FILMES

#ALIVE | CRÍTICA NETFLIX

02 outubro, 2020 por

O primeiro filme escrito e dirigido por Il Cho (co-produtor de ‘Assassino Profissional’) retrata o fascínio dos sul-coreanos por zumbis e como sabem trabalhar bem essas premissas com bastante equilíbrio entre o drama e a ação desenfreada.

Na trama de #Alive, o jovem protagonista, interpretado pelo ator Yoo Ah-In, vive um dia normal de sua vida tediosa, até perceber que está bem no meio do epicentro de um vírus que está infectando toda a população da Coreia do Sul e, após algum tempo de quarentena em casa, ele começa a acreditar que está sozinho no mundo e surta com os efeitos do isolamento.

Até que certo dia descobre que sua vizinha, vivida pela atriz Park Shin-Hye (Memórias de Alhambra) também segue viva e bem. Juntos eles entram em uma luta frenética para sobreviver e encontrar um abrigo seguro, até que a tal ajuda possa chegar.

Provando que os zumbis ainda não se esgotaram como pano de fundo para trabalhar novos assuntos no cinema, “#Alive” traz um pouco de ação, um pouco de gore e muita reflexão existencial sobre as consequências a longo prazo do distanciamento.

Seja ele causado por pandemias, seja pelas comodidades e vícios das novas formas de comunicação, vale a oportunidade de pensar sobre a importância das relações e sua função como parte integral da humanidade, tudo isso enquanto se evita ataques de mortos-vivos e explodem cabeças pelo ar.

O tempo inteiro não temos nenhum aprofundamento na história do protagonista e nem em como deu-se início nesta infecção de pessoas normal que se tornaram canibais.

De início Ah-In leva a história sozinho na versão will smith vibes com maestria e em nenhum momento deixa cair o suspense e a angústia que é em estar sozinho em um espaço que deveria ser de segurança e proteção, sua própria casa.

Dessa premissa, Il Cho desenvolve uma narrativa envolvente, criativa e até mesmo original, que flerta com obras inglesas como ‘Extermínio’ e ‘Todo Mundo Quase Morto’. Até mesmo com o francês ‘A Noite Devorou o Mundo’.

A escalação de Ah-In Yoo para liderar a obra foi vital para alcançar o grande espectro de sentimentos trabalhados ao longo da narrativa. O jovem ator já havia demonstrado um incrível alcance emocional estrelando o longa “Em Chamas”, de 2018, e aqui possui liberdade para viver outro personagem mais complexo do que parece no papel. A sensibilidade de Yoo é assim o principal fator de sucesso desta produção.

O filme ainda conta com Lee Hyun Wook, Hee Jung, Kim So Zo e Jeon Bae Soo em seu elenco. Por sua vez, o cineasta Cho Il-hyung assume a direção do projeto baseado em um roteiro co-escrito por ele ao lado de Matt Naylor.

Assista ao trailer:

#Alive é a prova viva de que uma premissa intimista é uma saída difícil, porém forte o suficiente para ficar marcada na memória do público. Não que o filme desdenhe do famoso “jump scare” ou algumas sequências sanguinolentas, só que elas ficam em segundo plano.

Cho Il (diretor e roteirista) dá espaço para o drama de um protagonista que precisa ficar isolado em seu apartamento, sem informações sobre a família, sem esperanças e em breve sem comida. Qualquer semelhança com a nossa realidade não é mera coincidência!

________________________________________________________________________________________________________________

Título: #Alive
Direção: Il Cho
Duração: 1h 39m
Ano: 2020
Distribuidor: Lotte Entertainment
Gênero: Terror/Drama 
Onde assistir: NETFLIX

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário