Destaques

novidades por e-mail

10 julho 2018

{ #RESENHA } A CAÇADORA DE DRAGÕES - KRISTEN CICCARELLI (#1 ISKARI)

Título: A Caçadora de Dragões | Autora: Kristen Ciccarelli | Ano: 2018 | Páginas: 398 | Editora: Seguinte | Gênero: Fantasia, Jovem Adulto | Adicione a sua lista do Skoob  | Onde comprar: Amazon  

“Que a morte envie seu pior. Frio para congelar o amor no meu coração. Fogo para transformar as memórias em cinzas. Vento para me obrigar a passar pelos seus portões. E tempo para enfraquecer a minha lealdade. Esperarei você nos portões da morte.”

Quando pequena, Asha, a filha do rei de Firgaard sofria com terríveis pesadelos. Para ajudar a afastá-los, sua mãe contava as histórias antigas que há muito tempo haviam sido proibidas no reino por dois motivos: serem perigosas para a vida de quem as contava e atrair os dragões. Conhecedora de várias histórias, a menina acabou atraindo Kozu, o primeiro dragão, que se virou contra ela e atacou o seu reino. Agora com dezessete anos, ela é uma caçadora de dragões temida e intitulada de Iskari, nome de uma deusa letal.

Obrigada a se casar com o comandante do exército de seu pai, Asha vê na missão de matar Kozu uma salvação para cancelar a união. Ao mesmo tempo em que ela vai atrás do dragão, Drax, seu irmão, pede para que ela salve um escravo de um terrível fim nas mãos de seu noivo. Essa é a história que encontramos em “A Caçadora de Dragões”, o primeiro livro da série Iskari, lançado pela editora Seguinte este ano.


Montar a sinopse desse livro, não foi uma coisa muito fácil, saber o que colocar do enredo para que vocês pudessem entender do que realmente se trata, é sempre um desafio. Mas o que eu não disse na sinopse, falarei durante a resenha. Primeiramente, não foi uma leitura fácil. No início, eu não conseguia me ligar na história, mas quando cheguei no meio, a coisa mudou totalmente de figura. Acho que é aquela coisa de começo de série, que vai te situando onde tudo se passa e o que existem por trás dos personagens.

"Asha nunca tinha voltado sem matar um dragão, e não pretendia começar agora. Afinal, ela era a iskari, e tinha metas para atingir."

Asha não passa a ideia de uma alguém invulnerável, e sim de uma garota que cresceu acreditando no que as pessoas diziam sobre ela e fazendo desse, o seu papel. Ela não faz as coisas por ser uma boa pessoa, com um bom coração, e sim, porque ela possui um único objetivo em mente - matar Kozu e se livrar do casamento. Aliás, apesar do livro ter um foco em Asha, ela não é a única mulher forte na história: sua prima, Safira e a nativa, Roa, apesar de não terem destaque se mostram fortes também, além de algumas outras garotas que conhecemos no final da leitura.



Mas, o que mais chamou a minha atenção no livro é que apesar de ter um romance no meio, ele não ocupa toda a trama e acaba acontecendo de forma gradual e bem devagar, não é aquela paixão arrebatadora com apenas um olhar. Asha tem seu objetivo em vista a todo o momento. Outra coisa bacana, é que alguns capítulos são intercalados com as histórias antigas, fazendo com que o leitor vá conhecendo mais sobre o passado dessa sociedade.

No site da autora possui uma frase que traduz muito bem do que o livro se trata: “autora de livros sobre dragões mortais, garotas fodas e inimigos que salvam uns aos outros”. Nele, também consegui ver algumas das capas da história em outros países, e quero dizer que a capa do livro no Brasil para mim é a mais bonita de todas: com a cor vermelha e uma marca no fundo que dá a impressão de escama, além do desenho de dois dragões em preto e branco. Antes de começar a escrever, Kristen Ciccarelli trabalhou como cozinheira, livreira independente e ceramista. “A Caçadora de Dragões” (The Last Namsara) é seu primeiro livro, foi nomeado para o Indigo’s Best Books for Teens em 2017, e está sendo traduzido para onze idiomas.

“Asha tinha perdido o medo do fogo depois que o primeiro dragão deixara uma cicatriz profunda no lado direito de seu corpo. Agora, uma armadura à prova de chamas, feita com o couro de todos os dragões que já havia matado, a cobria da cabeça aos pés. O couro curtido sobre sua pele e o elmo favorito, com chifres negros, que imitava a cabeça de um dragão, a protegiam.”

