Sou definitivamente conhecida pelo meu jeito frio, distante e sem paciência, se existe alguém que tem total preguiça de romance esse alguém sou eu, mas quando as pessoas acham que encontraram uma linha de raciocínio na minha pessoa que faz sentido, eu me desvencilho dela e mostro outra face. Diante disso revelo que sou apaixonada por filme água com açúcar, sou a maior telespectadora desse gênero que você respeita, eles são um dos meus amorzinhos, já vi quase todos que existem e mesmo odiando ver filmes repetidos, alguns assisti mais de uma vez.

Como sei que não estou sozinha (por favor, né, gente?!) nessa paixão meio boba por filmes desse tipo, resolvi fazer uma resenha com o TOP 5 filmes água com açúcar que todo mundo precisa assistir, pra ser sincera, são bem mais que 5 e foi realmente muito difícil conseguir peneirar entre tantos que amo e tirar só esses. Por isso tenham em mente que o top é de 5, mas na verdade, poderia ser de 10, 15, 20 ou até mais.
  • Um linda mulher (Pretty Woman).
    Ano: 1990 / Diretor: Garry Marshall
Acho que todo mundo ja viu este filme e quem não viu, provavelmente não viveu. Como ter uma vida feliz e completa sem ver a musa Roberts nesse papel maravilhoso? Como? Contando a história de Vivian (Julia Roberts) uma prostituta que trabalha em Hollywood e acaba totalmente por acaso sendo contratada pelo magnata Edward (Richard Gere) para o fazer companhia por uma semana. Só de trazer uma garota de programa como mocinha ja mostra o quanto esse filme é diferente e apesar de ter uma leve romantização da vida de garota de programa, Uma Linda Mulher, é totalmente sobre o amor, a maneira do nada que ele surge e a pureza deste sentimento. Vivian durante o período que passa com Edward se transforma nela mesma, mas ela que estava escondida por baixo desse emprego triste e depreciativo, enquanto Edward se descobre um homem apaixonado, heroico e romântico. Este filme é sem duvida um dos romances mais lindos que já vi, lembro que o assisti com a minha mãe há muitos anos atras e ela era tao apaixonada por este filme que gostei dele nos primeiros minutos. Se você gosta de romance improvável e bonito, Uma Linda Mulher, foi feito para você.
  • Um lugar chamado Notting Hill (Notting Hill).
        Ano: 1999 / Diretor: Roder Michell

 
Se passando na Grã-Bretanha, Notting Hill, trás mais uma vez a maravilhosa Julia Roberts no papel principal, dessa vez ela é Anna, uma famosa atriz que tem absolutamente tudo, menos um amor verdadeiro. Durante a sua passagem pela Inglaterra, ela conhece por acaso um jovem vendedor de livros, o doce, gentil, fofo e muito amorzinho Will (Hugh Grant), os dois se tornam amigos e aos poucos se apaixonam. No filme é possível ver como esse sentimento surge de maneira lenta e linda em cada um deles, de um lado uma estrela mundialmente conhecida e bem sucedida, de outro um dono de livraria pacato e atrapalhado, mas que quando estão juntos não passam de apenas um homem e uma mulher. Apesar de trazer o velho clichê de pessoas que vivem em mundo totalmente diferentes podem sim se apaixonar e viver um grande amor, Notting Hill é leve e trás o amor na sua mais bonita forma e sem deixar de lado as diversas dificuldades que pessoas que se gostam encontram para ficarem juntas. Uma das comedias românticas mais bem sucedidas de todos os tempos, sucesso total de critica e de publico, Notting Hill é um filme pra ser visto diversas vezes e é capaz de nos fazer emocionar em cada uma delas.
 
  • Um dia (One Day). 
Ano: 2011 / Diretor: Lone Scherfig
Baseado em um aclamado Best-Seller, Um Dia, é o tipo de filme que te faz pensar na vida, nas suas atitudes e no futuro, sabe como? Ele te deixa com um certo medo de não ser esperto o suficiente para perceber quando algo esta acontecendo e perder tempo demais com besteiras ao invés de apenas ser grato por estar vivo e aproveitar absolutamente tudo. Dexter (Jim Sturgess) e Emma (Anne Hathaway) se conheceram em 1988 em sua formatura e concordam de se encontrarem uma vez por ano, na mesma data, 15 de Julho, para ver como estão suas vidas e ficarem um pouco juntos. Com o passar dos anos diversas coisas acontecem para os dois, incluindo romances, e são narrados ao longo do filme, mas não importa o que acontece, eles sempre se encontram na mesma data. Com o passar dos anos, os dois enfim entendem o verdadeiro significado de seus encontros e o que um sente pelo outro e é quando eles precisam lidar com as consequências e peculiaridades da vida. Assistam este filme, vejam o recado que ele passa, entendam a fragilidade da vida e vamos ser (eu falo isso pra mim também) mais espertos e gratos, pois (cuidado com o clichê) a vida é realmente um trem bala e a gente não passa de passageiros.
  • Questão de tempo (About time).
 

 

Ano: 2013 / Diretor: Richard Curtis



Se você quer um filme maravilhoso do começo ao fim, leve, sem grandes dramas, que não arranca lágrimas de tristeza e que mesmo assim toca fundo na sua alma, assista, Questão de Tempo, por favor, assista esse filme. Em seu aniversario de 21 anos Tim (Domhnall Gleeson), recebe de seu pai a noticia de que todos os homens da sua família podem viajar no tempo, desde que seja em um passado que eles já viveram, não se pode ir antes do seu nascimento ou para o futuro, apenas o passado. No começo Tim fica meio cético com a informação, mas logo descobre que o seu pai estava falando a verdade e ele começa a usar o seu dom em beneficio próprio, depois de muitas tentativas e viagens, ele enfim consegue o coração de Mary (Rachel McAdams) e embora este casal seja de fato o principal foco do filme, ele não deixa de falar um pouco sobre os outros personagens. Com uma fotografia maravilhosa, colorida, viva e fazendo com que a estética do filme seja perfeita, Questão de Tempo é o tipo de filme feliz e comum, mas que passa um recado bonito e consegue nos deixar pensativo e muito feliz.
  • Como perder um homem em 10 dias (How to Lose a Guy in 10 Days).
Ano: 2003 / Diretor: Donald Petrie
 
 
O principal objetivo dessa resenha era falar sobre comedias românticas, mas acabou que achei melhor falar sobre romances com um pouquinho de drama ou comedia, mas mesmo o foco tendo mudado um pouco, eu não poderia deixar de falar sobre um dos meus filmes prediletos do mundo, sou apaixonada por essa história (e pelo vestido amarelo maravilhoso). Ben Barry (Matthew McConaughey) é um publicitário que aposta com o seu chefe que consegue fazer qualquer mulher se apaixonar por ela em apenas 10 dias e caso ele consiga, o seu chefe irá lhe dar uma concorrida conta da empresa. Do outro lado temos linda Andie Anderson (Kate Hudson), uma jornalista que esta escrevendo uma matéria sobre as principais coisas que as mulheres fazem que acabam terminando seus relacionamentos em 10 dias. Os dois não muito por acaso se conhecem em um bar e acabam tornando alvo de seus respectivos planos, porem mesmo com tudo para dar errado, eles se apaixonam e vivem uma louca historia de amor. Já devo ter visto este filme 100 vezes e todas gosto o mesmo tanto, se você quer um clichê disfarçado com boas risadas e amor improvável, este filme é seu.
 
 
 
Gostaram das dicas? Vocês ja conheciam todos os filmes? Qual o seu favorito? Qual faltou? Comentem na resenha respondendo essas perguntas e me deem dicas de qual romance ou comedia romântica vocês gostam e eu preciso assistir.
“O amor é a coisa mais importante do mundo. Tão importante que a segunda coisa mais importante do mundo fica em terceiro.”
Com carinho, Taay