A Caçadora de Dragões é o primeiro livro da série Iskari, escrito pela autora Kristen Ciccarelli, tem 398 páginas e foi públicado pela editora Seguinte. Um Jovem Adulto que mistura fantasia e aventura.

Quando pequena, Asha, a filha do rei de Firgaard sofria com terríveis pesadelos. Para ajudar a afastá-los, sua mãe contava as histórias antigas que há muito tempo haviam sido proibidas no reino por dois motivos: serem perigosas para a vida de quem as contava e atrair os dragões. Conhecedora de várias histórias, a menina acabou atraindo Kozu, o primeiro dragão, que se virou contra ela e atacou o seu reino. Agora com dezessete anos, ela é uma caçadora de dragões temida e intitulada de Iskari, nome de uma deusa letal.

Obrigada a se casar com o comandante do exército de seu pai, Asha vê na missão de matar Kozu uma salvação para cancelar a união. Ao mesmo tempo em que ela vai atrás do dragão, Drax, seu irmão, pede para que ela salve um escravo de um terrível fim nas mãos de seu noivo. Essa é a história que encontramos em “A Caçadora de Dragões ”.

“Que a morte envie seu pior. Frio para congelar o amor no meu coração. Fogo para transformar as memórias em cinzas. Vento para me obrigar a passar pelos seus portões. E tempo para enfraquecer a minha lealdade. Esperarei você nos portões da morte.”

A Caçadora de Dragões

Montar a sinopse de A Caçadora de Dragões, não foi uma coisa muito fácil, saber o que colocar do enredo para que vocês pudessem entender do que realmente se trata, é sempre um desafio. Mas o que eu não disse na sinopse, falarei durante a resenha. Primeiramente, não foi uma leitura fácil. No início, eu não conseguia me ligar na história, mas quando cheguei no meio, a coisa mudou totalmente de figura. Acho que é aquela coisa de começo de série, que vai te situando onde tudo se passa e o que existem por trás dos personagens.

Asha não passa a ideia de uma alguém invulnerável, e sim de uma garota que cresceu acreditando no que as pessoas diziam sobre ela e fazendo desse, o seu papel. Ela não faz as coisas por ser uma boa pessoa, com um bom coração, e sim, porque ela possui um único objetivo em mente – matar Kozu e se livrar do casamento. Aliás, apesar do livro ter um foco em Asha, ela não é a única mulher forte na história: sua prima, Safira e a nativa, Roa, apesar de não terem destaque se mostram fortes também, além de algumas outras garotas que conhecemos no final da leitura.

“Asha nunca tinha voltado sem matar um dragão, e não pretendia começar agora. Afinal, ela era a iskari, e tinha metas para atingir.”

A CAÇADORA DE DRAGÕES - KRISTEN CICCARELLI

A CAÇADORA DE DRAGÕES - KRISTEN CICCARELLI

Mas, o que mais chamou a minha atenção em A Caçadora de Dragões é que apesar de ter um romance no meio, ele não ocupa toda a trama e acaba acontecendo de forma gradual e bem devagar, não é aquela paixão arrebatadora com apenas um olhar. Asha tem seu objetivo em vista a todo o momento. Outra coisa bacana, é que alguns capítulos são intercalados com as histórias antigas, fazendo com que o leitor vá conhecendo mais sobre o passado dessa sociedade.

No site da autora possui uma frase que traduz muito bem do que o livro se trata: “autora de livros sobre dragões mortais, garotas fodas e inimigos que salvam uns aos outros”. Nele, também consegui ver algumas das capas da história em outros países, e quero dizer que a capa Brasileira para mim é a mais bonita de todas: com a cor vermelha e uma marca no fundo que dá a impressão de escama, além do desenho de dois dragões em preto e branco. Antes de começar a escrever, Kristen Ciccarelli trabalhou como cozinheira, livreira independente e ceramista. “A Caçadora de Dragões” (The Last Namsara) é seu primeiro livro, foi nomeado para o Indigo’s Best Books for Teens em 2017, e está sendo traduzido para onze idiomas.

RESENHA DE LIVRO

“Asha tinha perdido o medo do fogo depois que o primeiro dragão deixara uma cicatriz profunda no lado direito de seu corpo. Agora, uma armadura à prova de chamas, feita com o couro de todos os dragões que já havia matado, a cobria da cabeça aos pés. O couro curtido sobre sua pele e o elmo favorito, com chifres negros, que imitava a cabeça de um dragão, a protegiam.”

________________________________________________________________________________________________________________

RESENHA A CAÇADORA DE DRAGÕESTítulo: A Caçadora de Dragões 
Autora: Kristen Ciccarelli 
Ano: 2018 
Páginas: 398 
Editora: Seguinte | Gênero: Fantasia, Jovem Adulto 
Adicione a sua lista do Skoob  | Onde comprar: Amazon