FILMES

BAD BOYS: PARA SEMPRE | CRÍTICA

30 janeiro, 2020 por

 

“Bad boys, bad boys
Watcha gonna do
Whatcha gonna do
When they come for you”

Juro que pensei que 2020 iria ser um ano muito diferente do que foi 2019. Mas, o ano já começou tenso, difícil, com perdas na família, com devastação na cidade… E a gente percebe que não é porque dois dígitos mudam na data, que necessariamente as coisas vão ser tão diferentes assim.

Só estou comentando isso, contudo, porque eu PRECISEI ir assistir “Bad Boys: Para Sempre”. Sim! Eu estava muito desanimada e um pouco triste. Estava muito cansada também. Mas, mesmo assim fiz questão de acompanhar essa Cabine de Imprensa. Pretendo, com poucas palavras, te contar como foi minha experiência no último dia 28.

Já comentei por aqui que gosto muito de filmes de aventura e ação. Esses que nos tiram da realidade dos nossos dias (chatos). Quando vou ao cinema, a ideia principal é me divertir. Vou para ver coisa impossível mesmo. Para ficar impressionada e para dar risada. E foi por isso que “Bad Boys: Para Sempre” chamou minha atenção.

Will Smith (Um Maluco no Pedaço, 1990) e Martin Lawrence (Vovó… Zona, 2000) retornam ao terceiro filme da franquia Bad Boys. Will é o qualificado e indescritível detetive Mike Lowrey. Já Lawrence, pensando e se preocupando um pouco mais com sua família, vive novamente o detetive Marcus Burnett. A química dos dois atores continua intacta, mesmo após “Bad Boys 2” já ter completado 16 anos.

“Bad Boys: Para Sempre” irá estrear hoje nas salas de cinema aqui no Brasil, e lá na gringa já bate recordes de bilheteria – o que é uma das “garantias” para a produção de um quarto possível filme. Ah, e algo que não posso deixar de comentar… Sabe o que também volta com tudo nesse terceiro longa? A famosa ‘musiquinha’ de Bob Marley que é o tema dos descolados e estilosos detetives de Miami. E sim, você ficará cantando o refrão por dias a fio, antes e depois de ir assistir a película. Assim, similarmente, como eu!!!

Retornando à supracitada química entre os dois grandes atores do papel principal, acompanharemos uma espécie de crise da meia-idade. Para Marcus, que se torna avô do pequeno Marcus (também), a ideia é menos violência e mais tempo para família. Ele flerta com a aposentadoria. Já Mike acredita estar em ótima forma física e espiritual. Ele não quer parar, pois está com tudo em cima. Mas, a amizade é muito forte. Eles prometeram: Andamos juntos, Morremos juntos. E é Para Sempre.

Os atores continuam com a ‘veia’ de humor muito pronunciada. Isso realmente arrancou algumas boas gargalhadas durante a exibição. E eu me senti muito bem em deixar os problemas reais lá fora da sala do cinema por 2h. Depois a gente acaba voltando para realidade mesmo… Então o que conta, é aproveitar enquanto podemos. Prepare-se para rir e se emocionar com Smith e Lawrence, enquanto eles buscam encontrar e liquidar um atirador letal e vingativo. Posteriormente, esse assassino mexicano abala as estruturas da dupla, que implacavelmente, vai até o fim para solucionar mais esse caso.

Ressalto que não me importo nem um pouco se os responsáveis pela produção quiseram resgatar algo lá do século passado. Ah! Os anos 90 são recheados de muitos momentos marcantes. Sei que a nostalgia fala primordialmente alto na minha avaliação. Mas, e daí? Não se torna ruim por ser nostálgico. Foi na medida! No filme, caminhamos para o uso e abuso do grande ‘medo’ que todos temos de um dia não sermos mais úteis e/ou necessários. Entretanto, temos muita vontade de viver.

No lado dos caras maus, temos o ator Jacob Scipio (Waldo, 2020) como Armando Armas, e a atriz mexicana Kate del Castillo (A Rainha do Tráfico, 2011) como Isabel Aretas. Eles vivem filho e mãe. Duas pessoas unidas por sangue, mas ainda mais por ódio e sede de vingança. Eles serão o foco principal que unirá nossa dupla icônica com o pessoal da AMMO (os novos mocinhos).

Quando falamos de ‘mocinhos’, temos um novo time. Essa equipe é formada por: a tenente Rita (Paola Núñez); por uma policial especialista em invasões chamada Kelly (Vanessa Hudgens); por um nerd enorme e musculoso de nome Dorn (Alexander Ludwig); e por um hacker e atirador de elite chamado Rafe (Charles Melton). Gostei muito da cena em que a nova turma tenta cantar o lema dos renomados detetives. Bom alívio cômico naquele momento!

