Destaques

novidades por e-mail

24 janeiro 2018

THE NIGHT MANANGER


Quem me conhece sabe que sempre tive uma paixão platônica pelo Dr. House, quando o seriado acabou me tornei orfã da primeira serie que acompanhei na vida e do meu maior crush da TV, até que no final da semana passada minha tia me ligou perguntando se eu tinha visto a nova serie do House. Quase morri de amor, emoção e desespero.. um dia depois, ja tinha visto os 6 episodios, me apaixonado pelo enredo e descoberto que Tom Hiddleston é muito injustiçado, esse homem é perfeito senhoras e senhores. Apos uma introdução muito pessoal, convido vocês a lerem o que achei sobre a série The Night Mananger.


Tom Hiddleston, é Jonathan Pine um ex-soldado britânico que embora possua alguns contatos na policia trabalha como gerente noturno em um luxuoso hotel no Cairo. Pine acaba conhecendo diversas pessoas influentes de todos os ramos por onde o dinheiro de verdade circula, certo momento em seu hotel, seu caminho cruza com Sophie Alekan (Aure Atika), uma charmosa hospede amante de Onslow Roper (Hugh Laurie). Roper é um bilionário inglês do mercado negro internacional de armas, que esconde suas transações ilegais atras de uma fachada de filantrópico que tem como o objetivo dividir sua riqueza com o mundo para assim torna-lo (o mundo e a si mesmo) melhor.

Sophie embora não entre em detalhes sabe exatamente no tipo de negocio que o homem com quem esta envolvida mexe, guiado por bondade, heroísmo ou burrice (ou talvez um pouco de cada), ela pega de Roper alguns papeis que podem ser usados para começar uma investigação real sobre a sua fortuna. Vale ressaltar que durante muitos anos a policia inglesa esteve na cola de Roper colocando escuta, interrogando pessoas próximas, investigando até onde ele compra suas meias, mas como no mundo onde vivemos o dinheiro sempre fala mais alto, a policia nunca conseguiu encontrar nada que o incriminasse.

Sophie pede para Pine guardar os documentos no cofre do hotel, ao ver as informações, ele logo se alerta e comete a jogada que dá inicio de fato a serie, Pine entrega os papeis para o seu contato na policia inglesa, nesse momento que conhecemos a incansável e inteligente Angela Burr (Olivia Colman, ganhou o Golden Globe 2018 de melhor atriz em televisão), uma policial que há anos não mede esforços para prender Roper, mas que vem falhando miseravelmente. Ao receber a documentação Burr se acende e encontra uma fagulha para dar continuidade a investigação de sua vida, entretanto acaba esbarrando na influencia de Roper novamente.


Roper alem de muito rico é influente, possui aliados fieis e importantíssimos no grande escalão da policia e politica inglesas, desse jeito sempre é avisado quando alguma novidade referente ao seu nome chega para a policia, e obvio, nenhuma investigação contra a sua pessoa ganha importância ou continuidade. Dessa vez não foi diferente, logo que os documentos chegam até as autoridades, Roper é avisado e a documentação considerada insuficiente para tomar qualquer atitude. Pouco tempo depois desconfiado de Sophie ele a espanca apenas pra deixar claro que quando tiver certeza, irá mata-la.

Pine que ha essa altura ja esta apaixonado por Sophie promete protege-la, mas sem recursos e apoio, acaba falhando categoricamente e a moça é assassinada no quarto de seu hotel, ao ver que a morte de sua amada jamais será vingada pois Roper esta muito acima de qualquer lei, Pine se junta a Burr em uma caçada profunda, envolvente e baixa com o intuito de conseguir provas do esquema do trafico de Roper e coloca-lo atras das grades de uma vez por todas. O plano é fazer com que ele se torne a pessoa de confiança do magnata e assim ter facil acesso a todas as informações que expoem a origem ilegal de sua fortuna

Tenho duas criticas para a serie, a primeira é o amor que Pine desenvolve com as mulheres que conhece, é tão repentino que o telespectador nem consegue acompanhar, do nada ja é forte e eterno, ele vê a mulher de dia, de noite já a ama loucamente e quer fazer de tudo para protege-la, ao meu ver, isso é coisa de gente doida, mas como descobri recentemente que Tom é um Deus grego, ignoro qualquer coisa para ver esse rostinho lindo mais uma vez, novamente amigos, Tom tem sido injustiçado há anos, ele na verdade é tao (ou mais bonito) que o Chris Hemsworth (falando agora dos filmes do Thor). 

A segunda critica é quanto ao elenco do seriado, se você é do tipo que vai encontrar argumentos simplórios para refutar minha critica, nem tente, o fato é que não existem personagens negros na serie, salvo um ÚNICO policial que tem uma ponta de destaque, todo o elenco é composto por mulheres loiras, (quele eterno clichê excludente de que o poder, delicadeza e feminilidade esta diretamente relacionada a cor da pele e cabelo) e homens brancos. Isso me causou um desconforto enorme, pois sou do tipo de pessoa que se não me vejo, não dou ibope, mas o meu amor pelo House falou mais alto (apenas dessa vez), porém gostaria de deixar claro a minha indignação e decepção.


