LIVROS

CORTE DE ESPINHOS E ROSAS – SARAH J. MAAS | RESENHA

17 fevereiro, 2020 por

CORTE DE ESPINHOS E ROSAS - SARAH J. MAAS

Acho que todo mundo tem aquele livro preferido. Eu tenho uma série do coração, e é sobre o primeiro livro dessa série que vou falar hoje: “Corte de Espinhos e Rosas”.

Gosto de contar sobre como descobri esse livro, então aguentem um pouco. Em uma época que era ativa em grupos de WhatsApp, pedi indicação de um livro, falaram de “Corte” e eu acabei pedindo de presente de aniversário para minhas amigas. A capa é linda, o título me intrigava e é do meu gênero preferido, fantasia. Então vamos para a sinopse?

Feyre Archeron é a filha caçula de um mercador falido e mora com o pai e as duas irmãs em uma aldeia que fica próxima a muralha. A muralha divide o mundo humano do mundo feérico, seres imortais que possuem magia.

Antes de haver a muralha, os humanos eram escravizados pelos feéricos, quando eles enfim se rebelaram e travaram uma guerra contra os seres imortais. O resultado da guerra foi um tratado e uma muralha mágica para separar as duas espécies. Mesmo assim, os humanos vivem aterrorizados com uma possível invasão dos feéricos.

CORTE DE ESPINHOS E ROSAS - SARAH J. MAAS

Para ajudar a família a sobreviver, Feyre (querida) caça na floresta, trazendo a carne dos animais para alimentá-los e a pele para vender no mercado. Após matar um lobo (que era grande demais para ser apenas um lobo comum), uma criatura bestial aparece na casa da garota pedindo reparação.

Assim, Feyre (darling) se vê arrastada para além da muralha, para o temido mundo dos feéricos. Lá, ela descobre que seu captor é Tamlin, o Grão-Senhor da Corte Primaveril, e aprende mais sobre aquela terra e seres mágicos.

Esse é meu singelo resumo de “Corte de Espinhos e Rosas” e eu juro que me segurei para não dar spoilers, ok? Como eu disse, ganhei “Corte” de presente e que presente senhores. Eu comecei o livro, uma página chamava a outra e quando eu menos percebi eu cheguei ao final e estava órfã dessa leitura maravilhosa.

“- Por que sua alegria humana me fascina, o modo como vivencia as coisas em sua curta existência, tão selvagem e intensamente e tudo de uma vez, é… hipnotizante. Sou atraído por isso, mesmo quando sei que não deveria, mesmo quando tento não ser.”

Nós começamos o livro em um ritmo calmo, conhecendo Feyre, sua família e sua aldeia, quando Tamlin aparece temos o primeiro contato com os Feéricos. Há um romance entre os dois, mas eu achei o romance deles tão arrastado. Além deles, existem outros personagens, eu tenho uma queda por bad boys então uma história de cabeças em estacas chamou bastante a minha atenção.

Enquanto eu estava lendo, a minha impressão é de que lia dois livros. Ainda hoje, quando eu penso ou releio “Corte de Espinhos e Rosas”, a impressão é sempre essa. Isso porque para mim tem um marco na história, que faz com que ela mude de tom, dando um fim a primeira parte e iniciando uma segunda. Não posso falar qual é, claro, seria spoiler demais.

Chegaaaaaa de spoilers. Conhecer a corte primaveril e a história dos Feéricos é bem bacana. Feyre não é uma mocinha em apuros, ela já começou me encantando nas primeira páginas, afinal está na floresta caçando para ajudar a família. Ela se mete em alguns apuros, mas enfrenta muita gente, tanto na corte dos feéricos quanto na aldeia de humanos.

CORTE DE ESPINHOS

Além dos dois, em “Corte de Espinhos e Rosas” conhecemos outros personagens, que vão nos acompanhar durante toda jornada da Feyre (querida, gente, eu não consigo não colocar assim).

Quando finalmente terminei o livro, fiquei doida querendo mais da Sarah, então fui correndo comprar o segundo. Minhas impressões sobre o segundo, ficam para uma outra resenha, mas quando terminei me vi louca querendo mais da Sarah.

Por isso, devo confessar a todos que “Corte de Espinhos e Rosas” é minha série preferida da Sarah. Eu já li “Trono de Vidro”, e apesar da história ser boa, não me encantei tanto assim por ela, quanto por “Corte”.

“Corte de Espinhos e Rosas” é uma trilogia, apesar disso, não consigo deixar de chamar de série. Não sei se foi por causa do sucesso que a história fez, mas Sarah resolveu fazer mais livros, com o ponto de vista de outros personagens, pelo qual eu estou muito ansiosa.

“- Agradeça por seu coração humano, Feyre. Tenha piedade daqueles que não sentem nada.”

Uma curiosidade bacana é que o livro é inspirado na história “A Bela e a Fera”. Os outros livros também são inspirados em contos, mas isso vamos deixar para as próximas resenhas, não é?

Sarah J. Maas é uma autora best seller do New York Times, formada em Escrita Criativa, ela escreveu a primeira versão de “Trono de Vidro” quando tinha apenas dezesseis anos. Hoje, “Trono” já foi traduzido para trinta e cinco idiomas.

CORTE DE ESPINHOS E ROSAS

Já disse aqui algumas vezes que eu adoro visitar o site dos autores, inclusive acho que todos deviam fazer isso. Eles deixam muitas coisas interessantes para que os fãs conheçam mais a história. No caso da Sarah, achei duas coisas bem legais: um link para uma loja que vende algumas coisas personalizadas de “Corte” e “Trono”, e uma playlist para as duas séries também. Confiram!

Outra curiosidade é em relação a capa de “Corte” prestem bem atenção, nela vocês vão ver vários elementos, como, por exemplo, uma floresta no fundo.

“Corte de Espinhos e Rosas” tem lançados no Brasil, os três livros principais: “Corte de Espinhos e Rosas”, “Corte de Névoa e Fúria” e “Corte de Asas e Ruínas”. E um livro de transição chamado de “Corte de Gelo e Estrelas”.

Só para terminar, uma pequena notícia: “Corte de Espinhos e Rosas” teve seus direitos comprados para o cinema e um roteiro “pronto”. Eu simplesmente amo e odeio a notícia, amo porque vou conseguir ver essa história no cinema. Odeio, pelo receio de como vai ficar o resultado final.

“- Tudo o que amo sempre teve a tendência de ser tomado de mim.”

 

____________________________________________________________________________________________________________

Livro Corte de Espinhos e Rosas

Título: Corte de Espinhos e Rosas
Autora: Sarah J. Maas
Ano: 2016
Páginas: 434
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia, Ficção, Literatura Estrangeira
Nota: 5/5
Adicione à sua lista do Skoob
Onde Comprar: Amazon

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

19 Comentários

  • Sofia
    abril 27, 2020

    Gostei da resenha! Acho essa série incrível, apesar se ter achado o terceiro livro muito arrastado. Os apuros da Feyre deixam a gente com o coração na mão, e a curiosidade dela pelo mundo dos Feéricos contamina. A escrita da Sarah coloca a gente dentro do mundo de uma forma absolutamente fascinante. Livro do coração!

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      junho 02, 2020

      Ei Sofia,

      Essa também é minha série do coração viu, adoro reler ela! Sou apaixonada por como a Sarah escreve Corte e os personagens que aparecem. O meu favorito é o segundo, acho que é porque a história realmente dá uma guinada nele e tem muitos acontecimentos importantes. Realmente, os apuros da Feyre nos deixam com o coração na mão, principalmente quando ela está Sob a Montanha.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • RENATA CRISTINA SILVA AVILA
    fevereiro 24, 2020

    Tenho a mesma opinião sobre trono de vidro, boa serie mais não me pegou de jeito. agora corte de espinhos e rosas me arrebatou

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      abril 17, 2020

      Ei Renata, ainda bem que não sou a única viu. <3

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Erika Monteiro
    fevereiro 24, 2020

    Oie, tudo bem? É verdade! Todo mundo tem sua trilogia do coração. Seu livro preferido. E aquele que indica pra todo mundo. Eu, em particular, gosto muito da série Divergente. Uma das primeiras distopias que conheci. Mas um livro que sempre indico pra todo mundo é Se houver amanhã do Sidney Sheldon. Achei legal você contar sua história com o livro. Acho essa coleção linda demais. Um abraço, Érika =^.^=

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      abril 17, 2020

      Ei Erika, já vou anotar a sua indicação viu. Divergente é uma série que li logo após o primeiro filme e gente, eu sou apaixonada por ela também (não tanto como corte, mas). O que me corta o coração é o final, mas vamos lá superar, não é galera? Fico feliz que tenha gostado do post.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Vitor Damasceno
    fevereiro 24, 2020

    Ai que interessante! Obviamente se vivesse essa história, faria de tudo para ultrapassar o muro e viver no mundo da magia, mesmo com as consequências …

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      abril 17, 2020

      Ei Vitor, eu sinceramente não sei se iria correndo para o desconhecido e que todos colocam tanto medo.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Lilian de Souza Farias
    fevereiro 24, 2020

    Já li muitas resenhas desse livro, acho a proposta interessante e tenho muita curiosidade de vontade de me jogar nessa série, apesar disso, ainda não foi possível. Não costumo visitar site de autores, a ideia é diferente para mim.

