Destaques

novidades por e-mail

21 maio 2018

{ #RESENHA } O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST - EMILY M. DANFORTH

RESENHA DE LIVRO:  O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST - EMILY M. DANFORTH
Título: O Mau Exemplo de Cameron Post | Emily M. Danforth | Ano: 2018 | Páginas: 448 | Editora: Harper Collins | Gênero: LGBT, Ficção, Jovem Adulto | Skoob  | Onde comprar: Amazon

“Mesmo que nunca tivessem me dito especificamente para não beijar uma garota, ninguém precisava fazer isso. Beijos eram coisas entre meninos e meninas: na nossa turma, na TV, nos filmes, no mundo - era assim que funcionava: meninos e meninas. Qualquer coisa diferente disso era estranho. E mesmo que eu já tivesse visto garotas da nossa idade cidade de mãos ou braços dados e talvez algumas delas até já tivessem treinado beijos umas com as outras, eu sabia que o que a gente fez no celeiro era diferente. Era era algo mais sério, adulto, como Irene falou. Não foi um beijo de treino. Não mesmo. Pelo menos eu achava que não. Mas não falei nada disso. Ela também sabia.”

Se assumir homossexual ainda é um grande passo em pleno século XXI, mas nos anos de 1990 era um tabu muito grande. Ainda mais quando se mora em uma cidade pequena, cheia de pessoas religiosas, como é o caso da personagem principal Cameron. Com os recentes discursos que tenho visto na sociedade, onde os gays ainda são marginalizados, e até mesmo o papo sobre a “cura” para o homossexualismo, eu não podia ter lido livro melhor. A resenha de hoje é sobre “O Mau Exemplo de Cameron Post” lançado este ano pela Harper Collins, e que indico muito a leitura.


Os pais de Cameron Post morreram em um acidente de carro, quando a menina tinha doze anos, fazendo com que a primeira coisa que ela sentisse com a notícia fosse alívio. Alívio porque horas antes de saber o que tinha acontecido ela estava beijando sua melhor amiga. Cam estava com vergonha do que seus pais fossem dizer se descobrissem o que ela tinha feito, mas como já não estavam vivos, não podiam descobrir não é? Mas com a morte deles, a menina se vê indo morar com sua tia que sempre está na igreja, e sua avó, que apesar de ser bem intencionada, é bastante antiquada. 

Depois daquela notícia várias coisas mudaram para a garota. Algum tempo depois, ela conhece Coley Taylor, uma fazendeira que foi fazer o ensino médio na cidade e por quem Cam sente uma paixão muito grande. Mas Coley tem namorado, e alguns eventos acabam fazendo com que a tia de Cameron descobrisse sua homessexualidade e a enviasse para uma instituição cristã para “curar” / “consertar” o que está errado com a sua sobrinha.

Narrado de forma que envolve o leitor a cada segundo, o livro traz os sentimentos e pensamentos de Cameron Post sobre os diversos acontecimentos da sua vida, desde o seu primeiro beijo com sua melhor amiga. Abordando assuntos que hoje ainda, precisam ser debatidos com os jovens, adolescentes e até mesmo os adultos, como o uso de substâncias ilícitas, álcool, a sexualidade (tanto homo, como hétero) e os dramas que a adolescência traz.

“- A homossexualidade não existe - falou ela. - A homossexualidade é um mito perpetuado pelo chamado movimento dos direitos gays. - Ela espaçou cada palavra da frase seguinte: - Não existe identidade gay; isso não existe. Em vez disso, há apenas a mesma luta contra desejos e comportamentos pecaminosos que nós, como filhos de Deus, precisamos combater.”

“O Mau Exemplo de Cameron Post” é uma história que indico ser lida não apenas pelos jovens, mas também pelos mais velhos e conservadores que ainda acreditam que a questão da sexualidade é uma opção, que pode ser mudada de acordo com o desejo e a força de vontade de cada pessoa. Algo que era abordado como um problema nos anos de 1990, e ainda hoje ter a mesma abordagem é problemático para mim. O discurso de que é possível existir uma “cura”, é só mais uma maneira para a prática do abuso emocional que leva tantas pessoas a atos extremos, por medo e vergonha de si mesmo.

