Destaques

novidades por e-mail

04 janeiro 2018

{ #RESENHA } NOVE REGRAS A IGNORAR ANTES DE SE APAIXONAR - SARAH MACLEAN ( OS NÚMEROS DO AMOR #1)

Subtitulo: Os Números do Amor | Autora: Sarah MacLean |Ano: 2016 | Páginas: 384 | Editora: Arqueiro | Gênero: Romance Histórico, Ficção  | Adicione ao seu Skoob |  Onde comprar?   AMAZON 

O que mais gosto nos romance de época é o fato de que suas personagens estão a frente de sua época e da força que cada uma tem, então sempre que começo um novo livro com essa temática espero encontrar uma personagem forte, linguaruda e a frente do seu tempo, e ninguém melhor do que Sarah MacLean para essa tarefa, meu primeiro contato com a autora foi em 2015 com o livro Entre o amor e a Vingança” (confira a resenha aqui) e gostei muito do enredo e do que estava lendo, mas foi agora em 2017 que realmente me apaixonei pela escrita dela.

Nesse meu novo contato com a autora, tive o prazer  de conhecer Lady Calpúrnia Hartwell uma mulher de 28 anos, filha de um conde, que mesmo depois de 10 anos de debutante ainda não arrumou um pretende que goste dela por ser quem é e não pelo dinheiro de seu pai, cansada de viver a vida de acordo com que a sociedade prega e de ser considera a filha feia da família, resolve que é hora de criar uma lista com nove regras a se ignorar, nas quais ela vê todos os homens fazerem mas que nenhuma mulher pode, tais como: dançar a noite toda, dar um beijo apaixonado, fumar ou beber, e se achar bonita pelo menos uma única vez, tudo isso por que ela está cansada de viver de acordo com o que todos esperam dela.


Entretanto para realizar todos os itens de sua lista Calpúrnia, e principalmente beijar apaixonadamente, ela vai pedir ajuda a ninguém menos do que o maior libertino da cidade, Gabriel St. John, o Marquês de Ralston, um homem absurdamente lindo, e amigo de seu irmão, que em um primeiro momento se nega a ajuda-lá, até que nota que nada que ele fale mudará seu desejo ou o fato que mudo deles pode dar errado caso ela tente realizar as regras sozinha.

Enquanto ia lendo me via muito na Callie, e na sua força de vontade para ser tornar sua própria heroína. Uma personagem ótima, corajosa, divertida e acima de tudo bem sarcástica, Callie foi me conquistando durante toda a leitura e quando fui vendo notei que eu amei cada página e cada confusão que a autora criou durante toda a trama.


Já deu para notar que ela é uma personagem bem a frente do seu tempo, mas isso não impediu o fato de ser sempre diminuída por todos, pelo contrário, várias vezes vemos isso acontecer e a personagem não fazer nada para se defender até que cria sua lista e começa a desabrochar e acreditar que ela é mais do que o status de solteirona e patinho feio. Foi aí que o livro me conquistou, porque ela ficou mais corajosa, com a língua afiada e o enredo, que já começou rápido, ficou ainda mais dinâmico e engraçado. Dei boas risadas com a Callie e com o Gabriel, principalmente nas partes que ele tentava ajudar.

A diagramação do livro também fez juiz a sua história, desde o início com a modelo da capa que reflete o vestido luxuoso e as joias chamativas que te ajudam a imagem, as vestimentas da época até as páginas com letras e espaçamentos confortáveis, o fato do papel ser amarelado que não deixa a visão cansada.

Comentários via Facebook

8 comentários:

  1. De fato, todas as resenhas que leio sobre romances de época, nos apresentam mulheres a frente do seu tempo, acho muito bom isso, mesmo ainda não tendo tido a oportunidade de ler algum livro, hehe A resenha ficou boa, já tinha adicionado o livro na minha lista de desejados mais por causa do titulo que me interessou, haha Esse ano tenho a pretensão de ler sobre o gênero e quero que seja esse livro, chega de enrolar.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/948974282226487296

    ResponderExcluir
  2. Oi Leh!
    Nos últimos livros de romance de época que li o que encontrei foram mocinhas bem bobas, acabei deixando o gênero de lado um pouquinho, e olha que é um dos meus favoritos. O fato da protagonista Calpúrnia ser uma personagem forte me anima mto com o livro, e também acho que será uma leitura bem divertida. Quero ler, assim como os outros dessa série.
    Bjs :*

    (https://twitter.com/Pantielly/status/948982994051780609)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Leh!!
    O que mais gosto em romances de época é que as mocinhas são fortes e decididas e por estarem a a frente do seu tempo querem fazer coisas diferente e ter opinião própria. E os livros da Sarah as mocinhas são tudo isso!! E também aqui temos um romance fofo, engraçado e divertido que sem dúvida todos que lerem vão gostar muito.
    Bjos

    https://twitter.com/Martaizabeln/status/949027693835771906

    ResponderExcluir
  5. Preciso admitir que não sou uma fã de romances históricos, não por não gostar do gênero mas por não ter muito contato mesmo. Portanto, nunca li nada dessa autora mas fiquei muito curioso quanto à esse livro. Algo realmente diferente uma mocinha ser considerada feia pela sociedade em si. Agora desejo poder conhecer e presencia a volta por cima que a personagem dá. O fato dela acreditar em si mesma ao longo do livro é uma boa também.

    https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=569952046681936&id=100010014372071

    ResponderExcluir
  6. Eu confesso que não tenho preconceito literário, simplesmente não me sinto atraída por romances, e por histórias de épocas. O bom de ter esse monte de gênero e de livros, para encaixar com cada um de nós, né? Toda leitura é válida, se ela nos faz sentir bem, nos faz viajar e nos faz esquecer um pouco da dura realidade.

    https://twitter.com/Jack_sGirl/status/949431252540690433

    ResponderExcluir
  7. Oi Leh,
    Já amei o livro só pela sua resenha kkk eu amo protagonista fortes e determinadas, principalmente nessa época, onde era ainda mais difícil ser assim. Também gosto muito quando vemos o crescimento pessoal dos personagens e pelo visto essa personagem cresce muito , amadurece.Eu amei a resenha leh.

    https://twitter.com/stephannymanini/status/951141438691201024
    https://www.facebook.com/stephanny.manini/posts/1202789173186312

    ResponderExcluir
  8. Leh!
    Gosto demais de romances de época, primeiro porque acho uma época fantástica, principalmente os ambientados no século XIX, como é o caso deste, e em Londres, onde as regras sociais eram muito severas, ainda assim, nos bastidores, aconteciam escândalos homéricos. E ainda tem a vestimenta, a cultura, a culinária... enfim, gosto muito.
    E nesse romance, gostei demais por ver que a protagonista não é mais uma jovenzinha, já é uma mulher ‘madura’ para a época e totalmente irreverente, que não se permite deixar dominar pelos homens ou regras sociais, embora tenha uma moral ilibada diante da sociedade londrina.
    Outra coisa que gostei demais foi a ousadia, a autora soube criar uma personagem de personalidade forte e também que se mete em situações engraçadas, o que traz de forma hilária alguns episódios que proporcionam boas risadas.

    https://plus.google.com/u/0/111194092799975896009/posts/UKBDcMpNGNm

    Desejo uma semana mais que abençoada e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Que a paz, a saúde e o amor estejam presentes em todos os dias deste novo ano que se inicia. Feliz Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in