Tirando esses dois pontos, a serie é perfeita, bem elaborada, bem dirigida e conduzida. Ela é calma, o que pode fazer com que alguns desistiam pelo caminho, mas se você não desistir vai ser presenteado com o dom puro e forte que Hugh Laurie possui de atuar, Hugh enche a tela de tal maneira que se torna impossível associa-lo a qualquer outro personagem, ele se caracteriza categoricamente e nos vende exatamente o que é preciso comprar pra gostar do seriado e até mesmo do seu personagem, embora seja o vilão, Hugh nos causa admiração e respeito, deixando uma sensação de que no fundo, a gente nem o odeia, afinal, ele nunca matou ninguém.

Tom Hiddleston nasceu pra mim neste seriado, comecei a ve-lo como um ator completo e serio, uma vez que o personagem loki é engraçado e nao rouba a cena em nenhum momento, vivendo Pine, Tom nos mostra suas outra face e logo no primeiro episodio a sua pose de mocinho bondoso e centrado é nos dada de maneira segura, tão segura que passamos a gostar e confiar nele logo nos primeiros minutos. A beleza presente nos episódios merece ser exaltada e deixa algo claro, bilionário vive muito bem, passando por lugares com Maiorca, Londres, Cairo, Madrid, Zermatt, a serie enche os nossos olhos com belas paisagens que rendem uma fotográfia apaixonante para o show.

A serie é clara, em todos os sentidos, é impressionante (e aliviante) a palheta de tons escolhida pela direção de fotografia, abusando de cores pasteis e branco, torna todos os episódios bem iluminados e vivos, fazendo com que todas as cenas se tornem nitidas. Gostei do enredo, dos personagens, da fotografia e da historia, como mini-serie, o final de The night Mananger não deixa nada em aberto ou ponta solta, trazendo uma sensação de fim quase tangível no telespectador, dizem por ai que existe a possibilidade de uma nova temporada, se tiver, provavelmente será uma nova história, outros vilões e outros romances, talvez o estilo de sucesso usado em 007 também dê certo em seriados. Veremos.


Com carinho, Taay.

Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Gente, eu sou tão "desligada", que chamei minha mãe pra ver e JURAVA que seria filme. HAHAHAHHAA
    Mas, bom saber que de uma forma ou outra, vc devorou os episódios. Isso dá um gás a mais. Eu AMO o Hugh... Adoro a interpretação dele. E sempre fui fã do rostinho do Loki hahahhaa Parece que gostam de esconder o potencial do rapaz, né mesmo?
    Quanto suas críticas, são pertinentes. A gente assiste, percebe e tem que falar mesmo. Se acha que tem que reclamar, azar de quem quiser refutar.
    Agora, só falta arrumar um tempinho aqui pra encaixar. Quero MUITO assistir. Abraços e até a próxima.


    Compartilhamento: https://twitter.com/Jack_sGirl/status/956296825354489862

    ResponderExcluir
  2. Tu não tem jeito é Taay?! Direto e reto olho para algumas série e penso, "ah, sei não, não curti direito 'eu acho', não vai rolar de assistir 'eu acho'" e entro no blog e me deparo com um post seu, falando de tal série, que já tinha pensado tal coisa, que me faz pensar novamente e que por fim, devoro maratonando, huahuahua Agora que me sinto mais leve, posso falar do post em questão, vou ter que assistir! Flw Vlw Mentira, vou falar também que, tenho um amorzinho pelo Dr. House digo, Hugh Laurie, excelente ator e sim, o Tom Hiddleston é injustiçado, é um ótimo ator e merece mais agora, se é mais bonito que o Chris Hemsworth depende, hahahaha Quanto ao elenco de "modo geral", concordo em gênero, numero, grau e pessoa contigo, é bem desapontador MESMO!

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/956325565069447168

    ResponderExcluir
  3. Oi, Taay!!
    Nossa já adorei conhecer essa série The night Manager!! Principalmente por que gosto muito dos atores Tom Hiddleston e Hugh Laurie. Sem dúvida vou apreciar muito essa série!!
    Bjoss

    https://twitter.com/Martaizabeln/status/956341630252011520

    ResponderExcluir
  4. Taynara!
    Para mim essa foi a melhor postagem do mês, não apenas desse blog, mas de todos os blgs que acompanho, porque ainda não sabia sobre essa série e como amo o Dr. House, ver o ATOR PROTAGONIZAR UMA NOVA SÉRIE, JÁ ME TIROU DO EIXO E CLARO QUE VOU CORRER PARA ASSISTIR.
    aCHEI JUSTA SUAS CRÍTICAS QUANTO AO Pine ser volúvel e por não ter mais personagens negras.
    Desejo uma ótima semana, cheia de luz e paz!
    “Que o novo ano que se inicia seja repleto de felicidades e conquistas. Feliz ano novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!


    https://www.facebook.com/rudynalva.soares/posts/2045974522096031?pnref=story

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in