Menu

CRÍTICA DE ESTREIA | PLANETA DOS MACACOS: A GUERRA

03 agosto 2017

Distribuidor: Fox Film do Brasil | Estreia: 3/08/2017 | Gêneros:  Ficção científica, Ação, Aventura Orçamento: US$ 100 milhões | Duração Direção: Matt Reeves 02:20h

Se você me perguntar o que eu vi ao assistir a pré-estreia de Planeta dos Macacos: A Guerra, eu posso te afirmar que havia política, crítica a cultura de militarização e aos coronéis desumanos e muitas pitadas acidas e nada discretas a perseguição e exploração dos menos favorecidos.

Quem conhece esse universo sabe que desde a trilogia original, iniciada em 1968, política e leituras raciais são fáceis de serem encontradas nos filmes, mas como isso não seria bem visto na atualidade, na recriação (a partir de 2011) essas questões foram consideravelmente diluídas.

Mas francamente, eu não quero enveredar por esses caminhos, quero na verdade te falar de todo o sentimento (acredita-se) humano que essa saga, focada em uma sociedade de símios e macacos me apresentou. Sentimentos profundos como indignação, compaixão, empatia e esperança apresentado principalmente nas cenas em que Cesar, o líder da resistência símea, tem “diálogos silenciosos”, cenas dramáticas voltadas unicamente para o desenvolvimento emocional do personagem, criado a partir de capturas digitais, gera profundas reflexões em quem assiste.


O diretor Matt Reeves demonstra grande sensibilidade ao fazer uso da tecnologia para explorar as expressões de rosto e as particularidades no olhar do ator que submerge nos sentimentos extremos apresentados por Cesar. É realmente grandiosa a atuação do ator Andy Serkis, Cesar é mais humano que muitos homens com quem ele se depara.

A Guerra e toda a desigualdade apresentada, os homens suas armas e conhecimento tecnológico e estratégico e os macacos lutando apenas para sobreviver - é tocante. E quando você vê macacos desertores trabalhando para os homens, tratados como animais de carga, chamados de jumentos, tendo sua força física e habilidades inerentes a espécie usadas como armas, sendo desclassificados e acreditando que estão protegidos por ter se rendido ao inimigo é degradante.

Mas vale falar também do charmoso sentimento de nostalgia criado em cenas que nos remetem a filmes de guerra ou de um tradicional faroeste e isso se deve aos efeitos que permitem feições e movimentos realistas, humanizados dos símios.


Termino essa crítica dizendo que a história é tocante, apesar de fragilizada pelo texto mediano e a industrialização da história, mas ainda assim “Planeta dos Macacos: A Guerra é uma conclusão respeitável para a trilogia e uma ótima indicação do que esse universo ainda é capaz.”

Crítica escrita pela convidada Laila Pimenta

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Oi Leh!
    Eu confesso que pra assistir esse filme eu demorei meses, por dó, não sei, sou bem emotiva qdo o assunto é animais...
    Mas estou com bastante expectativas pra ver este novo, espero não me decepcionar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Super ansiosa para ver esse filme!

    ResponderExcluir
  3. Não me lembro de ter assisti aos anteriores, mas vejo que por causa dos efeitos especiais, e as novas tecnologias, vemos que este esta muito melhor elaborado, e ainda mais real. Os atores parecem animais de verdade, e isto deixa o telespectador, ainda mais angustiado com esta guerra. Enfim, teve momentos do trailer do filme, que fiquei chocada com tanta covardia, deste sistema político, estou ansiosa por assistir esta nova adaptação.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ainda não vi esses filmes, mas meu pai já e ele é meio que fanático por essa série!
    Quero muito ver, achei bem legal a sua sinopse, sobre a guerra entre eles. Parece está bem elaborada esse filme.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Primeiramente quero dizer que gostei muito da sua crítica. Adoro esse universo Planeta dos Macacos! Sempre acompanhei os filmes, até mesmo os mais antigos. Quero rever os últimos , antes de assistir essa indicação, para relembrar os detalhes.
    Estou com uma ótima expectativa para esse filme: efeitos especiais, interpretações e mensagem.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da crítica,e adorei o trailer também. É bem interessante esses filmes sobre os macacos,já assisti os outros,esse com certeza irei assistir também.Obrigada.

    ResponderExcluir
  7. Leh!
    O Andy Serkis esteve aqui no Brasil para acompanhar o lançamento do filme em rede nacional e mostrou como era feita toda caracterização, adorei!
    Já assisti todos os filmes e variações do Planeta dos Macacos e clar que ão vou perder justamente esse com toda essa tecnologia.
    Desejo um mês repleto de realizações e um ótimo final de semana!
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  8. Oi Leh, tudo bem?
    Estou super ansiosa para assistir a este filme. Também acho uma pena o assunto tão importantes como o racismo ter sido tirado de questão na atualidade. Fico feliz que o filme tenha sido agradável para você, e não vejo a hora de ver com meus próprios olhos essa obra incrível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Quero muito assistir esse filme, mas antes quero assistir os mais antigos, nunca assisti nenhum filme da franquia, então quero ver para poder ir ao cinema com alguma noção da história e quanto aos macacos, a tecnologia realmente está cada vez se superando, já vi algumas imagens de como eram os macacos nos primeiros filmes e é bem legal podermos ver essa diferença.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Laila, volte mais vezes, adorei te ver por aqui mas, sinto em lhe dizer que a critica do filme em questão não é do meu agrado. Concordo com o que disse acima e tenho uma admiração pelo ator Andy Serkis que interpreta o Cesar mas, paro aqui. A critica ficou muito boa porém, vou deixar passar, num futuro distante quem sabe a curiosidade não bata a porta e minha pessoa assista, hehe

    ResponderExcluir
  11. Oi Leh!
    Confesso que não é o tipo de filme que me leva ao cinema. Até gostei dos outros quando assisti, mas ainda não me bateu aquela vontade, sabe. Não suporto maus tratos a animais, sou molenga quanto a isso. Mas quem sabe mais pra frente eu dê uma chance...
    Bjs!

    ResponderExcluir

 
© 2015 - Todos os direitos reservados 🐶 🐶 🐶 - Layout por Leh Pimenta