Destaques

NOVIDADES POR E-MAIL:

22 março 2018

CRÍTICA DE ESTREIA | CÍRCULO DE FOGO: A REVOLTA (Pacific Rim Uprising)


Filme: Círculo de Fogo: A revolta - Pacific Rim Uprising  | Distribuidora: Universal Pictures | Estreia: 22/03/2018 | Gênero: Aventura, Ficção Científica | Duração: 1h 51min | Orçamento: 150 milhões USD

Chega hoje aos cinemas o filme "Círculo de Fogo: A revolta", a superprodução de ficção científica apresentando o que ocorre 10 anos depois de "Círculo de Fogo" de 2013, que teve um orçamento de quase U$200 milhões! Ambos tiveram o envolvimento de Guillermo del Toro ( o primeiro na direção e este agora na produção e roteiro), um dos mais renomados diretores do momento, ainda mais  agora que acabou de ganhar o Oscar de melhor filme por "A Forma da Água". "O Círculo de Fogo" foi o filme mais caro do currículo do diretor e ele o descreve como "uma bela homenagem aos monstros gigantes".  Não sei se muitos recordam ou chegaram a assistir o primeiro filme, então vou deixar abaixo a sinopse para que vocês se situem:

Circulo de Fogo:
“Quando várias criaturas monstruosas, conhecidas como Kaiju, começam a emergir do mar, tem início uma batalha entre estes seres e os humanos. Para combatê-los, a humanidade desenvolve uma série de robôs gigantescos, os Jaegers, cada um controlado por duas pessoas através de uma conexão neural. Entretanto, mesmo os Jaegers se mostram insuficientes para derrotar os Kaiju. Diante deste cenário, a última esperança é um velho robô, obsoleto, que passa a ser comandado por um antigo piloto (Charlie Hunnam) e uma treinadora (Rinko Kikuchi).”



A trama tem início contando resumidamente que a guerra contra os Kaijus ocorreu há anos atrás e como os humanos conseguiram vencer. Algumas cidades seguiram em frente melhorando sua tecnologia e com a criação de mais abrigos subterrâneos, outras não tiveram tanta sorte mas mesmo assim tentaram melhorar suas defesas e modo de vida. Devido a essa discrepância entre as cidades surge um “pequeno mercado negro” (comida, carros, e até mesmo peças dos antigos Jaegers são contrabandeadas, essas últimas sendo as mais procuradas pelas pessoas) e nesse cenário seremos apresentados a Jake  (John Boyega Star Wars – Os últimos Jedi) e Amara (Cailee Spaeny. Esse seria um dos primeiros filmes da atriz e eu adorei essa personagem!!). Devido a um acontecimento já nas primeiras cenas vemos que Jake fica impressionado com as habilidades de Amara, mas que isso causa um certo inconveniente para os dois, porém se mostrará benéfico no decorrer da história.

Em "A Revolta" é  abordada a questão de que os Jaegers tendo humanos como pilotos estão ultrapassados, e uma empresa quer que os novos robôs sejam controlados por drones, fazendo com que sejam mais hábeis e que o deslocamento para os locais em que ocorram aparecimentos de Kaijus seja mais rápido, uma vez que os atuais demoram para chegar por causa do modo como são transportados. Mesmo que nessa era pós-guerra não existam Kaijus, a humanidade não deixou de se prevenir contra eles. No decorrer do filme vamos ver que nem todos estão do lado do bem, como quase sempre acontece... Tem sempre uma fruta podre no meio dos mocinhos. Depois de um “acidente” segredos serão revelados e alianças serão feitas para que a raça humana seja mais uma vez salva, e dessa vez toda ajuda será bem-vinda, mesmo que venha de quem você menos espera.

Não vou contar mais se não vou acabar entregando o filme, mas digo: se gostou do primeiro, vai gostar do segundo. Sobre os efeitos especiais, ficaram ótimos. Assisti em 3D na sala Imax e parecia que eu estava dentro do filme! A fotografia ficou muito boa, temos cidades como Tóquio e Sidney sendo retratadas nesse mundo pós-guerra. O figurino ficou condizente com as situações, e gostei mais do uniforme atual do que o do antigo filme. A trilha sonora fica por conta de Lorne Balfe (12 Heróis).

O diretor agora é o americano Steven S. DeKnight e no elenco estão John Boyega (Star Wars – Os últimos Jedi), Cailee Spaeny, Scott Eastwood (Velozes & Furiosos 8), Burn Gorman (A colina escarlate), Charles Day (Te pego na saída) entre outros. As atuações ficaram muito boas! John Boyega como Jake Pentecost me garantiu boas risadas com seu jeito único; Cailee Spaeny como Amara me fez ver que se você quer algo e acredita naquilo, corra atrás mesmo que os outros tentem te menosprezar; Scott Eastwood como Nate Lambert me fez ver que ele não é só um rosto bonito e a cara do pai quando jovem, o rapaz tem certo talento e charme; Rinko Kikuchi atuou no primeiro filme e retorna nesse com mais experiência e responsabilidade. Os demais atores deram vida aos personagens, cada um com seu modo característico, e gostei de verdade do resultado do conjunto.