O livro não é uma leitura rápida, não é um romance onde tudo dá certo. Ele traz uma carga de mensagens muito grande sobre os sentimentos de diferentes pessoas que foram forçadas a estar em um lugar. Como Cameron diz, que são obrigadas dia a dia, a se odiar, a odiar quem são e o que fazem. A história pode ser uma ficção, mas o triste é que está mais perto da realidade do que eu gostaria.

A publicação foi dividida em três partes: “Verão de 1989”, “Ensino Médio 1991 - 1992” e “A Promessa de Deus 1992 - 1993”. A capa foi toda trabalhada em um desenho que inclui elementos da história como o arco-íris, o lago com um formato de um coração e a forma de duas meninas. Dentro da publicação existe alguns desenhos próprios da história, além de mostrar o folheto da instituição para qual Cameron é enviada. A palavra mau, sendo riscada do título deu um charme a mais para a obra, porque o que é dito como “mau” para alguns, para outros é algo completamente diferente.

Emily M. Danforth nasceu e cresceu em Miles City, Montana, cidade de Cam. Mestre em ficção pela Universidade de Montana e doutora em escrita criativa pela Universidade de Nebraska - Lincoln, “O Mau Exemplo de Cameron Post” é sua primeira publicação e teve como influência as próprias experiências da autora. Atualmente, Emily é professora assistente de inglês na Rhode Island College. 


Nas minhas pesquisas sobre o livro e sobre a autora, acabei achando alguns links sobre o filme “The Miseducation of Cameron Post” que no IMDB tem a data de lançamento nos Estados Unidos para Agosto de 2018, e conta com um elenco de peso: Chloë Grace Moretz, Jennifer Ehle, Marin Ireland, Quinn Shephard, John Gallagher Jr., Sasha Lane e Owen Campbell. Apenas pela sinopse do filme, dá para perceber que algumas coisas foram mudadas em relação ao livro, e entendo isso, porque a publicação tem uma história muito densa, mas se eles mantiverem o foco principal da obra, tenho certeza que vai ser um grande sucesso e já quero muito assistir e poder entrar nessa história outra vez.

“Então, eu dei um beijo nela na mesma hora, antes que a gente tivesse mais tempo para falar sobre o assunto ou que a mãe dela nos chamasse para jantar. Não há nada que se possa saber sobre um beijo como aquele antes que aconteça. A coisa toda foi ação e reação, o jeito com que os lábios dela eram salgados e estavam com gosto de refrigerante. O jeito como fiquei meio tonta o tempo inteiro. Se a gente tivesse dado somente aquele beijo, então teria sido apenas um desafio, nada diferente do que já tínhamos feito antes. Mas depois, quando a gente se encostou contra os engradados e uma abelha ficou pairando sobre o refrigerante derramado, ela me beijou de novo. E, embora eu não a tivesse desafiado a fazer aquilo, fiquei feliz.”

Comentários via Facebook

2 comentários:

  1. Lendo uma resenha deste livro agorinha em outro blog que acompanho, foi que tive conhecimento da existência dele. Só tinha visto a capa, mas nem havia parado para ler do que se tratava e agora, me arrependo isso.
    Tratar a sexualidade desta forma mais jovial e ao mesmo tempo, misturar isso com religião é bem complicado, ao meu ver.
    Até que ponto o fanatismo religioso pode decidir ou não pela "cura" do outro? Ainda há tantas mentes fechadas em relação a este tema, por isso que cada vez mais, literatura e cinema precisam se unir, para tentar mudar todos estes conceitos e tabus de séculos em relação ao que as pessoas de fato são.
    Com certeza, quero muito poder ler o livro e claro, ver o filme também quando for lançado.
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/998599419510566912

    ResponderExcluir
  2. A capa até me chama atenção mas, teria que ler a sinopse para ver se encararia e lendo a resenha, digo que sim! Ainda não tive contato com livros de gênero LGBT mas, a vontade é grande e não é de hoje, tenho alguns títulos na lista de desejados e acabo de acrescentar esse, hehe Abordar sobre sexualidade e religião é sempre delicado visto que um acha que pode impor sobre o outro "o certo" e "o porque sim". Fiquei curiosa para saber o desenrolar da história da Cameron e já quero o filme, bom saber que terá um sobre a propósito.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/998697083308838912?ref_src=twcamp%5Ecopy%7Ctwsrc%5Eandroid%7Ctwgr%5Ecopy%7Ctwcon%5E7090%7Ctwterm%5E3

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in