Destaques

novidades por e-mail

19 setembro 2018

CRÍTICA DE ESTREIA | BUSCANDO... (Searching)

Título: Buscando... ( Searching ) | Distribuidor: SONY PICTURES | | Estreia: 20/09/2018 | Duração: 1h 42min  | Direção: Aneesh Chaganty | Elenco: John Cho, Debra Messing, Michelle La | Gêneros Suspense, Drama | Nacionalidade EUA

Com bastante sucesso no Festival de Sudance e surpreendendo a crítica especializada, Buscando ... (Searching) , traz para as telas do cinema uma reflexão sobre a tecnologia e a ligação com as nossas vidas cotidianas em uma narrativa que se passa inteiramente “dentro” de uma tela de computador.

Buscando... tem definitivamente aqueles enredos tristes que te fazem se emocionar junto com os personagens, mas mesmo beirando o trivial, a trama consegue ser mais apreensiva do que dramática em seu desenrolar. E isso é perceptível logo pela abertura. Uma sequência clipada surpreendente, que te deixa confuso, sem saber o que está acontecendo no cinema.



A história em si, se passa após o desaparecimento da filha de 16 anos (Michelle La) de David Kim (John Cho - da série O Exorcista, da Fox), que ainda sofria pela perda da esposa e precisa pedir ajuda às autoridades locais. Já se passaram 37 horas e nenhuma pista foi encontrada, desesperado, David procura por mais informações no computador da menina, seguindo o seu rastro digital e se deparando com o seu maior temor “não saber que realmente não conhecia a sua filha”.

O longa que conquistou 89% de aprovação no Rotten Tomatoes, ganhou também o fascínio da imprensa, que considerou o filme como uma produção intrigante, com ótimas performances e uma base emocional que garante a identificação com o público, mostrando um lugar onde todas as pessoas guardam seus segredos: o mundo online.



Como no filme “Algo que Amizade Desfeita” (Unfriended, 2014), Buscando... segue a mesma estética de narração, mas o fato é que a questão soa muito mais realista e convincente aqui. Usando as palavras da Rolling Stone o diretor Aneesh Chaganty, construiu um thriller de alta voltagem contada pelos smartphones, telas dos notebooks, janelas de navegadores e filmagens de câmeras de segurança. Uma maravilha técnica, com um coração latente, que tem seu diferencial no resultado da história.

O formato investigação aberta, não deixa você descolar o olho da tela em nenhum momento em um enredo um tanto novelesco, mas compensado por reviravoltas criativas que justificam a experiência final.  Entre as questões atuais abordadas observamos o uso de avatares falsos, stalkeamento, buscas desmedidas e hipocrisias em trocas de likes.


Para finalizar recomendo esse filme como um imprescindível guia principalmente para os pais sobre o que esperar e o que realmente descobrir sobre os seus filhos.   Refletindo a realidade digital urbana de 2018 com eficácia, trata-se ainda de uma boa oportunidade para ver Debra Messing (de Will & Grace) num papel dramático (ela vive a delegada que assume o caso do desaparecimento). Bom filme e espero o seu comentário ou seria sua aprovação?


Detalhe importante:

A Sony Pictures Brasil traduziu para o português TODOS os textos, sites e conversas que aparecem na tela do computador, em um trabalho primordial que melhora ainda mais a experiência em assistir ao filme.

Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Oi Ana,
    Tanto a premissa quanto o trailer deste filme chamam atenção, pois trás temas importantes onde muitos pessoas poderão se identificar. Com isso o filme também carrega certa responsabilidade de fazer com que o enredo convença o telespectador mostrando coisas totalmente possíveis de acontecer e alertando pais sobre o que cerca seus filhos. A forma como as cenas foram gravadas tem tudo a ver com uma das questões mais marcantes do longa que é a tecnologia. Deve ser bem angustiante acompanhar a busca de David Kim por sua filha e mais ainda ao ir percebendo junto com ele coisas como a relação entre os dois não estava da maneira que ele imaginava. Buscando...é o tipo de trama que gosto e claro que irei assistir.

    https://twitter.com/GisahSLopes/status/1042527092838211584

    ResponderExcluir
  2. Acabei de ver um pedaço do trailer na TV e já ia procurar mais informações porém, tem resenha no blog, adorei! Achei a premissa muito boa, o tema tecnologia levanta questões muito importantes (Já dizia Black Mirror, hehe). Ver a busca do pai pela filha que ele achava que conhecia bem, será bastante interessante e angustiante de acompanhar, ainda mais na forma como eles resolveram gravar que achei sensacional. Buscando que me aguarde, já estou louca para conferir.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1042584995653660676

    ResponderExcluir
  3. Uma dos filmes mais aguardados por mim!!!
    Quando vi em um site que sigo com dicas de cinema e este filme foi citado, já me interessei por ele, por trazer tecnologia(assunto que não domino) e essa mistura gostosa de suspense, família e claro, os personagens muito bem construídos.
    Até onde a tecnologia pode ajudar e quando ela começa a destruir?
    A gente vê e lê casos como o da filha do moço no filme todos os dias.
    Com certeza, verei!!!
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1042730275309060096

    ResponderExcluir
  4. Com certeza este é um filme que super me interessa, sua postagem só agrega ainda mais o que vemos no trailer. Creio que seja um assunto que deve ser dicutido em uma sociedade tão conectada o tempo todo e de que forma isso influência na vida das pessoas.Espero poder conferir em breve.

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in