CRÍTICA DE ESTREIA | UMA FAMÍLIA DE DOIS (DEMAIN TOUT COMMENCE)

28 junho, 2017 por
CRÍTICA DE ESTREIA | UMA FAMÍLIA DE DOIS (DEMAIN TOUT COMMENCE)
Distribuidora: Paris Filmes | Estreia: 29/06/2017 | Gênero: Comédia,  Drama | Duração: 1h58
Essa semana entra em cartaz mais um longa Francês, e eu gostaria apenas de dizer que é um dos filmes mais lindos que eu já vi. “Uma família de dois” conta a história de Samuel (Omar Sy), um homem que vive no litoral sul da França, gosta de festas e nunca foi de ter muita responsabilidade, até que um dia ele recebe uma visita de Kristin Stuart (Clémence Poésy) com um bebê chamado Gloria no colo, que a garota afirma ser dele. Com a constante negação de Samuel, Kristin acaba deixando a criança com ele e fugindo em um táxi.

Desesperado, ele então sai em direção a Londres, em busca da mãe de Gloria, mas como não a encontra acaba ficando na cidade, e começa a trabalhar de dublê com o produtor de televisão Bernie (Antonie Bertrand). Na empreitada de criar a filha, sem fazê-la sofrer Samuel conta para garota que a mãe é uma agente secreta, sempre enviando e-mails para a menina como se fosse Kristin. A pequena Gloria (Gloria Colston), já crescida e com seus oito anos de idade, sente uma vontade imensa de conhecer a mãe, quando finalmente depois de quase nove anos, Kristin responde uma das mensagens e vai de encontro aos dois.
Com o amor, sendo a temática principal, o filme é uma mistura de comédia e drama. Podemos rir, no inicio dele com as trapalhadas de Samuel, e nos emocionar com a incrível ligação que ele e Glória possuem juntos. Muito mais do que isso, o longa pode passar bastante sobre as várias formas de família existentes. Apesar de ser um pai solteiro, Samuel conta a ajuda de Bernie para criar a filha, que dá todo o amor para a criança e acaba se tornando parte daquela família também.
A aposta francesa para o cinema, é um dos filmes mais bonitos que já vi, repito novamente. O roteiro não deixa nada a desejar, surpreendendo o telespectador em relação ao caminho que ele segue não sendo previsível como muitas produções são. Com um enredo tão bem elaborado e mesclado a trilha sonora, o filme comove e faz com que sintamos todas as emoções que os personagens estão passando, desde o inicio animado, até o fim. Um filme que vale a pena ser assistido por todos.
A fotografia do filme está impecável, as primeiras cenas se passam em uma praia belíssima no sul da França, enquanto o meio do filme podemos ver as partes mais bonitas de Londres. A direção fica por conta de Hugo Gélin, diretor Frances que já esteve a frente da comédia “A gaiola dourada” de 2014. O ator Omar Sy, já esteve presente em produções como Inferno (2016), Jurassic World – O mundo dos dinossauros (2015), X-men: dias de um futuro esquecido (2014). Já Clémence Poésy atuou como a jovem bruxa francesa Fleur Delacour em Harry Potter.

 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

23 Comentários

  • Fabiana Scola
    agosto 24, 2018

    Este ator é um querido e embora seu jeito debochado e grandão de ser, essa historia deve ser emocionante. Tudo bem que a ideia não é nada original, tem inúmeros filmes de vários gêneros com essa temática, mas se sabe que pode sair dai algo bem comovente daqueles que fazem o coração aquecer e se encher de bons sentimentos.

  • Ketherine Gomes
    julho 24, 2017

    Filme que mexe com questão filho, ultimamente tem me feito chorar. Esse filme tinha me ganhado no trailer. Agora com essa resenha, foi game over, preciso ver esse filme pra .
    ontem. Parabéns mais uma vez por essa resenha maravilhosa.

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Ketherine, tudo bem?