Finalizando, se divirta assistindo Smith e Lawrence, Mike e Marcus, os Bad Boys… Certamente é garantido que você terá alguns bons momentos de ação, enquanto os cinquentões tentam não fraturarem nenhum osso, ou serem assassinados por uma esposa muito brava. Chegaremos ao fim da inegavelmente emocionante trama de “Bad Boys: Para Sempre” com algo, que para mim, foi um belo de um ‘gancho’ para um novo Bad Boys. Só espero que não demorem muito para isso, pois, nossa dupla de Bad Boys já estão pintando os grisalhos fios de seus cavanhaques.

__________________________________________________________________________________________________________________

Data de lançamento: 30 de janeiro de 2020
Duração: 2h 04min
Elenco: Will Smith, Martin Lawrence, Vanessa Hudgens, Joe Pantoliano
Gênero: Ação, Comédia, Buddy Cop, Policial
Direção: Bilall Fallah, Adil El Arbi
Orçamento: 90 milhões USD
Produção: Will Smith, Jerry Bruckheimer, Doug Belgrad
Distribuidora: Sony Pictures

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

30 Comentários

  • Valéria
    fevereiro 17, 2020

    Carol, cê acredita que nem vi os filmes antigos? Kkkkkk não viajo tanto na vibe de filmes de ação, pelo menos não nos anos 90. Via muito com meu pai dos anos 80 ou ainda mais antigos . Mas Will Smith é sempre uma boa pedida. Apesar de fugir bastante da minha zona de conforto, acho que darei chance pra essa trama…

    Küss

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Hey, Valéria… Eu também curto muito os filmes de ação dos anos 80. Eu sou apaixonada no Sylvester Stallone (o de ‘ontem’ e o de ‘hoje’)!
      Bom, se você resolver dar uma chance para essa franquia, eu espero de verdade que se divirta muito.
      Beijão

  • Karina Rodrigues
    Karina Rodrigues
    fevereiro 17, 2020

    Ai, Carol. Esse não é necessariamente meu gênero preferido e vc sabe, mas foi impossível nao ficar animada com sua empolgação por essa estreia. Eu ainda deixo passar, mas quem sabe um dia?!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Lembro até agora da sua cara, lá no hostel, quando eu disse que QUERIA MUITO ir nessa cabine. Empolgada que sou…

  • Erika Monteiro
    fevereiro 17, 2020

    Oi, tudo bem? O que dizer do Smith? É um dos meus atores favoritos junto com Tom Cruise, Tom Hanks, Ben Affleck, Jim Carrey. Já assisti quase todos os filmes com ele. Um maluco no pedaço também é bem divertido. Quanto a esse filme assisti um pedacinho do primeiro mas não lembro muito do enredo faz bastante tempo. Fiquei surpresa quando soube da continuação. Aliás, surpresa sobre vários lançamentos. Começando pela continuação de Exterminador do futuro. Espero que esteja melhor e que 2020 seja um ano incrível pra você. Um abraço, Érika =^.^=

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Erika, eu escrevi uma crítica sobre O Exterminador do Futuro também. Olha… Achei muito legal. Eu sou muito apegada a memórias afetivas. E ver Sarah Connor na ativa de novo, me desequilibrou. hahahaha Eu pirei! E em IMAX ainda.
      Beijão, e que seu 2020 seja ótimo também.

  • Alice Teixeira
    fevereiro 17, 2020

    Oi oii,
    Tá um filme que era ótimo no início e que acabou sendo estragado por diversas vezes durante os anos. Eu adorava ver Bad Boys e morria de rir toda vez que revia, mas não fique tão feliz com este. Sei que muitos gostaram, mas pra mim não foi.

    P.s.: força amiga, sei como é difícil passar por luto e perdas de bens, tudo num período tão curto.

    Beijoss, Enjoy Books

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Oi Alice! Que pena que não gostou, querida. Eu achei muito legal. E sabe que farão mais, né? É a promessa!!!
      Beijão e obrigada pelo carinho.

  • RENATA CRISTINA SILVA AVILA
    fevereiro 16, 2020

    Bad Boys, Bad Boys…
    É so falar essa frase que a musica ja vem na cabeça.
    Amo esses dois, mas vou te contar, estava apavorada com essa continuação. Achei que iam estragar de verdade nossas lembranças

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Renata, essa música é demais, né? Leva a gente lá no início da franquia. Eu adoro!
      Mas, confesso a você que me diverti. Achei que estragou não. Eles tão inteirões ainda…
      Ou seja, aguentam o próximo que estão pensando em produzir. hahahahaha

  • Ana Elisa Monteiro
    Ana Elisa Monteiro
    fevereiro 16, 2020

    Ei Carol, esse é um filme que eu sempre falo que vou ver e depois desisto. Não sei porquê. Eu lembro de ter visto o primeiro a muito tempo atrás e gostado. Depois de ler a sua crítica eu vou colocar o segundo em dia e já ver o terceiro também. Parabéns pela crítica

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Aahhh, vê sim, Aninha! São bem divertidos. É filme pra desestressar…. dar umas risadas!
      Espero que goste. Beijão

