Bom gente, vocês já devem ter percebido que eu e a Tay Vieira somos viciadas na premiação, não é mesmo? Pra finalizar nosso especial desta edição, vamos deixar registrado nossas apostas!!!

Já estamos aqui na torcida pelos nossos queridinhos e esperamos que estejam também! E se você não tem queridinhos… Calma!!! Não se desespere!
Vou deixar aqui o link das resenhas de cada uma das principais apostas da noite. Ainda dá tempo de se familiarizar com as histórias, e não ficar igual a Glória Pires na última edição (coitada, será sempre exemplo neh!).

MELHOR FILME

A Chegada – Nossa Resenha AQUI!

Até o Último Homem – Nossa Resenha AQUI!

Estrelas Além do Tempo – Nossa Resenha AQUI!

Moonlight: Sob a Luz do Luar

Um Limite Entre Nós – Nossa Resenha AQUI!

A Qualquer Custo

La La Land: Cantando Estações – Nossa Resenha AQUI!

Manchester à Beira-Mar – Nossa Resenha AQUI!

Lion: Uma Jornada para Casa – Nossa Resenha AQUI!

 

APOSTA DA TAY: Lion: Uma Jornada para Casa
Desde 2009 tenho o costume cult de assistir todos os filmes indicados ao Oscar e é com um grande orgulho que digo; só errei o filme que leva a maior estatueta da noite duas vezes (Birdman e O Artista).  Este ano estou em duvida se a minha aposta é com base na emoção ou na razão, de qualquer maneira, não existe um filme melhor (na minha opinião) do que Lion para levar a estatueta para casa, o roteiro é sensacional, a historia tocante, as interpretações vivas, a fotografia dolorosa ao mesmo tempo em que é linda, e sem contar que é uma história real, posso estar enganada, mas neste ano apesar da disputa ser bem acirrada, e La La Land ser a aposta de 8 em cada 10 pessoas, acredito que Lion é o filme mais completo e tem grandes chances de vencer.
APOSTA DA KARINA: La La Land: Cantando Estações
Bom, eu sou uma apaixonada, alucinada, enlouquecida por musicais. Admito que vou apostar mais em La La Land do que deveria, mas não me importo! Estou torcendo de verdade por ele. Se existe algum filme que o ameace, na minha opinião é Moonlight. Mas a minha aposta de coração é La La Land! É um filme que veio pra homenagear a própria indústria cinematográfica e acho que isso pesou bastante sua responsabilidade. Ele cumpriu com honras.

Melhor Diretor

Denis Villeneuve – A Chegada
Mel Gibson – Até o Último Homem
Damien Chazelle – La La Land: Cantando Estações

Kenneth Lonergan – Manchester à Beira-Mar
Barry Jenkins – Moonlight: Sob a Luz do Luar
APOSTA DA TAY: Damien Chazelle – La La Land: Cantando Estações
Esse foi de longe o filme que menos gostei de todos que assistir do Oscar este ano, mas é preciso admitir a riqueza do mesmo, apesar de ser um musical, o diretor teve a sensibilidade de tornar a musica principal, mas não o foco. O amor, a vida real, as nuances de um relacionamento, isso ficou em foco, então apesar de não ter gostado do filme por diversos fatores, acredito que La La vai ser um dos maiores ganhadores da noite e nesse ganho inclui certamente a estatueta de melhor diretor
APOSTA DA KARINA: Damien Chazelle – La La Land: Cantando Estações
Chazelle pra mim é um exemplo de persistência. Com apenas 31 anos, ele praticamente programou seu sucesso na indústria. Assumiu ter realizado inicialmente o premiado Whiplash (em 2015) para ganhar credibilidade e espaço para enfim lançar La La Land. E olha o sucesso. Se ele não ganhar, eu vou ficar MUITO admirada e decepcionada. 

