{ #CRÍTICA } TEATRO MUSICAL | OS ÚLTIMOS 5 ANOS

17 novembro, 2018 por
TEATRO: OS ÚLTIMOS 5 ANOS
Peça: Os Últimos 5 Anos | Local: Teatro Viradalata – SP | Gênero: Drama, Romance | Preço dos Ingressos: R$ 25,00 a R$ 80,00 | Período de Apresentações: Domingos e Segundas, até 19/11/2018 |  Instagram oficial do espetáculo: @osultimos5anos Confira nossa agenda de espetáculos AQUI




“Tantos sonhos vão começar depois do sim,
Os anos irão passar depois do sim.
Você vai me completar,
O meu mundo vai mudar!”


Na última segunda-feira, dia 12/11, participei de uma das
mais belas experiências teatrais que tive oportunidade, o musical “Os Últimos 5
Anos
”. Adaptação do musical americano Off-Broadway de mesmo nome (The Last Five
Years) e com um filme lançado em 2014 (disponível na Netflix!), a peça conta
com apenas dois atores em cena, os competentes e também produtores do
espetáculo Eline Porto e Beto Sargentelli, e é um mergulho profundo em sensibilidade
e sutileza. Em 1h30min de duração, você vive um misto de sentimentos e fica
impossível não se emocionar!


Acompanhamos os 05 anos de relacionamento do casal Cathy
Hiatt e Jamie Wellerstein, mas não de uma forma convencional. Com o palco “dividido”
ao meio, de um lado temos Cathy contando a história de forma inversa, a partir
do dia em que foi abandonada por Jamie, e do outro Jamie iniciando com o dia em
que conheceu a garota. Alternadamente, conhecemos os fatos alegres e tristes da
vida amorosa dos dois, tentando entender o que de fato aconteceu.

É bem possível que você se prenda rapidamente à história e
sofra de diversas mudanças de opinião sobre os personagens. Ao mostrar o lado
de maior sofrimento de Cathy em contrapartida ao mais apaixonante de Jamie,
fica difícil saber o “culpado” do declínio do relacionamento. E não tem como
ser mais atual, pois situações de amor, carreira, sucesso, ambição, confiança e
inseguranças são abordadas a todo o momento. Após o sucesso repentino de seu
trabalho, Jamie  procura juntamente a Cathy encontrar um equilíbrio entre o profissional e
o amor, com o agravamento da carreira dela não acontecer como esperado por mais
que se esforce.
Eline Porto está fantástica no papel de Cathy. Se
sensibilizar e entender sua sequência de dor, dúvidas, culpa, anseios e desejos
se torna muito fácil, ainda mais com a cereja do bolo: o lindo timbre de sua
voz! Sério, escutem a Eline!!! Já Beto Sargentelli enfrenta um desafio ainda
maior, pois seu personagem, inicialmente cativante, é um embuste. Pois é… Verdades
sejam ditas! Mas duvido que você não se encante por Jamie na primeira metade do
espetáculo, nos seus momentos felizes. Destaque pra cena  de “The Schmuel Song”, porque foi sensacional. A química entre os dois é imensa, ainda mais por não serem um casal apenas nos palcos, o que torna tudo bem mais real.

Sobre a alternância das situações do casal, a experiência se
torna ainda mais imersiva a partir do momento em que você percebe que eles não
interagem diretamente, ambos contam isoladamente sua história. Isso faz com que
a plateia tome o lugar do personagem que não está em cena naquele momento.
Somos parte dos momentos tristes, com iluminação azul e figurinos em tons
sóbrios, e dos felizes em iluminação amarela e figurinos em tons claros.
Testemunhas que participam do relacionamento e recebem diretamente suas
explosões de carinho e mágoa, e tudo bem próximo, com a história se passando em SP e com exemplos bem brasileiros.

O musical está em cartaz em São Paulo, numa curta temporada,
até dia 19/11. Ou seja, faltam apenas duas sessões para acabar!!! Ao sair do
teatro eu só pensava no porquê de não ter separado mais um dia para repetir
esta peça, uma vez que fiz uma maratona com um musical por dia durante minha
viagem. Hoje, o meu pensamento mudou um pouco, o meu questionamento agora é: QUANDO
COMEÇA A TURNÊ, POR FAVOR?!

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

4 Comentários

  • O Vazio na Flor
    novembro 18, 2018

    O amor!!! Como não tenho muito acesso a peças assim aqui na minha cidade,fico muito feliz quando vejo e leio posts assim, trazendo fotos, imagens e as descrições.
    Não tinha lido ou visto nada a respeito,mas pelo que li acima, os atores conseguiram uma construção perfeita de todos estes cinco anos vividos. Dores, alegrias, os sabores e temperos para um relacionamento!
    Adorei!!!
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1064145067366121472

    • Karina Rodrigues
      janeiro 05, 2019

      Oie! Os atores foram maravilhosos, e olha q eu esperava q fosse lindo, mas não tanto! Estou encantada até agora.
      Aproveita q o filme ta na Netflix e não deixa de conferir essa história de amor real.
      Bjos

  • Carol Campos
    novembro 18, 2018

    Bem diferente, conseguiu fugir totalmente dos clichês e trouxe algo novo e funcional. É aquele musical sobre um amor que poderia ter dado certo, com seu início mas, que chegou ao fim e novas experiências estão por vir ou seja, foi bom enquanto durou. No outro post, disse que havia um filme, fiquei curiosa quanto a ele agora, não é de hoje que falo que preciso dar mais chance a musicais, aos poucos estou conseguindo.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1063961304786976769?ref_src=twcamp%5Ecopy%7Ctwsrc%5Eandroid%7Ctwgr%5Ecopy%7Ctwcon%5E7090%7Ctwterm%5E3

    • Karina Rodrigues
      janeiro 05, 2019

      Tem filme, Carol! E tá na Netflix!
      Essa peça eh uma das coisas mais emocionantes que assisti, tanto q estou com as músicas na cabeça até hoje. Acredito que a temporada volte esse ano, e quem sabe não vem parar aqui em BH?
      Bjos