FILMES

CRÍTICA DE ESTREIA | A MORTE TE DÁ PARABÉNS

20 fevereiro, 2019 por
Estreia: 23/02/2018 | Duração: 1h 40min | Direção: Christopher Landon  | Elenco: Jessica Rothe, Israel Broussard, Suraj Sharma | Gêneros Comédia , Terror |  Nacionalidade EUA | Distribuidor: UNIVERSAL PICTURES

Antes de mais nada, eu que não havia assistido ao primeiro A Morte te dá Parabéns particularmente fiquei um pouco perdida  e com algumas dificuldades para entender o segundo filme. Isso mesmo com o filme  logo nos primeiros minutos exibindo um sequência (bem rápida) da história com os principais detalhes do que aconteceu ao longo da primeira produção.

Enfim, depois durante o desenrolar da história você acaba se acostumando e se ambientado  com o que posso dizer a volta do que já aconteceu.  “A Morte Te Dá Parabéns 2” continua a sequência de terror em cima da ideia de uma pessoa presa num looping de tempo. No caso, a trama mostra a protagonista Tree que vive a dualidade da escolha entre ficar na sua nova realidade, onde sua mãe não está morta, mas ela vive sem o amor da sua vida que agora é apaixonado pela sua rival ou voltar a sua antiga realidade em que ela está sem a mãe, porém não se sente na vida de uma outra pessoa que não é ela.

Essa confusão toda pode ser explicada, porque a “A Morte te dá Parabéns 2” na verdade  acontece todo dentro do primeiro filme. Entendeu? Pois quando você for aos cinemas conferir perceberá que é filme acontece em um recorte da primeira sequência só que  com determinados fatos bastante diferentes do que tinha acontecido anteriormente.

+ CRÍTICA | A MORTE TE DÁ PARABÉNS (HAPPY DEATH DAY)

Com isso Tree não apenas consegue ajustar tudo o que deveria ter sido descoberto no primeiro filme, como também consegue entender o que significa a morte e como os acontecimentos da  vida compõem quem realmente somos e por isso, todos os dias temos a chance de recomeçar e fazer diferente. Mesmo assim, não podemos nos esquecer que  é uma comédia de terror, por isso, não espere só susto e sentimentalismo, tem muito coisinha engraçada para você se divertir ao longo do filme.

Explicando um pouco sobre a mitologia da franquia, percebemos que  no primeiro “A Morte Te Dá Parabéns ”  toda vez que Tree morre ela volta ainda mais fraca, o que funciona na história como um elemento para que ela realmente se decida sobre ficar ou voltar para a dimensão do segundo filme em questão.

E no segundo o fato de que apenas ela se lembra do que aconteceu na morte anterior, na verdade mostra que só ela se lembra de tudo. É o que explica como todos eles estão na dimensão do primeiro filme e apenas Tree está morrendo e morrendo e morrendo.

O ritmo do filme não é tão envolvente, talvez pelo clichê do que está sendo visto, alternando entre momentos divertidos e sem graça. Em outros aspectos, o filme não enche os olhos na Fotografia ou Direção de Arte, mas funciona como precisa. A protagonista tem um desenvolvimento bem realizado, sem pressa, criando suas camadas durante a narrativa, enquanto toda sua rotina vai se repetindo. Quanto aos coadjuvantes, eles são apenas funcionais, unidimensionais e estereotipados, sendo usados só como um recurso, para criar o personagem de Tree.

Apesar de ser um filme de baixo orçamento, “A Morte Te Dá Parabéns 2” teve um orçamento muito superior ao de seu antecessor, por isto o roteiro consegue manter o clima estabelecido  e adiciona novos elementos que servem tanto para amarrar pontas soltas quanto para impulsionar uma nova trama e continuar sua sequência.

Alerta de Spoiler: Pode ficar até depois dos créditos rs

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Carol Campos
    fevereiro 27, 2019

    Fui sem expectativa alguma assistir ao primeiro filme e logo de cara descobri o culpado. A motivação poderia ter sido mais trabalhada logo, ficou sem graça mas, valeu algumas risadas, haha Não acho que um sequência era cabível mas, vou assistir ao 2 assim que possível!

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1100861183580667905

  • O Vazio na Flor
    fevereiro 20, 2019

    Eu acabei vendo o primeiro filme bem na época do seu lançamento e mesmo não o achando lá grandes coisas, até que valeu pela diversão.
    Mas sinceramente não esperava uma sequência de jeito nenhum e não entendo os motivos de sempre fazerem isso…mexerem no que já não era tãooo bom..rs
    Pelo que li acima, o segundo filme é meio que uma bagunça e por si só, já bem chato como foi o primeiro.
    Se vou ver? Vou.
    Se vou reclamar? Vou também! rs
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1098251548264665091