Melhor Atriz
Isabelle Huppert – Elle
Ruth Negga – Loving
Natalie Portman – Jackie

Emma Stone – La La Land: Cantando Estações
Meryl Streep – Florence: Quem é Essa Mulher?
APOSTA DA TAY: Natalie Portman – Jackie
Quando o assunto é Natalie sou particularmente tendenciosa e apaixonada, a nossa historia de amor vem desde Star Wars e serei fiel a ela até o fim. Tenho serias duvidas a respeito dessa estatueta, uma vez que Emma Stone fez um belíssimo trabalho em La La, mas acredito que a interpretação pessoal e realista de Jackie renda a Natalie (grávida assim como estava em 2011) a sua segunda estatueta e vai ser muito justa.
APOSTA DA KARINA:Emma Stone – La La Land: Cantando Estações
Acredito que a categoria seja indicada para aqueles que se desconstroem e criam algo novo, em uma forma que você nunca o tenha imaginado. Ao contrário de seu colega de cena Ryan Gosling, que já havia feito personagens sóbrios e românticos, Emma surpreendeu e emocionou. E isso tudo com canto e dança, um pacote completo. Apesar de ter gostado muito da Natalie, que esbanja eficiência, e da Meryl que é diva absoluta, torço muito pelo reconhecimento do esforço da Emma!
Melhor Ator
Casey Affleck – Manchester à Beira-Mar
Andrew Garfield – Até o Último Homem

Ryan Gosling – La La Land: Cantando Estações
Viggo Mortensen – Capitão Fantástico
Denzel Washington – Um Limite Entre Nós
APOSTA DA TAY: Andrew Garfield – Até o Último Homem
Tenho serias duvidas a respeito dessa categoria, costumo dizer que todo ator que se desconstrói inteiro para construir um personagem acaba levando a estatueta para casa, foi o caso de Di Caprio, Mcconaughey, entrei milhares de outros, com base nisso, a minha aposta é no Andrew, quem viu o filme sabe do que estou falando, era praticamente impossível enxergar o brincalhão homem aranha no jovem herói de guerra, então apesar de gostar muito de Casey em Manchester, acredito que Andrew leva pra casa. Entretanto, não irei me espantar se Ryan abocanhar mais essa para LaLa
APOSTA DA KARINA: Denzel Washington – Um Limite Entre Nós
Vou tentar não apostar em La La Land mais uma vez… Apesar de achar merecido se o Ryan ganhar! Poxa… o cara canta, dança e aprendeu a tocar piano para o filme!!! Porém, o Denzel chamou bastante a minha atenção em Fences. Apesar de ter sido o filme que menos gostei (devido à características dos personagens que não consigo assimilar), o trabalho realizado pelo ator é louvável! Ele não segue a linha de nenhum personagem anterior, e consegue te fazer criar uma relação direta com o personagem (boa ou ruim). 

Melhor Ator Coadjuvante
Mahershala Ali – Moonlight: Sob a Luz do Luar
Jeff Bridges – A Qualquer Custo
Lucas Hedges – Manchester à Beira-Mar
Dev Patel – Lion: Uma Jornada para Casa

Michael Shannon – Animais Noturnos

APOSTA DA TAY: Dev Patel – Lion: Uma Jornada para Casa
Quem por acaso ainda não assistiu Lion, por favor, assista, é do tipo de filme que nos marca eternamente de uma maneira boa e confusa, e muito disso se deve a entrega de Dev ao seu papel, é possível em alguns momentos tocar a sua confusão diante da vida, as suas duvidas e indecisões, foi simplesmente maravilhoso ver este filme e a interpretação de Dev que em “Quem quer ser um milionário” já havia sido sensacional, se elevou em outro nível.
APOSTA DA KARINA:Mahershala Ali – Moonlight: Sob a Luz do Luar

Apesar de ter gostado muito do trabalho de Dev Patel, minha aposta vai para Mahershala Ali. Muito se dá à aposta do filme em descaracterizar um personagem negro, morador da periferia e chefe do tráfico e colocá-lo como um alguém doce, compreensivo e atuante na vida do garoto Chiron como nenhum outro foi. Mas o ator desempenhou esse trabalho lindamente e fica difícil não se sentir grato ao cuidado e a acolhida que este dispensa. *Obs.: Infelizmente, devido a enorme demanda de críticas essa semana, a resenha de Moonlight não ficou pronta à tempo. Vou deixar abaixo uma imagem para exemplificar o trabalho do ator no filme (créditos na imagem).

