LIVROS

A GAROTA DO PENHASCO – LUCINDA RILEY | RESENHA

14 outubro, 2019 por

A Garota do Penhasco de Lucinda Riley

Sabe aquela leitura que te prende do inicio ao fim? Aquele livro cativante e emocionante? Então, hoje irei falar para vocês sobre “A Garota do Penhasco” de Lucinda Riley, publicado pela editora Arqueiro esse ano. Então vamos saber mais sobre a história?

Para superar uma desilusão amorosa, Grania Ryan deixou Nova York e voltou para a casa dos pais, na costa da Irlanda. Lá, enquanto caminhava na beira de um penhasco ela conhece Aurora Lisle, uma garotinha de oito anos que mudará sua vida.

Apesar dos avisos da mãe para ter cuidado com os Lisles, Grania e Aurora se aproximam cada vez mais. Com Grania mais próxima de Aurora e o belo e misterioso pai da menina, Alexander, sua mãe decide mostrar para ela o quão próxima às famílias Ryan e Lisles já estiveram.

Sendo assim, por meio de cartas antigas Grania descobre a história de Mary, sua bisavó, e percebe a relação que existiu entre as duas famílias. Entre o passado e presente, acompanhamos a história de mulheres fortes, capazes de grandes sacrifícios por amor. Não aquele amor onde duas pessoas se apaixonam loucamente, e sim aquele amor que sentimos pelas pessoas que estão perto de nós.

Desde o primeiro livro que li de Lucinda, percebi que ela era uma autora incrível, e eu não estava errada. Como disse no início desse texto, “A Garota do Penhasco” é uma história que te cativa tanto, que você não consegue parar de ler. Na verdade, em pleno domingo, com mil coisas para fazer, eu só consegui parar de ler quando ele chegou ao final.

“- (…) Mas que importância tem, afinal, de onde venho e como me visto? – Ele a encarou. – Eu diria que é uma questão mais sua do que minha.”

A Garota do Penhasco - Lucinda Riley

E que final pessoas. Meu Deus do céu. Sou dessas pessoas que quando está lendo, entra na história e vive ela. Não sei se com todo mundo é assim, nunca perguntei a ninguém, mas, nesse livro em especial, eu fui envolvida pela leitura.

Lucinda tem um jeito de contar a história, mesclando presente e passado sem fazer com que a gente se perca nos acontecimentos, atiçando nossa curiosidade e complementando uma parte com a outra.

Aurora é uma menina cativante, nos apaixonamos por ela logo na primeira linha que a personagem aparece. Com Grania é diferente, ela nos prende por todo o mistério que faz sobre sua partida de Nova York. Isso me gerou uma curiosidade tremenda, e eu ficava me perguntando o que teria acontecido com ela e com Matt.

Ah Matt, uma coisa que gostei da história é que Lucinda também nos mostra um pouco da vida de Matt em Nova York. Não é spoiler, mas só para todos entenderem, Matt era o noivo de Grania. Então conseguimos ver tudo o que está acontecendo com ele lá, enquanto Grania está na casa dos pais. Alexander por sua vez, é aquele personagem misterioso, que faz com que a gente tenha uma pequena quedinha, porque quem não gosta de um mistério?

Mary e sua vida em um país em guerra, tomando decisões importantes que afetam a todos em sua vida. E Anna, a criança Lisle que entrou em sua vida e que consegue nos encantar como Aurora, e que também faz muitas escolhas que alteram a vida de todos na história.

“(…) – Ela apertou as mãos dele e o encarou, nervosa. – Acha que a gente precisa mesmo de um pedaço de papel para mostrar ao mundo que nos amamos? Não seria mais significativo ficarmos juntos sem precisar disso?”

 Lucinda Riley

Algo interessante na edição, é que alguns dos capítulos são intercalados por partes de um “livro” escrito por Aurora. Isso dá a entender que é a menina que conta a história, e a está escrevendo em forma de livro, com algumas observações que faz no “presente” em que está.

Concordo, quando a sinopse fala que esse é um enredo de mulheres fortes, não é apenas uma personagem que mostra sua força durante a história, e sim todas. Até mesmo aquelas que aparecem muito pouco e que nem sempre vamos gostar delas. Escolhas são difíceis, e quando elas afetam as pessoas que estão ao nosso entorno, acabam se tornando mais ainda.

“A Garota do Penhasco” é uma história sobre amor, sobre família, sobre amizade. Uma história sobre escolhas, encontros e desencontros. Uma história emotiva, que nos encanta, e encheu meu coração a medida que ia lendo. E a única coisa que eu posso dizer, é que esse é um dos livros mais lindos que eu li.

Agora vamos falar da capa? Não sei se todos acompanham as redes sociais da Arqueiro, mas a capa desse livro foi escolhida através de uma enquete nas redes sociais. E só preciso fazer elogios sobre ela, porque é realmente muito bonita.

Lucinda Riley nasceu na Irlanda, e já trabalhou como atriz. Seu primeiro livro foi escrito aos 24 anos e suas obras já foram traduzidas para mais de 30 idiomas e venderam mais de 12 milhões de exemplares em todo o mundo. Lucinda está na lista de autores mais vendidos do The Sunday Times e The New York Times (o que não é surpresa nenhuma, com essas histórias maravilhosas que escreve).

O que eu acho interessante sobre a Lucinda, é que em seu site ela coloca curiosidades sobre a história, como: perguntas e respostas sobre a história, as citações que outros leitores gostaram, e perguntas sobre a história para que os leitores respondam. Se quiser ver mais, clique aqui e vá até o site da autora.

“Era uma época mais sombria, em que se dava pouco valor à vida humana, em que a sobrevivência, na maioria das vezes, era tudo que importava.
Eu gostaria de dizer que aprendemos a lição.
Mas os humanos raramente olham para o passado até terem cometido os mesmos erros.”

_____________________________________________________________________________________________________________

Título: A Garota do Penhasco
Autora: Lucinda Riley
Ano: 2019
Páginas: 416
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance, Drama, Ficção
Adicione à sua lista do Skoob
Onde Comprar: Amazon

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • […] A GAROTA DO PENHASCO – LUCINDA RILEY | RESENHA […]