Comentários via Facebook

9 comentários:

  1. Oi Ana,
    O melhor dos livros de fantasia é descobrir como é o mundo criado pelo escritor! Por isso, a criatividade é um elemento essencial!Pela sinopse e pela sua resenha fiquei curiosa para ler afinal adoro livros com dragões *--*
    https://www.facebook.com/stephanny.manini/posts/1339720822826479

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana,
    O livro tem uma história bem original, gostei de como foi montada, e principalmente por ter uma protagonista feminina que se destaca pela força, não sendo o romance o foco total.
    Foge um pouco do estilo que costumo ler, mas gostei do que foi apresentado.
    Beijos

    (Compartilhamento: https://mobile.twitter.com/Pantielly/status/1016733439675060224)

    ResponderExcluir
  3. Olá, é possível perceber que nesse primeiro volume o objetivo de Kristen foi deixar o leitor familiarizado com com o universo e mitologia criados, o que contribui para que a trama possa fluir mais precisamente. Ainda que abordar dragões não seja algo muito singular na literatura, é notável que aqui a autora consegue surpreender e deixar o leitor ansioso para a sequência. Beijos.

    https://twitter.com/ultronlizando/status/1016800060867252229

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana,
    Tive pouco contato com histórias sobre dragões, mas sempre achei a mitologia umas das mais interessantes do gênero. A Caçadora de Dragões apresenta alguns clichês dos livros de fantasia, mas, também leva o leitor há uma aventura que envolve muito mais do que a caça ao Kozu. Asha tem muito para provar a si mesma, pois ela carrega uma culpa e quer poder se redimir do que ocorreu quando criança e em meio a isso ela vai descobrir quem é por ela mesma ao invés de simplesmente seguir o que dizem sobre sobre si. Acho bem legal que romance não tome muito espaço neste primeiro livro, pois aqui o foco da autora deve ser situar o leitor em toda a ambientação, algo que pode deixar essa leitura mais arrastada mesmo, mas que, acredito, fará a leitura dos demais volumes mais intensa. Gostei muito do trabalho gráfico feito pela editora o que combinou bem com a proposta do livro.

    https://twitter.com/GisahSLopes/status/1016869717322149889

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha, gostei de como a história é montada e nos apresentada. Clichê em algumas coisas no quesito fantasia mas, bem envolvente. Asha é centrada, não dá ouvidos ao que dizem sobre ela, quer descobrir por si só. Por ser o primeiro de muitos... Apenas ficarei atenta. As capas brasileiras são sempre mais bonitas que as gringas, cada vez mais me convenço disto, haha Essa ficou lindona, até me enganou na primeira foto, achei que fosse capa dura, hehe

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1016873549670305792

    ResponderExcluir
  6. Só ficou um pergunta depois da resenha:tem dragões?rs
    Tenho lido muitas coisas positivas sobre este livro,mas em contrapartida, outras bem negativas, principalmente sobre o fato de não ter dragões de fato.
    Acredito que pelo que li acima, seja mais um livro sobre força de vontade, determinação e a eterna batalha de encontrar seu lugar no mundo.
    Asha é o tipo de personagem forte, que está ali por vários motivos e honrará isso até o fim!
    A capa é realmente lindíssima e espero poder conferir o livro em breve!
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1017002528234528769

    ResponderExcluir
  7. Primeira resenha que leio sobre o livro. Nunca tive a oportunidade de ler nada do gênero, mas achei uma proposta de leitura bem interessante, ainda mais essa mescla de passado e presente. Gostei de não focar muito no romance. Gostei da personalidade da protagonista.

    ResponderExcluir
  8. Primeira resenha que vejo do livro, não conhecia.
    Parece ser uma trama interessante, mas não despertou minha curiosidade.
    Único ponto que parece ser legal é que ele foca mais na trama e na protagonista do que no romance.

    Beijinhos
    She is a Bookaholic
    https://plus.google.com/u/0/+NicoleLonghi1/posts/Z38XXh1q1Nb

    ResponderExcluir
  9. Ana!
    Gosto de toda mitologia que envolve os Dragões.
    Pena que toda boa premissa do início que tornou a leitura mais lúdica, foi se perdendo no decorrer das páginas, causando um pouco de decepção por causa da cronologia.
    Bom final de semana!
    “A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!


    https://www.facebook.com/rudynalva.soares/posts/2252537761439705

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in