Melhor Atriz Coadjuvante
Viola Davis – Um Limite Entre Nós

Naomie Haris – Moonlight: Sob a Luz do Luar
Nicole Kidman – Lion: Uma Jornada para Casa
Octavia Spencer – Estrelas Além do Tempo
Michelle Williams – Manchester à Beira-Mar

APOSTA DA TAY: Viola Davis – Um Limite Entre Nós
A rainha e mais quem? Viola, mil vezes Viola, a nossa Annalise perfeita! Quem acompanha o trabalho, a entrega e os milhares de prêmios que ela vem colecionando ao longo da sua brilhante carreira, então apesar de amar (e muito) a querida Octavia não acredito que a sua interpretação em Estrelas tenha sido pário para Viola. Pelo conjunto da obra, pela grande fase que esta vivendo e pela interpretação dolorosa e fria, a minha aposta é com certeza na minha musa Viola.
APOSTA DA KARINA: Viola Davis – Um Limite Entre Nós

Apesar da minha aposta ser a mesma da Tay, preciso dizer que está categoria está bem concorrida! A Octavia é maravilhosa, a Naomi Harris fez um trabalho admirável e a Nicole Kidman esbanjou doçura em sua linda personagem! Porém a Viola é o pacote completo desta edição! Ela passa a impressão de conseguir representar qualquer coisa e possui uma versatilidade incomparável! Acredito que seja o seu momento de sair vitoriosa!

 

Melhor Roteiro Original
Taylor Sheridan – A Qualquer Custo
Damien Chazelle – La La Land: Cantando Estações
Yorgos Lanthimos e Efthimis Filippou – The Lobster
Kenneth Lonergan – Manchester à Beira-Mar
Mike Mills – 20th Century Women

APOSTA DA TAY: Damien Chazelle – La La Land: Cantando Estações
Definitivamente Lala é a minha grande aposta neste ano, acredito que ela irá arrematar tudo menos o melhor filme.
APOSTA DA KARINA: Damien Chazelle – La La Land: Cantando Estações
Como já disse, apostaria até no Bingo da Igreja em La La Land! E o Chazelle é maravilhoso. Todo o trabalho meticuloso dele nesta produção merece ser valorizado.

Melhor Roteiro Adaptado
Eric Heisserer – A Chegada
August Wilson – Um Limite Entre Nós
Allison Schroeder e Theodore Melfi – Estrelas Além do Tempo
Luke Davis – Lion: Uma Jornada para Casa
Barry Jenkins e Tarell Alvin McCraney – Moonlight: Sob a Luz do LuarAPOSTA DA TAY: August Wilson – Um Limite Entre Nós
Gostei muito de Estrelas, mas aqui não é a respeito de sentimento e sim de logica, então embora tenha amado Estrelas, acredito que Fences foi um trabalho maravilhoso de adaptação do teatro para o cinema.
APOSTA DA KARINA: Barry Jenkins e Tarell Alvin McCraney – Moonlight: Sob a Luz do Luar

Eu amei “Estrelas Além do Tempo” e “Lion”! Se um dos dois sair vencedor eu vou amar. Porém, Moonlight apresenta um desafio maior na adaptação para as telonas. Todo o filme é um trabalho de desconstrução de preconceitos e construção de sentimentos, e isso é algo que deve ser valorizado. Apesar de ter minhas ressalvas sobre o filme, acredito que mereça o prêmio pelo conjunto da obra. 

