FILMES

COMO TREINAR SEU DRAGÃO 3 | ALERTA OSCAR

09 fevereiro, 2020 por

COMO TREINAR SEU DRAGÃO 3

Como Treinar Seu Dragão 3, o tão esperado encerramento para uma trilogia amada por todos chegou às telonas em janeiro do ano passado. A jornada de Soluço e Banguela, infelizmente, encontra o seu fim. Embora siga a mesma linha dos filmes anteriores, tive a sensação de que o terceiro filme trouxe um novo patamar de qualidade de animação. O que, de fato, não é bem uma surpresa, mas já nos deixa impressionados com um alto nível de detalhes.

Então foi com um misto de empolgação e tristeza adiantada que eu fui ver o filme. Empolgada porque desde o começo me encantei e me apaixonei por todo o universo e pelos personagens. E, claro, arrasada por essa ser a última vez que eu veria minha dupla favorita das animações em uma nova aventura.

Sinto que cresci com os dois, que evoluímos juntos. Afinal, são quase 9 anos passados entre os três filmes. Dessa vez, porém, a animação veio carregada de um ar mais adulto. Um pouco mais sombrio e um pouco mais sério, sem nunca perder o bom humor e a leveza características da trilogia.

A pequena aldeia que conhecemos no primeiro filme já não está mais comportando tantos dragões e, pior ainda, vêm se tornando alvo de um novo vilão: Grimmel, o matador de Fúrias da Noite que agora está atrás de Banguela. Soluço também está cada dia mais envolvido em resgatar e acolher novos dragões, sempre preocupado com a péssima relação que humanos estabelecem com os bichinhos pelo mundo.

O que agrava tudo isso é que, entre todos os perigos e preocupações, Soluço está crescendo. Precisa amadurecer e assumir verdadeiramente o posto deixado por seu pai, como chefe da aldeia. A vida adulta começa a chamar mais alto, bem como as obrigações para com seu clã e sua namorada. Paralelamente, Banguela também está passando por esse mesmo processo. E, em parte, é doloroso ver a amizade mais admirada do cinema ficar em um segundo plano.

Enquanto tenta lidar com Grimmel e evitar que ele faça algum mal para Banguela, Soluço precisa realocar toda a população de Berk. E apesar de isso ser um sonho antigo do garoto, é preciso que ele se realize sob circunstâncias não muito favoráveis. Todos ali estão contando com a liderança de Soluço e é um pouco angustiante ver que, por vezes, ele se preocupa muito mais com os dragões.

COMO TREINAR SEU DRAGÃO 3

Banguela, por sua vez, é retratado descobrindo a alegria de não ser mais o último de sua espécie. Bem como podemos vê-lo se apaixonar e desvendar os mistérios da sedução, responsáveis por grande parte das risadas que dei durante Como Treinar Seu Dragão 3. Ao mesmo tempo, ele também precisa encontrar o seu lugar no mundo. E, embora Banguela não fale, se expressa de todas as outras formas de um jeito muito claro.

Apesar de termos um vilão forte e bem trabalhado, a sensação que tive ao ver foi que ele facilmente caiu em segundo plano. A história foi conduzida de uma forma excelente. O drama entre os personagens principais, porém, me prendeu e me emocionou muito mais. Talvez por seguir uma fórmula já pré-estabelecida de vilão que quer roubar/machucar/usar os dragões, enquanto Banguela e Soluço vivem algo completamente novo.

Principalmente o protagonismo de Banguela. Como Treinar Seu Dragão 3 surpreende com a divisão equilibrada de tempo de tela entre os dois, encerrando de vez a narrativa de “pet” do dragão. Dessa vez, ele tem e conta sua própria história, sua própria vivência e suas próprias emoções. É perceptível que, por mais que seja leal a Soluço e o ame profundamente, Banguela também sente a necessidade de viver entre os seus.

Aliás, acredito que essa seja a melhor característica do filme. É humano, sensível e aborda de forma muito cuidadosa o tema da amizade. Traz também grandes reflexões acerca de responsabilidade e liderança. Afinal, Soluço precisa realmente se adaptar a seu novo papel em Berk e assumi-lo de vez. O enriquecimento e evolução pessoais no filme são nítidos e muito prazerosos de se assistir.

O encerramento da trilogia traz não apenas uma história muito bem trabalhada, mas cenas de batalhas incríveis, um CG impressionante e um visual incomparavelmente belo. Conclui a história de forma muito natural, coerente e, mais importante: de forma extremamente respeitosa com a história de cada um dos personagens. E digo isso porque é notável o destaque que deram à importância de cada um deles. Como uma engrenagem, Berk só consegue fluir com todos os seus elos em harmonia.

Acredito que Como Treinar Seu Dragão 3 foi de extrema importância e muito educativo, não apenas para crianças. Aliás, dificilmente o público desse filme é apenas o infantil. Sem intenção de lições de moral, de forma simples e sensível, Como Treinar Seu Dragão 3 mostra o poder da amizade, da confiança. Mostra como podemos amadurecer e nos distanciar de algumas pessoas, sem que o vínculo criado perca a força. Como unidos sempre somos mais. E como, eventualmente, pessoas e dragões podem encontrar seus lugares e ainda assim viverem em harmonia.

______________________________________________________________________________________________________

Ficha Técnica:
Estreia: 17 de janeiro de 2019
Duração: 1h44min
Gênero: Animação, Animação Família
Direção: Dean Deblois
Elenco: Jay Baruchel, Kit Harington, Cate Blanchett, Gerard Butler, Jonah Hill, Kristen Wiig
Distribuidora: Universal Pictures Brasil
Nota: 5/5

 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • […] COMO TREINAR SEU DRAGÃO 3 | ALERTA OSCAR […]