FILMES

AS PANTERAS 2019 | CRÍTICA

19 novembro, 2019 por

A nova versão de ‘As Panteras’ volta a ser destaque na mídia depois de dezesseis anos com um reinício que segue a mesma ideia de uma agência de detetives da série de TV e dos filmes anteriores. Sim, a agência Townsend Agency agora é um serviço mundial de segurança e inteligência que tem equipes em todo o planeta e o filme vai se concentra em uma dessas equipes que formaram a próxima geração das Panteras.

O novo filme não é bem um reboot como prometido, está mais para uma continuação indireta dos longas As Panteras e As Panteras – Detonando. A sinopse da nova aventura traz uma jovem engenheira que cria uma perigosa tecnologia que pode se tornar uma arma mortal nas mãos erradas. E as Panteras unidas colocam suas vidas em risco para proteger o mundo contra a promessa de detonação mundial.

Dizendo assim até pode parecer bobo, mas o filme tem um bom tempo de duração e é bem divertido. Divertido, moderno com um toque bem feminino, que deve agradar os fãs da série e conquistar novos. Visto que o final da saga já de cara abre margem para um futuro cheio de conteúdo.

A atriz e diretora Elizabeth Banks (Escolha Perfeita) assume a direção deste novo capítulo com a maestria de quem conhece o universo de As Panteras, desenvolvendo a trama com muita referência ao passado, além de atualizar a história quando necessário.

Surpresa também na escolha de elenco para o novo filme. A pouco conhecida Ella Balinska (Jane Kano) foi descoberta por Elizabeth, durante testes para escolher o trio de atrizes; conquistando um papel que teve nomes cotados como Lupita Nyong’o e Janelle Monáe. Naomi Scott (Elena Houghlin) , que já contribuiu com uma boa dose de girl power em Aladdin é a engraçada sarcástica de crepúsculo Kristen Stewart (Sabina Wilson).

Na época em que vivemos, onde o empoderamento feminino é algo em voga, o tema combina diretamente com tudo que a franquia sempre nos mostrou, ainda mais agora, as garotas são lideradas por uma uma mulher, que é a própria Elisabeth Banks, como sua nova Bosley.

Em uma trama até que bem armada e cheia de cenas de mortes e muita ação, certamente muitos reviews e opiniões de público vão reclamar da abordagem grosseira que as meninas tratam o mundo ‘masculinizado’. Mas é justamente por isso meus amigos, é mais do que atual neste quesito.

Os momentos de ação são muito bons, mesmo com efeitos especiais um tanto improvisados e cenas esquisitas e de difícil aceitação dado o seu exagero. Não é nada que se equipare a Velozes e Furiosos, é mais fácil de aceitar. Os diálogos são extremamente divertidos e leves. A cena inicial é rápida e um pouco confusa devido ao excesso de cortes, já uma cena de ação vista no final é a melhor do longa.

Outro destaque do longa são os seus figurinos que deixaram muitas produções com inveja. A trilha sonora também reflete alguns artistas em alta de terminada época o famoso “ genérico de trilha sonora pop comercial”que agrada o grande público.

As Panteras vale muito a pena. Seja por sua história no mundo do cinema e do entretenimento, ou pelo elenco bem afiado. Uma nova geração de espiãs que irão conquistar o público. Compre sua pipoca e se divirta pois este filme é puro entretenimento com uma bela dose de empoderamento feminino.

_______________________________________________________________________________________________________________

Resultado de imagem para as panteras" Data de lançamento: 14 de novembro de 2019 (Brasil)
Duração:1h 59min
Direção: Elizabeth Banks
Música composta por: Brian Tyler
Adaptação de: As Panteras
Gêneros Ação, Comédia
Produção: Elizabeth Banks, Elizabeth Cantillon
Elenco: : Kristen Stewart, Naomi Scott, Ella Balinska

Distribuidor: SONY PICTURES

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário