereiro 10, 2020

    Eu fiquei numa indecisão sobre esse filme… Eu gosto do Almodovar e gosto demais dos atores principais, mas a sinopse não me ganhou. Mas agoraaaaa, já quero ver!

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 15, 2020

      Ei Karina,

      Assista, é um filme parado mas é bom. Acho impressionante como Almodóvar consegue fazer alguns filmes que nos prende na simplicidade.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • RENATA CRISTINA SILVA AVILA
    fevereiro 10, 2020

    Filme do Almodôvar sempre me deixam emocionada. ele consegue abordar todos os assuntos necessários de uma sociedade de uma maneira bem sutil e direta

    Bjos
    Renata Avila
    http://www.entrandonumafria.com.br

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 15, 2020

      Ei Renata,

      Sim, eu acho impressionante como ele consegue nos prender na simplicidade e falar de tanta coisa necessária.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Erika Monteiro
    fevereiro 10, 2020

    Oi, tudo bem? Esse filme não cheguei a assistir mas pelo trailer fiquei bem curiosa. O que dizer da atuação do Antonio Banderas? Ele é um dos meus atores favoritos desde sempre. Gostei bastante da temática apesar de simples. São histórias assim que prendem nossa atenção e nos faz pensar sobre a vida. Também gosto quando intercalam passado x presente. Um abraço, Érika =^.^=

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 15, 2020

      Ei Érica,

      Eu fico impressionada de como o Almodóvar consegue nos prender com a simplicidade. O filme é muito bom, espero que tenha a oportunidade de ver ele.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Valéria
    fevereiro 10, 2020

    Aaah, amo Almodóvar, apesar de não ter visto esse novo dele ainda. Na vdd, não tive tempo de assistir nada indicado ao Oscar. Vou deixar passar a cerimônia hoje pra depois ir vendo com calma..
    Certamente vou me apaixonar por mais essa obra dele. E amo Banderas. Sempre maravilhoso, nesse não deve ser diferente hehehe

    Küss

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 20, 2020

      Ei Valéria, depois quero saber o que você achou do filme.

      Obrigada pelo comentário

  • Victória
    fevereiro 09, 2020

    Eu gosto muito de filmes assim, nesse ritmo mais lento e com histórias simples que fazem a gente refletir sobre tudo. Adorei a resenha e suas observações e dicas sobre como ver ou não ver!

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 20, 2020

      Ei Victória, fico feliz que tenha gostado da minha crítica.
      Eu também gosto muito daqueles filmes que nos ganham na simplicidade.

      Obrigada pelo comentário

  • Debora Sapphire
    fevereiro 09, 2020

    Achei interessante o fato desse filme nos apresentar a essa simplicidade, algo bem legal e a favor dele! E também, gostei bastante desse roteiro, onde um cineasta se vê enfrentando lembranças do passado, ao mesmo passo em que precisa lidar com os problemas e desafios no presente também. Isso é muito intrigante e chamou minha atenção. Além dos outros tópicos que destacou sobre o filme.

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 20, 2020

      Ei Debora, eu também achei bem legal a maneira como o Almodóvar construiu toda a trama e a forma como mesclou passado e presente.

      Obrigada pelo comentário

  • lilian farias
    fevereiro 08, 2020

    Até hoje, não vi nada de ruim do Almodóvar, sou apaixonada pela criação artística desse cara, por isso, estou com altas expectativas para Dor e Glória, que ainda não assisti. Não sei se vai levar a estatueta, nem posso afirmar tanta coisa pelo fato de não ter assistido, mas não duvido que seja extraordinário que tenha merecido cada prêmio que ganhou ou foi indicado.

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 20, 2020

      Ei Lilian, o filme realmente mereceu cada prêmio. Almodóvar é realmente um gênio, por mais que as vezes eu insista em não ver alguma coisa dele eu sempre acabo gostando do que ele cria.
      Espero que curta o filme, quando for ver.

      Obrigada pelo comentário

  • Carol Nery
    Carol Nery
    fevereiro 08, 2020

    Almodóvar é Almodóvar, né? A gente basicamente sabe o que esperar… Até mais ou menos os atores. hehehehe Mas, quase sempre é garantia de ser coisa boa! E com sua resenha, Aninha, percebo que Dor e Glória valem a pena sim.
    Beijão

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 20, 2020

      Ei Carol,

      Fico feliz que tenha gostado da minha crítica. Realmente, Almodóvar é Almodóvar!

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Hanna Carolina de Paiva
    fevereiro 08, 2020

    Não vi esse filme, mas para estar concorrendo a várias categorias, inclusive em premiações além do Oscar, realmente é um filme incrível!
    Bjks!
    Hanna Carolina

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 20, 2020

      Ei Hanna,

      Espero que consiga ver o filme logo!

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Maisa Gonçalves
    Maisa Gonçalves
    fevereiro 08, 2020

    Não assisti, tenho uma certa reserva com os filmes do Almodóvar – claro, o problema é comigo… Acho que não leva melhor ator, talvez leve o Oscar de filme Internacional! Tenho ouvido elogios, quem sabe não dou uma chance?

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      fevereiro 20, 2020

      Ei Maisa,

      Se der uma chance me conta o que achou? Sim, eu sempre vou com um receio também, mas no fim acabo amando o que ele criou!

      Obrigada pelo comentário 🙂