Destaques

NOVIDADES POR E-MAIL:

15 janeiro 2018

CRÍTICA DE ESTREIA | LOU (LOU ANDREAS-SALOMÉ)

Distribuidora: Cineart Filmes | Estreia: 11/01/2018 | Gênero: Biografia, Drama, Romance | Duração: 1h53

A estreia alemã, “Lou” é uma biografia de uma escritora e psicanalista alemã chamada Lou-Andreas Salomé. No filme, Lou (Nicole Heesters) já com a idade avançada decide escrever a sua biografia, com a ajuda do jovem Pfeiffer (Matthias Lier). Com pensamentos que não condiziam a sua época, a mulher viveu a frente do seu tempo encarando preconceitos e dificuldades. 

Filha caçula com cinco irmãos homens, desde pequena a menina encarava com estranheza a diferença de sua criação com a de seus irmãos. Em um tempo que não era comum, ela estudou filosofia e religião, conhecendo homens importantes da área que ficaram encantados com o intelecto e a beleza da garota. Lou, no entanto, se negava a se envolver romanticamente, querendo ser tratada como um amigo/irmão por seus colegas.

Minha relação com o filme foi bem diferente do que eu imaginei que seria: quando li a sinopse, gostei logo de cara, mas com o trailer veio um desanimo, comecei a imaginar que poderia ser um filme bem parado e que não prenderia a minha atenção, grande engano. O filme é parado sim, as cenas são em sua maioria bem tranquilas, mas ao contrário do que pensei, ele prende muito a atenção. Acredito que seja porque a história de Lou é bem interessante. 

Mesclando as cenas de Heesters, com suas memórias, o filme retrata como a criança, a adolescente, a jovem e a mulher, lidou com os problemas de suas escolhas ao decorrer da vida. Os relacionamentos de Lou com grandes nomes da época, como Friedrich Nietzsche, Paul Rée, Friedrich Carl Andreas e Rainer Maria Rilke, tomaram, no entanto, grande parte da trama.



O fato de ter focado em como Lou encantou os vários homens que passaram por sua vida, e deixado um pouco de lado à história de seu trabalho, foi algo que não gostei. No final do filme, fiquei ansiando um pouco mais para saber sobre o trabalho dessa escritora que não é muito conhecida aqui no Brasil. Outra decepção foi a atuação das atrizes que representaram a adolescência e a idade adulta de Lou, essa segunda teve seus altos e baixos dentro do filme. Ao contrário da atuação de Heesters, que não deixou nada a desejar em minha opinião. 

Uma parte interessante do longa, faz parte da composição da fotografia. Em algumas cenas, o cenário é todo parado com manequins ou representado em forma de desenho. Esses detalhes trouxeram um charme a mais para a produção. Apesar de ter gostado, Lou é um daqueles filmes que precisa gostar do gênero para assistir, afinal a duração é de quase 2 horas. A diretora Cordula Kablitz-Post ganhou o prêmio como melhor filme, na categoria NDR Young Talents no Emden International Film Festival.

Comentários via Facebook

14 comentários:

  1. Oi Ana Elisa!
    Eu vi o trailer de "Lou" e também tinha achado que seria um filme bem monótono, mas a história dela é bem curiosa, pra época em que ela viveu, imagino que as consequências de sua escolha não foram nada fáceis!
    Acho que o que fizeram foi "romantizar" a vida de Lou no filme, mesmo ela não acreditando em romances, talvez porque "romance" seja um gênero que venda né?
    Não vou dizer que adoro o gênero, pelo contrário, fujo desse estilo de filme, mas esse eu pretendo assistir.
    Beijos

    (https://mobile.twitter.com/Pantielly/status/952847066706956289)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Vitória,

      Fico feliz que tenha gostado da indicação. Realmente, pode ser que tenham romantizado a vida dela porque é um gênero mais comercial, apesar disso, o filme é bom, bem interessante. Depois me conta o que achou.