Melhor Canção Original
“Audition (The Fools Who Dream)” | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul – La La Land: Cantando Estações
“Can’t Stop the Feeling” | Música e canção de Justin Timberlake, Max Martin e Karl Johan Schuster – Trolls
“City of Stars” | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul – La La Land: Cantando Estações

“The Empty Chair” | Música e canção de J. Ralph e Sting – Jim: The James Foley Story
“How Far I’ll Go” | Música e canção de Lin-Manuel Miranda – Moana: Um Mar de AventurasAPOSTA DA TAY: “City of Stars” | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul – La La Land: Cantando Estações

Não tem pra ninguém, Lala levará mais essa.
APOSTA DA KARINA: City of Stars” | Música de Justin Hurwitz, canção de Benj Pasek e Justin Paul – La La Land: Cantando Estações
Não vou nem usar palavras para descrever, apenas dizer que desde que assisti o filme estou igual ao Cumpadre Washington na imagem abaixo!

 

Melhor Fotografia
Bradford Young – A Chegada
Linus Sandgren – La La Land: Cantando Estações
Greig Fraser – Lion: Uma Jornada para Casa
James Laxton – Moonlight: Sob a Luz do Luar
Rodrigo Prieto – SilêncioAPOSTA DA TAY: James Laxton – Moonlight: Sob a Luz do Luar
APOSTA DA KARINA: Linus Sandgren – La La Land: Cantando Estações
Leiam a minha resenha, pois lá detalhei tudo que achei sobre a fotografia fantástica desse filme!

 

Melhor Maquiagem e Cabelo
Eva Von Bahr e Love Larson – A Man Called Ove
Joel Harlow e Richard Alonzo – Star Trek: Sem Fronteiras
Alessandro Bertolazzi, Giorgio Gregorini e Christopher Nelson – Esquadrão SuicidaAPOSTA DA TAY E DA KARINA: Alessandro Bertolazzi, Giorgio Gregorini e Christopher Nelson – Esquadrão Suicida

 

Melhor Mixagem de Som
Bernard Gariépy Strobl e Claude La Haye – A Chegada
Kevin O’Connell, Andy Wright, Robert Mckenzie e Peter Grace – Até o Último Homem
Andy Nelson, Ai-Ling Lee e Steve A. Morrow – La La Land: Cantando Estações
David Parker, Christopher Scarabosio e Stuart Wilson – Rogue One: Uma História Star Wars
Greg P. Russell, Gary Summers, Jeffrey J. Haboush e Mac Ruth – 13 Horas: Os Soldados Secretos de BenghaziAPOSTA DA TAY: Kevin O’Connell, Andy Wright, Robert Mckenzie e Peter Grace – Até o Último Homem
APOSTA DA KARINA:Bernard Gariépy Strobl e Claude La Haye – A Chegada

 

Melhor Edição de Som
Sylvain Bellemare – A Chegada
Wylie Stateman e Renée Tondelli – Horizonte Profundo: Desastre no Golfo
Robert Mackenzie e Andy Wright – Até o Último Homem
Ai-Ling Lee e Mildred Iatrou Morgan – La La Land: Cantando Estações
Alan Robert Murray e Bub Asman – Sully: O Herói do Rio HudsonAPOSTA DA TAY E DA KARINA: Robert Mackenzie e Andy Wright – Até o Último Homem

 

Melhores Efeitos Visuais
Craig Hammack, Jason Snell, Jason Billington e Burt Dalton – Horizonte Profundo: Desastre no Golfo
Stephane Ceretti, Richard Bluff, Vincent Cirelli e Paul Corbould – Doutor Estranho
Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones e Dan Lemmon – Mogli: O Menino Lobo
Steve Emerson, Oliver Jones, Brian McLean e Brad Schiff – Kubo e as Cordas Mágicas
John Knoll, Mohen Leo, Hal Hickel e Neil Corbould – Rogue One: Uma História Star Wars


APOSTA DA TAY: John Knoll, Mohen Leo, Hal Hickel e Neil Corbould – Rogue One: Uma História Star Wars
APOSTA DA KARINA: Stephane Ceretti, Richard Bluff, Vincent Cirelli e Paul Corbould – Doutor Estranho

Só vamos opinar nas categorias em que assistimos todos os concorrentes, claro!
Nas demais, com certeza iremos anotar os destaques.Não perca, logo mais às 22:30h terá início a cerimônia!!!
Vamos cruzar os dedos!