Menu

CRÍTICA DE ESTREIA | HOMEM-ARANHA: DE VOLTA AO LAR

07 julho 2017

Distribuidora: Sony Pictures | Estreia: 06/07/2017 | Orçamento: U$ 150 milhões | Gênero: Ação, Aventura, Ficção | Duração: 02:13

O novo filme do Homem-Aranha entrou nos cinemas ontem e, após ser inserido no universo dos Vingadores a partir da Guerra Civil, promete uma nova abordagem da história do super-herói que ainda está no colegial.



A história começa com a visão de Peter Parker sobre como foi sua participação na Guerra Civil, contando como foi sua convocação  através de Tony Stark e seu ajudante Happy Hogan. Meses depois, de volta a sua vida de adolescente na escola, Peter aguarda uma nova convocação para atuar junto aos Vingadores, mas esta nunca chega. Aproveita o tempo livre treinando suas habilidades, mergulhando em casos banais do cotidiano, até que bate de frente com uma gangue que utiliza uma nova tecnologia e resolve investigar. Paralelo a tudo isso, ele ainda enfrenta o bullying escolar, a paixão secreta pela garota veterana, e o desafio de manter sua identidade em segredo principalmente para seu amigo Ned e sua tia May.


Com certeza o ponto alto deste filme é a abordagem nova e divertida nos cinemas da história do Aranha. Sem repetir aquela fórmula Paixão Escolar + Bullying + Picada de Aranha + Morte do Tio Ben, o filme já parte direto pra ação, sem deixar de reforçar que o garoto tem apenas 15 anos e é bem imaturo e inconsequente ainda. A inclusão de Tony Stark como seu mentor também foi algo bem interessante, resultando em uma estratégia bem inteligente para interligar o universo cinematográfico da Marvel. O estilo geral do filme é bem cômico  (muito mesmo), retratando da melhor forma até agora o lado "zueiro" do amigo da vizinhança. Posso dizer que o filme é como um Deadpool permitido para menores (no quesito piadas, claro!).

Sobre atuação, muito se falou na época da escolha de Tom Holland. Muitos defendiam a permanência de Andrew Garfield no papel, outros apostavam no jovem e pouco conhecido ator e dançarino Holland, outros queriam que a oportunidade fosse dada ao talentoso e também jovem Asa Butterfield (Jacob Portman em O Lar das Crianças Peculiares)... Enfim, é notório o empenho e dedicação que Tom Holland teve com este papel. Talvez por sua facilidade com a dança, ele passa leveza e veracidade nos movimentos do Aranha. Robert Downey Jr, como sempre, esbanja talento na postura arrogante de seu Tony Stark. Outros dois detaques, principalmente para o lado cômico, são Ned (Jacob Batalon), amigo de Peter, e Tia May (Marisa Tomei). Michel Keaton dispensa apresentações e interpreta o conhecido vilão Abutre (embora seu nome não seja citado durante o filme), que inicia sua atuação para o mal justamente por causa de Tony Stark. Sobre o personagem da Zendaya eu vou continuar deixando o suspense que a distribuidora optou por fazer durante a divulgação do filme.

Homem-Aranha De Volta Ao Lar

Apesar de não abordar a forma como Peter Parker ganhou seus poderes, o filme tem um foco muito maior em sua vida comum do que em sua vida como o Homem-Aranha. Permanece aquela sensação de que o filme seja mesmo uma introdução às demais histórias. Ambientado agora onde super-heróis são conhecidos e já idolatrados, o jovem herói tem um ideal a alcançar que seria a participação no time dos Vingadores, e vários exemplos a seguir. Então, sem o medo de encontrar mais do mesmo, te aconselho a ir conferir nos cinemas essa nova aventura do cabeça de teia.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Eu acabo vendo tudo que sai sobre super heróis, mesmo que não seja um tema que eu goste ou entenda demais..rs
    Mas fiquei meio receosa com esta estréia, admito. Essa mudança de atores sempre faz isso comigo, porque a gente sempre se apega a este ou aquele. E há aquela sensação que o novo não irá conseguir chegar perto do que já foi apresentado.
    Mas parece que tudo se encaixou bem. Um homem aranha jovem, imaturo...e ao mesmo tempo, arcando com o peso dos super poderes!
    Verei com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Vou querer assistir por ser diferente estava com receio de ser mais do mesmo. Gostei que vai direto para a ação que adoro e não fica repetindo coisas que acabam deixando o filme enjoativo.

    ResponderExcluir
  3. Eu ficava meio chateada com os filmes do homem, porque sempre alguns detalhes me deixavam meio incomodadas com tudo, mas animei com esse!

    ResponderExcluir
  4. Ainda não vi o filme e até mesmo pretendia não o ver mediante esse maravilhoso (ironia) pôster com cara de "trabalho de sobrinho" que havia sido liberado. No entanto após tão bonita crítica cinematográfica aqui publicada até me deu gostinho de ver essa nova versão do Aranha que abrange um de seus tantos universos. Realmente o Tio Lee podia ter sido menos lacre na hora de criar seus personagens né

    ResponderExcluir
  5. Karina, fico feliz por não ter o mesmo inicio dos outros, estou pra levar meu filho e confesso que um pouco desanimada, apesar do trailer se mostrar promissor. Mais agora apos ler sua resenha, já mega animei de ver o filme.
    Parabéns.

    ResponderExcluir

 
© 2015 - Todos os direitos reservados 🐶 🐶 🐶 - Layout por Leh Pimenta