Se vocês gostam de ação (quero assistir novamente na cadeira D-Box!!!), risadas (rolam algumas zueiras), uma pitada de drama (não muita, mas na medida certa) creio que irá apreciar a história. E para quem gosta e conhece “memes” irá aparecer um que me fez dar boas risadas. Nos momentos finais fica no ar a possibilidade de um 3º filme, então depois quero saber de vocês acham, será que ainda há o que mostrar?

***Os dois filmes não são recomendados para menores de 12 anos.

Curiosidades:
- A data de estreia a princípio seria em 4 de agosto de 2017, mas mudou para 23 de fevereiro de 2018, e depois para 23 de março de 2018.
- John Boyega estrela e também produz o filme.
- Primeiro longa-metragem dirigido por Steven S. Deknight.
- Steven S. DeKnight, Nick E. Tarabay, Dustin Clare e Daniel Feuerriegel integraram o elenco da série Spartacus (2010).
- Tom Cruise foi cotado para o papel de Stacker Pentecost no primeiro filme, mas acabou sendo substituído por Idris Elba (ainda bem, não imagino outro ator fazendo esse papel).

Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Oi, Raquel.

    Depois do aconteceu, nada melhor do que toda a humanidade estar preparada pra enfrentar possíveis outros ataques, né?

    Nesse filme, podemos ver que na verdade, eles terão que lutar e enfrentar os próprios seres humanos, e decifrar o lado bom e o lado mal... E como isso pode afetar a humanidade, recorrente ao perigo!

    📚 Link do compartilhamento:

    https://mobile.twitter.com/DaianeAS1/status/976844920043556865

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei o primeiro filme desta saga!!E me recordo que quando fui ver,nem fazia ideia do que se tratava e me surpreendi muito com os efeitos especiais e a estória em si!
    Estou no aguardo deste segundo longa desde que foi anunciada a sequência e não vejo a hora de poder conferir!
    Fiquei aqui pensando em Tom Cruise nesse filme, deixa o Idris, pelamor!rs
    Verei com certeza!!!
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/976847150985433088

    ResponderExcluir
  3. Oi Raquel,
    Sei que eu já olhei o primeiro filme, mas se você me perguntar sobre o que se trata não vou me lembrar. Não importa o quão avançada a tecnologia estiver, a raça humana nunca vai estar satisfeita (o que não é ruim e é extremamente esperado), mas nem sempre o resultado será positivo. O filme trás em meio a um cenário pós-guerra questões muito reais como, por exemplo, a forma em que as cidades e a população foram afetadas ou forma com que lidam com as consequências. Sobre a ambientação, sempre que penso em tecnologia avançada não tem como não associar ao Japão, então faz muito sentido que esta tenha seu destaque no longa. Acho que para eu assistir este filme terei que rever o anterior, para me situar no contexto e conseguir compreender a ideia por trás de o Círculo de Fogo.

    https://twitter.com/GisahSLopes/status/976874801867509761

    ResponderExcluir
  4. Oi Raquel,
    Vou ser sincera não conhecia o primeiro filme dessa saga e não estava a par da sinopse do primeiro filme, por isso dei uma corridinha lá para ver hahaha Círculo do Fogo tem o tipo de assunto que adoro assistir, fiquei feliz por ver John Boyega, afinal um rostinho que conheço de outras aventuras! haha

    Um beijo da Yana,
    Marshmallow Com Café

    https://twitter.com/Yana78Sofia/status/976997383849611264

    ResponderExcluir
  5. Deve ter ficado bom mesmo, gostei do primeiro ou melhor, me lembro de ter gostado pois, do filme que é bom, não estou lembrada kk Terei que reassistir. A humanidade estar preparada para novos ataques não é de se assustar mas na verdade, o inimigo agora são eles mesmos. Com esse cenário pós guerra e questões reais/atuais, com certeza irei assistir.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/977005493414711296

    ResponderExcluir
  6. Oi, Raquel!!
    Adoro filmes de ação e de ficção científica, mas não lembro se assistir o primeiro filme. Gostei muito do trailer e agora fiquei bem curiosa para assistir o primeiro filme e correr para os cinemas e assistir o segundo.
    Bjoss

    https://twitter.com/Martaizabeln/status/977008535472164864

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in