Destaques

novidades por e-mail

11 junho 2018

{ #RESENHA } A RAINHA BRANCA- PHILIPPA GREGORY (A GUERRA DOS PRIMOS #01)

Titulo: A Rainha Branca |  Série: A Guerra dos Primos # 01 | Autora: Philippa Gregory |  Ano: 2012 | Páginas: 434 | Editora: Record | Adicione ao seu Skoob   Gênero: História, Romance Onde Comprar: Amazon

'A Rainha Branca', da rainha dos romances históricos Philippa Gregory, conta a história de Elizabeth Woodville, uma das rainhas dos Plantageneta na Inglaterra, família esta que reinou anteriormente aos Tudor e que foi uma das maiores do país ficando no poder durante mais tempo. A série, que ficou conhecida no Brasil como Guerra dos Primos, é composta de 4 livros lançados pela Ed. Record sendo 'A Rainha Branca' o primeiro deles. Todos os 4 livros contam a história da Guerra das Rosas pela visão de uma mulher, e Elizabeth Woodville é a primeira delas.

O livro se passa no período da Guerra das Rosas, que ficou conhecida pela rivalidade entre duas grandes famílias, os Lancaster, que tinham como símbolo uma rosa vermelha, e os York, que tinham como símbolo uma rosa branca. As suas famílias eram formadas principalmente por primos e disputavam incessantemente o trono da Inglaterra. Elizabeth, que era uma Lancaster, era viúva e tinha dois filhos do ex-marido, que morreu durante a guerra, e em um belo dia decide esperar na beira da estrada pelo Rei Eduardo IV, um York, para reivindicar as terras de seu marido para seus filhos. Ao ver Elizabeth, o Rei Eduardo se interessa por ela e passa a cortejá-la em segredo, pois na época ele estava noivo da Princesa da França e um romance com uma Lancaster não seria um bom negócio.


Depois de alguns encontros, os dois decidem se casar, também em segredo, antes que o Rei vá para a Guerra. Eles se casam tendo como testemunha a mãe de Elizabeth, Jacquetta, um pajem, e o padre, e quando o rei parte, fica a dúvida se ele voltará para reclamar Elizabeth como esposa. Depois que as batalhas terminam, o rei anuncia para todos o seu casamento com Elizabeth e a convoca ao palácio para tomar seu lugar como Rainha, o que desperta o ódio em várias pessoas que tirariam proveito do casamento do Rei com a Princesa da França, o principal deles sendo Lorde Warwick, conselheiro do Rei Eduardo, e os jovens irmãos do Rei. A partir da posse da coroa por Elizabeth, que se torna uma York, várias intrigas se desenrolam pelo trono, e Elizabeth se mostra uma mulher forte, ambiciosa e que faz de tudo para manter a si mesma e seu marido no poder.

Pra quem gosta de romances históricos, e quando digo isto falo de romances baseados em história real (até porque infelizmente este livro não tem tanto romance assim), ler Philippa Gregory é mandatório. A autora, famosa por basear seus romances em períodos históricos da Inglaterra, sabe encantar e prender o leitor do início ao fim. Eu achei o livro fantástico, pois ela mostra toda a transição que Elizabeth passou, desde o começo quando era apenas uma mãe amorosa que queria reivindicar as terras de seus filhos por direito, até o final quando se mostra uma mulher fria e calculista e que quer se manter no poder a todo custo.

O legal da história também é que tem um pouco de magia, como Philippa gosta de adaptar seus romances. Logo no início da história, descobrimos que Elizabeth e sua mãe são descendentes de Melusina, deusa das águas, e por causa desta magia em seu sangue, são consideradas pelo povo como bruxas que enfeitiçaram o rei para que se apaixonasse, fazendo com que ela se tornasse uma das rainhas menos queridas na história.


O mais interessante é que Elizabeth, com toda sua ambição, acabou se tornando ancestral de toda a família real britânica daí pra frente, pois sua filha, Elizabeth de York, deu à luz àquele que se tornaria Henrique VIII, o famoso rei da Era Tudor, famoso pela quantidade de esposas. Ela também é bisavó de Elizabeth I. Ela também é mãe dos famosos príncipes da Torre de Londres, e só por causa disso já fiquei muito entusiasmada em ler.

Apesar da quantidade moderada de romance, o livro contém guerras, batalhas, intrigas políticas, tudo na dose certa, fazendo com que seja impossível largar a história. O próprio George R. Martin declarou que sua série Game of Thrones foi inspirada na 'Guerra das Rosas'. O difícil no livro é lembrar todos os nomes e todas as árvores genealógicas, mesmo que nas primeiras páginas tenhamos uma linha do tempo mostrando quem casou com quem (só não mostra os filhos e seus casamentos, acho que a autora não queria estragar a surpresa de quem casa com quem, mesmo que a história esteja ali a um Google de distância =D)


Outro ponto bem legal, é que existe uma série deste livro chamada The White Queen, que já esteve disponível na Netflix (Infelizmente foi removida, mas dá pra ver online tranquilamente). Na série, Elizabeth é interpretada pela linda Rebecca Ferguson, e possui vários nomes e rostos famosos. Uma outra série que dá continuação à história de Elizabeth, The White Princess, também foi lançada e conta a história de sua filha, Elizabeth de York, que foi a primeira rainha Tudor.

Eu sou muito suspeita pra falar porque simplesmente amo todos os livros da Philippa Gregory, mas 'A Rainha Branca' foi um livro que me conquistou e me fez comprar de uma vez todos os outros livros da Guerra dos Primos. Os títulos seguintes são A Rainha Vermelha, A Senhora das Águas e A Filha do Fazedor de Reis, cada um falando de uma mulher que de uma forma ou de outra fez a diferença neste período da história da Inglaterra.

Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Puxa, não conhecia o livro e não conheço o trabalho da autora. Mas por tudo que li acima, é uma saga maravilhosa, afinal junta história, romance, aventura e um pouco de magia também!
    Conhecer a Inglaterra, ou ao menos uma parte da história dela, deve ter sido fascinante!
    Talvez um mapinha tivesse ajudado melhor a todos lembrarem os nomes nas árvores genealógicas!
    Vai para a lista de desejados.
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1006211175988776960

    ResponderExcluir
  2. Oi! Por favor, leia Philippa Gregory! Simplesmente amo todos os livros dela! Ela tambem tem uma outra série bem famosa, Os Tudor, que virou até série (The Tudors) com vários atores e atrizes famosos. O livro dela que se chama A irmã de Ana Bolena também virou filme (Titulo:A outra) com a Nathalie Portman e a Scarlet Johansson. Pra mim é a Rainha dos romances históricos sim! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Estou conhecendo agora juntamente com a autora mas, parece ser uma saga muito boa, com um rico conteúdo histórico e ainda tem um pouco de magia. O engraçado é que conheço as séries e o filme mas, não parei pra assistir nenhum. Vou dar um Google para me inteirar melhor de fato.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1006354798143332354?ref_src=twcamp%5Ecopy%7Ctwsrc%5Eandroid%7Ctwgr%5Ecopy%7Ctwcon%5E7090%7Ctwterm%5E3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta de livros baseados em fatos históricos você com certeza vai amar qualquer um da Philippa. Tenho todos que ela já lançou, mas ainda não li todos, estou amando a série dos Tudor também. Tomara que ela lance mais livros sobre eles. Beijos

      Excluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in