Destaques

novidades por e-mail

16 abril 2019

CRÍTICA DE ESTREIA | CÓPIAS – DE VOLTA À VIDA

CRÍTICA DE ESTREIA | CÓPIAS – DE VOLTA À VIDA
Distribuidora: Paris Filmes | Género: Ficção científica, Suspense | Duração: 1h48

Pensa num  filme que você não consegue tirar os olhos das cenas e não faz a mínima ideia do que vai acontecer.  Sim este é “Cópias - De volta à Vida” uma sensação de realidade e futuro acontecendo tudo ao mesmo tempo. Com tecnologias “simples” o filme mostra do que somos capazes e até onde nossas vontades podem nos levar.

A história de um cientista  que se torna obcecado em trazer de volta seus familiares que morreram em um acidente de trânsito é muito mais do que os clichés de tecnologia que você está acostumado. Tratando de temas polêmicos como clonagem e testes em humanas, o drama te faz repensar e olhar de vários ângulos uma mesma situação familiar.


CRÍTICA DE ESTREIA | CÓPIAS – DE VOLTA À VIDA

Depois que sua família morre num acidente, um neurocientista ousado (Keanu Reeves) não sossega até trazê-la de volta à vida, mesmo que isso signifique travar uma luta contra um laboratório controlado pelo governo, a polícia, e as próprias leis da física e da ciência. Seu sentimento de perda do sentido da vida, faz com que o protagonista utilize seu meio de trabalho para ir além do que seria a ética e os princípios para novas descobertas científicas.

+ CRÍTICA DE ESTREIA | O GÊNIO E O LOUCO

O seu estudo que envolve a transferência da consciência humana para um hospedeiro robótico, ajuda-o a se utilizar justamente desse projeto para criar réplicas de sua família. Mas quando a informação vaza, ele enfrenta a interferência das autoridades e também de seus empregadores. Como entretenimento serviu seu valor, conseguiu me manter interessada e me imaginar o vendo nas noites entediadas de sábado quando tudo que você quer é um bom filme e  muita pipoca.

CRÍTICA  | CÓPIAS – DE VOLTA À VIDA

Muitas pessoas podem até criticar as cenas, pois começa meio chato, mas depois pega um ritmo bem interessante. Não é o melhor filme do Keannu, mas também está longe de ser péssimo. O tom divertido na figura do seu colega, Ed (Thomas Middleditch) é o alívio que todo filme tenso e polêmico necessita.

+ CRÍTICA DE ESTREIA | SUPERAÇÃO: O MILAGRE DA FÉ (BREAKTHROUGH)

O elenco ainda conta com Alice Eve (de “Além da Escuridão – Star Trek”) que vive a esposa de Will, Mona Foster, o longa tem roteiro de Chad St. John. e Stephen Hamel e direção de Jeffrey Nachmanoff (roteirista do filme “O Dia Depois de Amanhã” e produtor de “O Turista”).


Enfim, fato é que o “Cópias - De volta à Vida” se tornou o primeiro fracasso de bilheterias de 2019 ao arrecadar míseros US$ 2,5 milhões em seu primeiro final de semana nos EUA, e mesmo assim a Paris Filmes lançará o filme nos cinemas nacionais. Mas se você como eu e não se deixa levar pela crítica, a gente se encontra nos cinemas a partir do dia 18 de abril? Bora?!

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in