Destaques

novidades por e-mail

28 junho 2018

{#RESENHA} O CLUBE DOS OITO - DANIEL HANDLER

RESENHA DE LIVRO : O Clube dos Oito - Daniel Handler
O Clube dos Oito | Autor: Daniel Handler | Ano: 2018 | Páginas: 400 | Editora: Seguinte | Tradutor: Fabricio Waltrick  Adicione a sua lista do Skoob  | Onde comprar: Amazon

"É hoje. Hoje é o dia que Flannery Culp comete o crime. Quase posso sentir o comichão no couro cabeludo enquanto você coça a cabeça, leitor. Não achou que aconteceria tão cedo, não é mesmo?"

Um estilo é um estilo! Com certeza foi a primeira coisa que me veio à cabeça durante essa leitura. E se você já leu algum livro do Daniel Handler, é bem provável que aconteça com você também, pois traços tão característicos de sua escrita como esconder pistas em todas as frases, conversar diretamente com o leitor e testar sua atenção, se preocupar com a descrição detalhada dos personagens, inclusive com seus nomes e sobrenomes... "O Clube dos Oito" foi o primeiro livro escrito pelo autor (em 1999), e ele conta ter sido rejeitado 37 vezes por várias editoras devido à sua forma sombria e incomum de retratar a adolescência.

Em uma última tentativa de publicação, recebeu o conselho de escrever primeiro uma história "mais infantil" e assim surgiu seu gigante sucesso "Desventuras em Série" que eu já falei AQUI (que utilizou o pseudônimo de Lemony Snicket), amenizar sua escrita e depois voltar a escrever sobre temas mais pesados. Hoje, a editora Companhia das Letras vem trazer ao Brasil essa história tão avançada para sua época.

O Clube dos oito, do autor Daniel Handler ( mais conhecido por seu pseudônimo Lemony Snicket) foi publicado em 2018 pela Editora Seguinte, contem 400 paginas e a historia da jovem Flannery Culp e como ela se tornou uma assassina.

Flannery Culp era uma jovem comum do ensino médio e como tal tinha seu grupo de amigos, o conhecido "clube dos oito". Oito pessoas de personalidades bastante distintas mas com interesses em comum, bem peculiares e intelectuais. Mas Flannery agora está presa por assassinato e todo seu grupo foi envolvido no escândalo. Seria ocultismo? Bruxaria? Seita? Tantas coisas absurdas foram ditas sobre eles que a garota decide então divulgar seu inseparável diário, narrando diariamente o que aconteceu um ano antes (quando o crime ocorreu), mas antes decide "editar" o que for necessário. Em um misto de passado e presente, juntamente aos leitores, irá reler o que registrou e mudar os acontecimentos antes de entregá -lo à mídia.

"Estou sozinha neste lugar, sentada em frente a uma máquina de escrever com meu diário à esquerda e uma pilha de folhas datilografadas à direita. Releio meu diário datilografo minha vida em folhas de papel ultrabranco. Quando cometo um erro, só preciso voltar algumas letras e escrever por cima. Todos os vestígios de fatos equivocados e erros tipográficos vão desaparecer enquanto preparo este texto para enviar aos editores. Metaforicamente falando."

Tudo começou enquanto Flannery passava suas férias de verão na Itália e se descobriu apaixonada por Adam State, um garoto da escola. Tomada pelo clima romântico da região, decidiu se declarar por cartas de lá mesmo. Mas ao voltar para casa, aguardou de Adam um telefonema que nunca veio, um sinal de reciprocidade. Apesar disso, ela afirma que não estava em seus planos a morte de Adam State. Como em um jogo com cartas embaralhadas, poderia ter sido seu professor de matemática, sua professora de francês... Mas agora é a sra State que chora na TV a morte do filho.

RESENHA DE LIVRO : O Clube dos Oito - Daniel Handler

Como eu disse, a história vem carregada de muito humor sarcástico e sagacidade, elementos característicos de Daniel Handler. Na verdade, acredito que não exista uma linha do livro escrita à toa, todas carregam bastante significado e dicas. Uma prova disso é reler o prólogo da história, escrito em primeira pessoa pela personagem principal, após concluir a leitura. Outro elemento bem interessante incluído por Handler foi, ao final de cada capítulo, disponizar uma lista de vocabulário e um questionário referentes à parte lida, para que o leitor possa se atentar a informações importantes (ou ter esta ideia, já que os questionários fazem parte do diário pouco confiável da garota).

Flannery te conta no decorrer do livro de uma forma bem detalhada tudo que aconteceu, mas conta também que "pode estar" editando aquilo ali, que tem conhecimento avançado em estrutura de texto, é muito esperta e foi considerada por vários meios de comunicação como a líder do grupo. Você acredita na história que ela te conta? Os outros integrantes do clube dos oito são muito bem descritos e, devido a diferença de cada um, rapidamente você consegue identificá-los.

O Clube dos Oito - Daniel Handler

Confesso que venho de uma série sangrenta de thrillers psicológicos e este livro foi um alívio inteligente. Eu adorei! Ele pode não ter uma super trama inicialmente, mas tem uma reviravolta que conseguiu me pegar, uma história que prende a curiosidade e um final surpreendente. Eu já sou bem fã da escrita do autor desde "Desventuras em Série", uma das minhas série favoritas e que marcou minha adolescência, e não me decepcionei.

Claramente foi escrito nos anos 90, pelas referências que faz e a presença limitada de tecnologia. Sobre o teor sombrio, realmente está presente, mas de uma forma mais psicológica do que assustadora. Achei mais "pesado" o comportamento dos adolescentes, o que me lembrou bastante a série britânica de TV "Skins". Enfim, foi uma leitura que gostei bastante e indico aos interessados pelo gênero porque vale muito a pena.

Comentários via Facebook

2 comentários:

  1. Quando vi a divulgação fiquei bem interessada e curiosa para saber mais sobre a história que a garota dita na capa tinha para contar, o autor é conhecido e imaginei que me agradaria. Mas andei lendo outras resenhas e acabei perdendo um pouco o interesse, muitos comentários dizendo o quão confuso é a estória e o tanto que demora para engatar... Lendo sua resenha me animei novamente para dar uma chance, vamos ver se agora vai.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1012521834212884480

    ResponderExcluir
  2. Tenho três livros da série Desventuras, mas ironicamente está faltando o primeiro.rs então, até hoje não comecei a ler eles. Apenas vi a série, aliás, as duas temporadas. Mas com certeza, como a série é baseada na obra do autor, a gente pode perceber qual caminho ele leva para escrever.
    Este livro do Clube está na minha lista de desejados já tem um bom tempo, por esse lance de ter sido não muito bem visto e aceito por tantos,mas em contrapartida, por ter sido meio que adorado por outros tantos.
    Adoro histórias assim, que dão a entender uma coisa, quando na verdade não é nada daquilo.
    Com certeza, espero ler!
    Beijo
    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1012653197649948673

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in