Destaques

novidades por e-mail

04 outubro 2018

CRÍTICA DE ESTREIA | VENOM


Distribuidora: Sony Pictures | Estreia: 04/10/2018 | Gênero: Ação, Ficção Científica | Duração: 1h52

Com o mundo dos super-heróis tão em alta hoje em dia, a proposta da estreia dessa semana é mostrar o outro lado desse universo, o lado dos anti-heróis. Em “Venom” Eddie Brock (Tom Hardy) é um jornalista investigativo famoso por expor as pessoas e fazê-las serem demitidas. Noivo da advogada Anne Weying (Michelle Williams), ele se vê em um dilema quando é designado a fazer uma entrevista com o Dr. Carton Drake (Riz Ahmed), afinal, ele tem convicção que o cientista está metido em coisas erradas e queria poder desmascará-lo, mas tem ordens de apenas fazer uma entrevista tranquila, outro fato que pesa nesse dilema, é que Anne é a advogada de Carter. Quando Eddie entra em contato com uma simbionte alienígena, que tem o nome Venom, ele se torna uma máquina de matar incontrolável, que nem ele é capaz de conter. Essa é a premissa do filme que estreia hoje, 4 de outubro, nos cinemas.


Tenho que confessar que como muita gente, virei alguém bem viciada nesse universo cinematográfico da Marvel e da DC. Tenho até uma amiga que é minha companheira de cinema, quando estreia algum filme dentro desses universos. Mas para qualquer fã do gênero, “Venom” deixa muito a desejar. A premissa da produção é bem bacana, poder conhecer como um famoso inimigo do Homem-Aranha surgiu, e a história por trás dele, mas o enredo não foi bem trabalhado. Preciso dizer que do início do longa, até finalmente Eddie e Venom virarem um, demorou, e eu pensei que a qualquer momento eu fosse dormir dentro da sala.


Quando penso em Marvel, logo vêm na minha cabeça ótimos trabalhos, com efeitos espetaculares e diálogos bem elaborados que sempre tem um tom de humor. Os efeitos do longa realmente estão bons, a transformação de Eddie para Venom ficou bem bacana, mas senti falta dos diálogos mais elaborados, e mais daquele tom brincalhão que é a cara da Marvel, existe sim algumas piadinhas, mas elas acabaram se perdendo no meio da história (como a discussão de Eddie e Venom sobre ele ser um parasita ou não). Mas como disse outras vezes aqui no blog, as pessoas possuem opiniões diferentes, o que não me agradou, pode agradar várias pessoas. Não descarto que a produção é uma boa pedida se você for com expectativas baixas (o que não foi o meu caso).

Para os fãs de quadrinhos, durante a Comic Con Experience que ocorreu este ano em São Paulo, Handy disse aos fãs em uma mensagem gravada, que o longa seria inspirado nos quadrinhos Protetor Letal do Venom, que teve seis edições e foi publicada em 1993. “Venom” é o quinto filme da Marvel lançado em 2018 (precedido por “Pantera Negra”, “Vingadores: Guerra Infinita”, “Deadpool 2” e “Homem-Formiga e a Vespa”), e estreia no ano do 30º aniversário da sua primeira aparição nos quadrinhos (maio de 1988). Há rumores divergentes sobre ele fazer parte desse universo, mas não vi nada descartado sobre uma possível aparição do vilão em outras produções. O ator Tom Hardy confessou que o personagem Venom é o favorito de seu filho Louis Thomas Hardy, e que isso foi um fator decisivo para que ele aceitasse o papel. Ele também comentou que Louis deu várias dicas para que ele interpretasse o anti-herói.


Para quem deseja assistir ao filme tem duas cenas pós crédito bem daquele jeito padrão Marvel, uma no meio e outra no final. CUIDADO, meu pequeno spoiler é apenas sobre o tema das cenas, não sobre o que acontece nelas em si, se não quiser saber é melhor deixar de ler aqui: a primeira mostra outro vilão do universo do Aranha, já a segunda é uma pequena amostra do que está por vir na animação “Homem-Aranha: No Aranhaverso” que tem previsão de estreia para o dia 10 de janeiro.


Na produção de “Venom” estão Avi Arad (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”), Stan Lee (“Homem Formiga e a Vespa”), Amy Pascal (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”) e Matt Tolmach (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”). A direção ficou por conta de Rubem Fleischer (“Santa Clarita Diet”). Já no elenco, além de Hardy (“O Regresso”), Michelle Williams (“Oz: Mágico e Poderoso”) e Riz Ahmed (“Rogue One: Uma história Star Wars”), estão também Mac Brandt (“Colony”), Jenny Slate (“Zootopia”) e Reid Scott (“De Volta para Casa”).

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. Ah, que pena que o filme não funcionou para você! Hoje, li uma crítica muito positiva e estava com muita esperança, mesmo não sendo um universo que eu domine bem!rs
    Não que não curta super heróis e seus inimigos, só sei lá, acabo vendo por ver, por amar cinema e tals!
    Mas mesmo com os pontos negativos, tenho certeza absoluta que verei este filme assim que for possível!!!
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1047877464016543750

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana,
    Sou muito fã de filmes de super-heróis e desde que assisti ao trailer de Venom fiquei bem curiosa para conhecer este anti-herói. A escolha dos atores, principalmente Tom Hardy, também contribui para meu interesse em assistir ao longa. O que acredito ser a primeira parte do filme (que é onde conhecemos Eddie Brock) me parece bem interessante, pois sua profissão tem um lado bem polêmico, só talvez seja uma parte mais lenta o que pode entediar um pouco o telespectador. A união dos dois personagens em um só é algo diferente para este tipo de filme e é nessa parte que se cria muitas expectativas sobre o enredo. Pelo trailer os efeitos visuais estão bem legais, nada muito extraordinário, mas que funcionam bem para o filme. Vale lembrar que Venom não é um filme exclusivo da Marvel, mas sim em parceria e talvez isso tenha contribuído para que o longa não tenha o mesmo “espirito” que os demais do universo. Ainda assim, quero muito assistir ao filme e espero curtir a proposta de um personagem que não é herói nem vilão.

    https://twitter.com/GisahSLopes/status/1047964146409594880

    ResponderExcluir
  3. Sou fã do universo dos heróis... Leio as hqs, assisto as animações, séries e os filmes e quando vi que iriam lançar uma adaptação do Venom, fiquei um tanto apreensiva quanto curiosa. Venom é uma nova iniciativa de um novo universo cinematográfico que não tem a ver com a Marvel e sim com a Sony e sua maior liberdade para explorar o universo do Homem Aranha. Logo, não temos o "amigo da vizinhança", outros heróis e nem Nova York. Então já estava ciente que deveria ir conferir só tendo base suas origens e alguns fatos da Hq para não me decepcionar e sim me divertir, já que é uma das poucas oportunidades de ver esse ser nas telonas. A questão visual está animal, mesmo faltando a parte do Venom ser mais VENOM, haha E as atuações da parte de alguns podem ter deixado a desejar mas ainda sim, é claro que irei conferir, hehe

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1048036382000779264?ref_src=twcamp%5Ecopy%7Ctwsrc%5Eandroid%7Ctwgr%5Ecopy%7Ctwcon%5E7090%7Ctwterm%5E3

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in