CINEMA

CRÍTICA | ANNABELLE 3: DE VOLTA PARA CASA

27 junho, 2019 por

Annabelle 3 : De volta para casa

Se Tem uma frase que resume bem Annabelle 3 : De volta para casa é dizer que ele diverte, mas não assusta. Sim, isso mesmo que você leu. Não espere muito sangue mortes e momentos sobrenaturais de tirar o fôlego. O filme é uma desconstrução das cenas óbvias de terror e mostra muito bem que o que parece ser, pode não ser.

Podemos dizer que trama é uma versão light de um típico filme da franquia, com menos medo e mais humor em uma história de terror teen que tirando a confirmação da sobrenaturalidade da menina, não tem nada praticamente para acrescentar a saga.

Com uma seleção variada de fantasmas e monstros, Annabelle 3 : De volta para casa é a história de uma noite na família Warrens , quando “sem querer” é libertado todos os demónios graças a boneca, subvertendo parte das expectativas por trazer alguma profundidade emocional à ocasião.

Crítica: Annabelle 3 : De volta para casa

Na sequência temos a filha Judy (McKenna Grace), sua babá Mary Ellen (Madison Iseman) e a amiga Daniela (Katie Sarife) enfrentam os espíritos influenciados e outros pequenos arcos, como o do crush Bob (Michael Cimino), alívio cômico com as bolas e galinhas.

A introdução promete um susto que não vem, e nela as aparições repentinas não vem acompanhadas de sons acentuados. Já na casa dos Warren, cria-se tensão através do silêncio, e no fim destes silêncios há… mais silêncio.

Quando há algum susto, este vem em um momento inesperado e logo acaba pois sem nenhuma explicação, os personagens conseguem vencer o mal que lhe assombravam e correm para outro perigo como se nada tivesse acontecido anteriormente.

Há um ambiente propicio para manter o espectador analisando os arredores, esperando por alguma aparição ao fundo de um quarto ou um corredor, sem necessitar de truques mais rebuscados de câmera, isso quem viu vai entender, aquelas flores eram mais assustadoras que muita teia de aranha por ai.

Espera-se que Annabelle 3: De Volta para Casa torne-se uma espécie de Goosebumps ou Scooby-Doo 2: Monstros à Solta para um público mais crescido, priorizando a diversão acima de uma coerência interna entre as entidades , que seguem conceitos próprios e que não fazem sentido algum juntas, mesmo com as histórias sendo contadas anteriormente pelo elenco.

As ameaças deixam a desejar em algo importantíssimo para qualquer filme de monstro: regras. Se por um lado essa despretensão permite uma grande variedade coisas criativas, te deixando numa posição de incerteza quanto ao que virá em seguida, a natureza frenética do terror é limitada e não deixa aquele frio na barriga ao sair do cinema.

O sucesso nas bilheterias como sempre está garantido. Mas como um todo, o filme de Dauberman infelizmente não se solidifica, mas é uma boa coletânea de sustos com humor que deve agradar o público casual de terror.

Curiosidades:

– Annabelle 3 é o sétimo filme da franquia Invocação do Mal
– Os dois primeiros filmes da franquia fizeram sucesso na bilheteria: Annabelle foi produzida com um investimento de 6,5 milhões de dólares e arrecadou mais de US$ 257 milhões, enquanto Annabelle 2 teve um orçamento mais alto, de US$ 15 milhões, mas arrecadou US$ 306 milhões nas vendas de ingresso.
– O brinquedo do mal é objeto mais temido do casal de demonologistas Ed e Lorraine Warren (Patrick Wilson e Vera Farmiga), passou rapidamente de figurante a principal rosto do universo criado pelo diretor James Wan,
– O autor que também é conhecido por Jogos Mortais (2004), longa que o revelou, e Aquaman (2018).

 

_______________________________________________________________________________________________

Data de lançamento 27 de junho de 2019 (1h 46min)
Direção: Gary Dauberman
Elenco: Mckenna Grace, Madison Iseman, Katie Sarife mais
Gênero Terror
Nacionalidade EUA

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • Carol Nery
    junho 28, 2019

    Ana, eu realmente me diverti muito.
    E eu até gosto desse estilo de terror… Realmente fiquei procurando na tela de onde vinha o próximo susto, e ele não chegava. hahahhaa
    Mas, entendo bem que o filme não vai agradar a grande massa. Só vou esperar pra ver a crítica montar em cima. Abraços.