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      abril 17, 2020

      Ei Lilian, se jogue na história, acho que você vai amar viu! Então, eu adquiri esse costume tem algum tempo, e tenho gostado bastante sabe, vários deles preparam coisas especiais para os leitores.

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Vic
    fevereiro 24, 2020

    Oh, Aninha, vou te dizer… Eu sempre tive um interesse grande por esse livro, mas me continha por falar do mundo feérico. Li Glimmerglass, que falava disso, e achei bem ruim. Aí acho que associei. Porémmm, seu post era tudo que eu precisava pra deixar isso pra lá e colocar ele de vez na minha lista! Já quero! Obrigadaaaaa pela resenha excelente!

    • Ana Elisa Monteiro
      Ana Elisa Monteiro
      abril 17, 2020

      Ei Vic, nunca li Glimmerglass, meu primeiro contato com esse universo feérico foi com a Sarah e eu amei. Fico feliz que minha resenha tenha despertado o seu interesse pelo livro. Quando você ler, quero saber sua opinião, viu?

      Obrigada pelo comentário 🙂

  • Débora Vicente
    fevereiro 23, 2020

    Eu conheci a Sarah através de ToG, comecei ACOTAR com um certo receio e confesso que me irritei em muitas partes do livro por ver muito da Celaena na Feyre. Mas confesso que o livro me surpreendeu, apesar de não ser muito fã da escrita da autora, a idéia de ACOTAR é bem legal, fiquei com ressaca Literária após terminar ele!
    Adorei sua idéia de visitar o site da autora, eu peguei essa referência de “A Bela e a Fera” mas não achei que realmente tivesse sido inspirado neles. Apesar de ACOTAR não ser das minhas obras preferidas, adoro ler resenhas dos fãs porque eu adoro sentir essa empolgação de vocês

  • Carol Nery
    Carol Nery
    fevereiro 23, 2020

    Oi Aninha!
    Eu infelizmente não li nada da autora ainda, em nenhum de seus universos.
    Mas, prometo que vou mudar isso em breve. Não será ainda com essa saga, que sei que gostas tanto.
    Contudo, quem sabe um dia eu chegue nela, né? As referências e recomendações são as melhores!!
    Grande beijo, amiga

  • Aruom Fênix
    fevereiro 23, 2020

    Eu sou simplesmente apaixonada pela série de Corte de Espinhos e Rosas, não só pela história mas pelos sentimentos e emoções que despertam em mim! Também amo Trono de Vidro a Sarah se tornou uma das minhas escritoras favoritas!

    Parabéns pelo seu trabalho

    Bjs Aruom Fênix

    Blog Leituras de Aruom

  • Debora Sapphire
    fevereiro 23, 2020

    OMG! Eu achei maravilhosa a sua resenha! No entanto, eu sou suspeita para falar, porque eu sou muito fã desses livro da Corte, da Sarah J. Maas! Portanto, são uma das minhas séries favoritas de livros! Eu sou completamente fascinada pelo mundo feérico, então o enredo me conquistou logo de cara. Apesar do segundo livro ser o meu favorito desses da autora, esse primeiro livro tem seu papel fundamental para narrar parte dessa história épica também.

  • Hanna Carolina Lins de Paiva
    fevereiro 23, 2020

    Super entendo sua paixão pela série. Quando aquela capa de conquista, já era, é amor para toda a vida! kkkk
    Eu tenho esse livro, mas ainda não li, pretendo fazer isso ainda esse ano. Fico feliz em saber que teremos filme sobre a história e compartilho do seu receio, até porque nem sempre quando um livro faz sucesso, o filme conta tudo o que tem ali… Mas vamos torcer para que fique o mais próximo do fiel possível. 😉
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

  • Yasmine Evaristo
    fevereiro 20, 2020

    Eu acho a capa desse livro linda, mas ainda não me senti atraída pela história. Acho que vai ser uma leitra bem futura, mas adorei a resenha que apontou bem os pontos dos quais o livro trata. As vezes o filme (quando sair) me atraia e me motive a ler mais rápido.

  • Maria Valéria
    fevereiro 20, 2020

    Oi, Ana. Espero que a versão pro cinema faça jus a história que vc tanto se encantou… Eu não li e confesso que não me senti atraída pela sinopse. Mas não duvido que para quem goste dessa vibe de mundos encantados e tramas com seres mágicos a história seja bem cativante…

    Küss