  • Vic
    fevereiro 16, 2020

    Carol, confesso que filmes de ação não são os meus favoritos, não… Na verdade, eu não conhecia a série de filmes! Hahahaha mas parece bem interessante, principalmente por ser nostálgico. Nada como tocar nossa memória, né?! Prometo que vou tentar dar uma chance!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Mas, você é mais novinha. Não deve ter pegado a fase que Bad Boys bombava. hahahaha Essa música não sai da minha cabeça. E a memória afetiva é daquele jeito… hahahha

  • Vitor Dam
    fevereiro 16, 2020

    Uma das coisas bacanas do cinema é justamente essa capacidade de ser o que quiser. Se todos filmes fossem de uma maneira ou os gêneros fossem todos engessados certamente não seriamos tão apaixonados pela sétima arte.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Eu concordo Vitor! Que arraso de comentário…
      Por isso que eu aproveito mesmo quando saio para me divertir com um filme “não tão sério”.
      A vida já quer nos engessar. Não vou perder as poucas chances que tenho para dar risada…

  • Debora Sapphire
    fevereiro 16, 2020

    Eu ainda não conhecia esse filme, então gostei de ler as suas considerações sobre o mesmo. Eu também gosto muito de filmes de ação. E quando vou ao cinema, vou para ver coisa impossíveis e que me impressionem igualmente. Bem, para me divertir também. Enfim, achei muito bacana saber da sua opinião a respeito do filme.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Debora, você é das minhas. Se diverte pelo o que o filme é, né?
      Se for pra ver realidade eu ligo naqueles jornalecos que escorrem sangue, da hora do almoço! hahahaha

  • Lilian de Souza Farias
    fevereiro 16, 2020

    Primeiro, lamento por sua perda e pela catástrofe que ocorreu em sua cidade, espero que você fique bem e se recupere. Sobre o filme, não assisti, não conhecia e não sabia que era recorde de bilheteria fora do país, certamente vai ser sucesso por aqui, o que gostei é saber da música do Bob Marley. ‘Não se torna ruim por ser nostálgico.’ concordo plenamente com você.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Oi Lilian! Obrigada pelo carinho e sensibilidade…
      Então, o filme é bem divertido. Eu acho que os saudosistas estão sempre em alerta quando saem filmes assim, de franquias antigas. Eu curto demais.
      Abraços <3

  • Leticia Rodrigues
    fevereiro 16, 2020

    eu adoro esse filme, toda vez que assisti ri horrores kkk, essa dupla funciona muito comigo e com muita gente, por mim teriam mais filmes com os dois.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Leticia, eu ouvi dizer que virá mais filme sim senhora! Melhor pra gente, que adora, que ri e se diverte, né?
      Sorry haters hahahhahaa

  • Hanna Carolina Lins de Paiva
    fevereiro 15, 2020

    Eu me amarro na franquia dos Bad Boys e quero ver esse filme logo que puder! =)
    Amo essa dupla que se mete em confusões, arranca risadas do público e ainda resolvem tudo no final! kkk
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 22, 2020

      Verdade, Hanna. Sempre muita confusão, e no final tudo dá certo.
      Eu ri e me diverti demais da conta!!!
      Beijão

  • Nayara Borges
    fevereiro 13, 2020

    Nossa, que nostálgico deve ser esse filme. Eu assisti o primeiro Bad Boys há muitos anos e nossa, é um filme sensacional, com ação e comédia. Eu sou fã do Will Smith, sempre admirei a atuação dele. Eu confesso que não sabia da estreia de Bad Boys Para Sempre, fiquei curiosa para assistir. Com certeza deve ser um filme divertido.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Nayara, eu fiquei feliz quando descobri. Eu já fiquei cantando a música tema uns 3 dias antes de ir pra cabine de imprensa. hahahhahaa Eu gostcho muitcho!!!
      Espero que você se divirta como eu me diverti. Beijão

  • Yasmine Evaristo
    fevereiro 10, 2020

    Ao mesmo tempo que a memória me provoca a vontade de assistir ao filme, o receio me impede. Tenho dificuldade em ver sequencias sem ser crítica demais. Adorei o que você apontou das crises de idade, mas ao mesmo tempo me pareceu semelhante demais a premissa de Máquina Mortífera 3. Provavelmente o que mais me atrairá mesmo será a música tema, que na época do lançamento era cantada pela banda Inner Circle, uma das minhas preferidas de infância/adolescência.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Eu imagino que o senso crítico fale mais alto nessas horas. Eu sou meio desprendida mesmo. Vou mais pra me divertir, pra rir, pra sair da mesmice. Só que compreendo que quem tem esse olhar mais crítico muitas das vezes não dá conta mesmo…

  • Regiane
    janeiro 30, 2020

    Eu adoro filme assim! Will Smith é maravilhoso. Quero assistir. Ser a que vai rolar um outro? Os tios aguentam o tranco!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Eu acho que vai acabar rolando outro sim, migs. Eles estão ótimos! Eu ri demais… hahahaha