      Fico feliz que tenha gostado da resenha. E essa temática também me toca bastante, você tinha ter visto as lágrimas que derramei na sala.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Yana Sofia
    julho 12, 2017

    Amo histórias que emocionam! Com certeza, esse filme está na minha lista, afinal sempre bom ver filmes que falam sobre a importância do amor dentro da sua família. Adoro <3

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Olá Yana,

      Espero que tenha assistido e gostado do filme.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Maria Alves
    julho 01, 2017

    Quero assistir deve ser muito bonita a relação de pai e filha deve mexer com a gente, no começo deve ser divertido ate o pai se adaptar, achei estranho a atitude da mãe.

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Maria, é estranho também pensar que isso acontece em muitas famílias ;/ Mas foi muito legal ver a relação de pai e filha sendo construída.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • RUDYNALVA
    julho 01, 2017

    Ana!
    Fico bem emocionada quando vejo filmes do gênero, tocam fundo meu coração, porque tudo que gira em torno do amor verdadeiro, é profundo, ainda mais quando é um homem que cria sozinha uma filha, a relação deles deve ser linda.
    Desejo um final de semana de luz e paz!
    “Será que você vai saber o quanto penso em você com o meu coração?” (Renato Russo)
    Cheirinhos
    Rudy

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Rudy, você devia ter visto como chorei naquela sala de cinema viu? Sou bem emotiva.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Milena Soares
    junho 30, 2017

    Estou doida pra assistir esse filme, curto muito esse ator Omar Sy e também gosto muito do cinema francês, parece um história divertida e super emocionante.

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Milena,

      Espero que tenha conseguido assistir e gostado do filme, assim como eu gostei.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Herica Lima
    junho 29, 2017

    Ahhh! Amo filmes assim!
    Já quero a pipoca e me jogar na cama e assistir! O elenco é bem bom!
    Amizade, romance e família tudo em um só filme! Amorzinho!

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Herica, o filme é um amorzinho mesmo. Me apaixonei por essa família linda <3

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Lo
    junho 29, 2017

    Quero muito assistir esse filme, me leva Ana, nunca te pedi nada!

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Lô,

      Não deu para levar, mas espero que tenha conseguido assistir. Ele foi realmente muito bom.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Gislaine Lopes
    junho 29, 2017

    Oi Ana,
    Assisti ao trailer deste filme recentemente e no começo parecia uma história boba, mas aos poucos a trama foi se transformando em um drama que chamou muita a minha atenção. O filme vai abordar diferentes relações, tanto de amizade, amorosas e familiares, deixando a trama mais real e emocionante. Gostei muito desta indicação e espero assistir logo.

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Gislaine,

      Minha primeira impressão no trailer foi de mais uma comédia, mas depois vi como ele se desenvolvia e me apaixonei pela história.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Ø Väzïø ñä Flø®
    junho 29, 2017

    Sou maluca pelo trabalho do Omar!!!Acho ele uma das grandes promessas do futuro. Ganhou as telas e só vem crescendo!
    Tenho visto a divulgação deste filme me vi pensando em um do Will Smith,claro, que com pontos diferente, mas trazendo o amor em tudo.
    Claro que verei!!
    Beijo

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei, quando vi o trailer também pensei muito nesse filme do Will Smith. Mas na hora de assistir, vi que não era bem isso a proposta, e fiquei feliz porque a produção me surpreendeu muito.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Jessica Borges
    junho 28, 2017

    Olá!!!
    Esse filme parece ser muito lindo. Praticamente todos os filmes franceses que eu assisto são incríveis. Eu adoro esse ator desde Os intocáveis e pelo jeito eu vou gostar mais ainda depois desse filme. Quero muito assistir. Bjos!

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Olá Jéssica,

      Tive muita sorte com praticamente todos os filmes franceses que vi também. São sempre produções muito boas.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Carol Campos
    junho 28, 2017

    Aaah! Quero assistir! Gosto desse ator desde o filme Os Intocáveis e essa nova produção acredito que não irá me deixar a desejar. É o tipo de filme que assisto junto com minha mãe e minha irmã (Meu pai dorme, não é muito fã, kk)… A ligação do pai com a filha é linda, para dizer a verdade, tá tudo muito lindo, só veem!

    • Ana Elisa Monteiro
      setembro 27, 2017

      Ei Carol, espero que tenha assistido e gostado do filme. A ligação dos dois personagens é muito bonita e inspiradora.

      Obrigada pelo comentário 🙂