Destaques

novidades por e-mail

26 setembro 2018

CRÍTICA DE ESTRÉIA | UM PEQUENO FAVOR

Distribuidora: Paris Filmes | Estreia: 27/09/2018 | Gênero: Suspense | Duração: 1h59min Direção: Paul Feig 

Com a fórmula pronta de uma boa história de investigação criminal com doses de comédia o filme Um Pequeno Favor (A Simples Favor em inglês)  adaptação do romance de Darcey Bell, de mesmo nome  'Um Pequeno Favor' o primeiro livro da duologia, deixa confusa com tantas reviravoltas, traições, segredos, revelações, amor, lealdade, assassinato e vinganças.

A trama estilo noir pós-moderno dirigido por Paul Feig (“Missão Madrinha de Casamento”), pode ser dividido em três fases importantes: conhecendo a história das personagens, o momento do desaparecimento e o início das investigações e a conclusão quase inacreditável, que quebra suas expectativas e te entrega algo empolgante, mas sem muito sentido.


O enredo conta a vida de Stephanie (Anna Kendrick - “A Escolha Perfeita 2”), uma jovem viúva que divide o seu tempo entre a criação do filho e o seu trabalho como “vlogueira para mamães”. Tudo se inicia, quando ela conhece pela amizade de seu filho, sua melhor amiga rica e deslumbrante chamada Emily (Blake Lively - “Águas Rasas”). Mas quando a colega pede um simples favor de pegar seu filho na escola, e depois desaparece, Stephanie parte em uma jornada confusa e obscura no intuito de descobrir a verdade por de trás do que sua nova amiga que não era tão perfeita quanto se pensava.

Aterrorizada, ela busca ajuda nos leitores do seu blog. Até que ela e Sean (Henry Golding - “Crazy Rich Asians“), o marido falido e sem inspiração da personagem de Emily, recebem a notícia chocante: Emily está morta. O pesadelo de seu desaparecimento finalmente chega ao fim. Ou será que não?

A história cresce junto com a personagem principal que começa submissa, compassiva e manipulável e depois se torna corajosa, ambiciosa e decidida em suas ações e escolhas. É interessante perceber como o filme tenta nos envolver naquele conhecido vórtice de histórias como CSI, NCIS, Criminal Minds e tantas outras séries sobre investigação que empolga em cada pista descoberta e a cada segredo sendo desvendado.


A dualidade das sensações é bem equilibrada e torna o filme uma experiência diferente, pois não exagera na comédia sarcástica e ainda explora o suspense psicológico. Outro ponto que deve ser muito bem reforçado é como o filme tem um figurino digno de Gossip Girl, série que revelou Blake, e como o seu estilo moderno é contraposto ao de Stephanie e seu estilo caseiro e mais infantilizado, com estampas de bolinhas, listras e vestidos mais juvenis.

Em resumo, podemos dizer que o filme traduz bem o mistério de uma personagem que não é o que parece ser. Com um enredo com pontos bastante previsíveis, a cenas ainda conseguem entreter o suficiente para avançarmos com tranquilidade ao longo dos acontecimentos. Um Pequeno Favor brinca com a atenção ao apresentar personagens que não são nem um pouco confiáveis e um desfecho prazeroso (para quem curte finais com ironias do tipo, claro).


Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Primeira crítica que leio sobre este filme e como é um dos meus gêneros favoritos, já quero muito poder conferir!
    Nem tudo é o que parece e fugir pode não ter sido a saída.
    E no mais, o longa parece também trazer personagens muito bem construídos e com este ar de mistério e ironia(adoro)
    Com certeza, verei assim que tiver oportunidade.
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1044993935951761408

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana,
    Pela proposta, Um Pequeno Favor já chamou minha atenção, mas foi o elenco que contribuiu para minha curiosidade sobre o longa. Engraçado que pelo pôster do filme, não se imagina uma história no estilo investigação criminal e isso pode ser uma boa surpresa, para quem for assistir despretensiosamente. O contraste entre as personagens, suas vidas e personalidades acredito que seja para dar um impacto maior conforme as coisas venham a acontecer, como por exemplo a evolução de Stephanie que deixa de ser tão inocente para se tornar mais ativa e madura. Já vi Anna Kendrick e Blake Lively interpretarem muitos papéis, mas nenhum como estes e espero que a interação entre as duas seja algo que realmente funcione, para quem sabe no futuro vermos mais trabalhos delas juntas.

    https://twitter.com/GisahSLopes/status/1045043751201230848

    ResponderExcluir
  3. Essa a primeira crítica que leio a respeito deste filme e gostei. Quando vi o elenco e a divulgação, me interessei bastante. Personagens distintas tanto na vida quanto na personalidade se encontrando, coisas interessantes acontecem. Será bem legal acompanhar a evolução da Stephanie e sua busca por respostas neste mistério misturado com ironia que particularmente amo, hehe Assim que possível irei conferir.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1045128398513819648?ref_src=twcamp%5Ecopy%7Ctwsrc%5Eandroid%7Ctwgr%5Ecopy%7Ctwcon%5E7090%7Ctwterm%5E3

    ResponderExcluir
  4. Estou super curiosa tanto para o livro assim para ver o filme. Adorei saber um pouco mais sobre a trama e depois de ler a postagem e conferir o trailer fiquei ainda mais interessada. Gosto de tramas que nos prendam a atenção e deixam aquela dúvida sobre a verdade e a mentira.

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in