      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  2. Oi, Ana!!
    Pelo trailer a história parece ser bem interessante!! Não conhecia Lou-Andreas Salomé e apesar de ser um filme bem instigante não é sinceramente o tipo de gênero de filme que me atrai tanto. Então deixo passar essa indicação.
    Bjoss

    https://twitter.com/Martaizabeln/status/952962862590447616


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Marta,

      Que pena que vai deixar passar. Também não conhecia sobre ela, mas depois do filme procurei saber e gostei bastante. Uma mulher bem fora da época em que nasceu.

      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  3. Com certeza esse tipo de crítica é muito importante. Embora eu seja psicóloga, não é todo longa sobre psicanálise, psicólogos e psiquiatras que me atraem. Embora thrillers psicológicos sejam os meus queridinhos.
    Gostei de como você descreveu sua crítica, e embora o filme tendo das suas cenas mais paradas e tal, me nasceu aquele interesse. Confesso que não tinha visto ainda ninguém comentando.
    Já anotei aqui pra ficar de olho. Até a próxima e obrigada.

    Compartilhamento: https://twitter.com/Jack_sGirl/status/953008240773746690

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Carol,

      Fico feliz que tenha gostado da crítica e da indicação. Acho que a história interessante deixou que o "parado" do filme não fosse notado como algo ruim.

      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  4. A história de Lou-Andreas Salomé é interessante, gostei da forma como apresentou sua critica mas, não gostei da forma como o filme é retratado. É uma história que merecia "mais". Vou deixar passar a indicação...

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/953028998262673409

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Carol,

      Concordo com a parte de que era uma história que merecia "mais", mas apesar disso, o filme não é ruim. Fico feliz que tenha gostado da crítica e espero que resolva ver uma hora e depois me fale o que achou.

      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  5. Oi Ana,
    Ao ler sua crítica concordei bastante contigo, afinal a história de Lou-Andreas Salomé é muito interessante e pelo fato dele não terem focado nisso me desanimou bastante. mas mesmo assim obrigada pela dica.
    https://twitter.com/stephannymanini/status/954026968374267905
    https://www.facebook.com/stephanny.manini/posts/1207516912713538?pnref=story

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Stephanny,

      Fico feliz que tenha gostado da crítica e da indicação. Fiquei triste quando vi que não focaram muito no trabalho dela, mas talvez seja o motivo que falaram mais acima, romances "vendem" mais do que outros gêneros. Se animar ver depois, me conta o que achou.

      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  6. Ana!
    Maior vontade de assistir esse filme e poder conhecer um pouco mais sobre a Lou que foi uma precurssora em vários aspectos e tem uma história de vida maravilhosa!
    Pena que alguns aspectos da vida dela ficaram à margem, mas ainda assim, acredito que vale a pena.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!
    https://www.facebook.com/rudynalva.soares/posts/2033624953330988?pnref=story

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Rudy,

      O filme valeu a pena mesmo, apesar de ter deixado um pouco a vida dela à margem. Espero que consiga ver e depois venha me dizer o que achou. Adorei conhecer um pouco da história de Lou.

      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  7. Tão bacana a gente ter a oportunidade de ler ou ver algo diferente do que estamos acostumados. Por isso acho tão interessante acompanhar os blogs, pois conhecemos sobre livros e filmes tão interessantes. Adorei saber um pouco mais sobre este e apesar das ressalvas que fez sobre os atores e a trama, creio que seja um filme enriquecedor de conhecimento!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Michelli,

      Apesar das ressalvas que fiz, o filme se mostrou bem interessante. Se abrir para coisas diferentes são sempre enriquecedoras, o blog para mim também foi uma porta bem bacana para expandir vários dos meus horizontes, como gêneros de livros. Fico feliz que esteja seguindo nossas postagens.

      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir

Instagram

© Coisas de Mineira - 💜 🐶 📖 🍀 💜 – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in