Menu

{ #RESENHA } Mar infinito - Rick Yancey (Quinta Onda #2)

14 abril 2017

Subtítulo: Mar Infinito | Rick Yancey | Ano: 2015 | Páginas: 248 | Editora: Fundamento | Gênero: Ficção científica | Adicione ao Skoob

(pode conter um spoiler leve a respeito do final do primeiro livro, mas nada que atrapalhe a leitura. Entretanto, leia por sua conta e risco) 

“Há um ditado em latim: Vincit qui patitur. Sabe o que significa?
Estou mais do que calma, atingi o zero absoluto.
- Você sabe que eu não sei.
- Vence aquele que persevera. (...) Não é tão importante esmagar a capacidade de lutar, mas sim acabar com a vontade de fazê-lo.”

O livro começa de onde o primeiro parou: uma fuga bem sucedida mas sem um plano estável de continuação. O grupo que agora Cassie faz parte está num local combinado com Evan para que se encontrassem depois. Mas o Evan Walker que Cassie pensou conhecer agora provavelmente não passava de pó e cinzas. Por isso Ela, Esp, zumbi e os outros recrutas discutiam constantemente qual seria o novo plano. Infelizmente eles não tinham nada em que se apoiar para tentar algo novo, então apelaram para continuar fazendo mais do mesmo: nada. Isso é impensável para Esp, que tem ser mostrado extremamente racional, incapaz de manter esperanças vãs a respeito de ex namorados que sobreviviam a explosões. Nesse meio tempo, ela vai para a floresta em direção ao que eles consideram um próximo abrigo, mas as coisas darão erradas de formas que ela nem acreditava serem possíveis.

“Mas há coisas que dizemos a nós mesmos sobre a verdade, e há coisas que a verdade diz sobre nós."


Enquanto isso, uma outra pessoa faz o que pode para escapar. Conhecendo Os Outros como ele conhece, sabe que não será fácil, e que escapar coloca em risco tudo o que ele mais quer proteger. E depois que ele encontra uma velha amiga do passado, ele percebe que será ainda mais difícil do que parecia. Temos também outras visões ao longo do livro: vemos o período pré-onda de dois recrutas, o que nos faz ter uma visão diferente deles, além de mostrar o embasamento para diversos comportamentos ao longo desse livro e do anterior. Podemos acompanhar mais uma vez a busca por compreensão do que está acontecendo com o mundo e a descoberta dos "porquês" dessas ondas, que ainda são tão difíceis de entender. Vemos traições, demonstrações de força e coragem e o surgimento de um novo questionamento. Com essa nova descoberta, será mais fácil ou mais difícil derrotar Os Outros? Porque, afinal, depois de tudo que eles fizeram para destruir o nosso mundo, o nosso grupo de sobreviventes precisa fazer algo para acabar com o plano deles. Mas, o que fazer quando não se sabe quem é o inimigo? 

“Nunca se sabe quando a verdade virá à tona. Nunca se pode escolher o momento. O momento escolhe você. Eu tive dias para enfrentar a verdade que me enfrentava naquele espaço curto e frio, mas não quis. Eu não quis ir até ela. Então a verdade decidiu vir até mim.”

Não é segredo para quem leu a minha primeira resenha aqui que eu amei o início dessa série. O autor tem um jeito poético de escrever sobre o caos, e eu acredito que isso seja um dos motivos pelos quais o livro tem um conteúdo tão profundo e pesado, mas ainda sim temos uma leitura tão leve. Gostei muito do fato de conhecermos um pouco mais sobre os outros recrutas, sobre o passado, sobre o que os fizeram ser o que são hoje. É possível ver também como tantas dúvidas pairam sobre eles e ao mesmo tempo tantas teorias são formuladas, e, a parte que eu mais gosto: como estão todas erradas. Sério, o que mais surpreende no livro é aquele sentimento de quando você acha que entendeu tudo o autor chega e fala: "Pera lá, não é bem isso que você está pensando não".


“Se você quisesse separar os humanos de sua humanidade, pensei, matar o riso seria um bom lugar para começar. Eu nunca fui muito boa em história mas tenho quase certeza que idiotas como Hitler não riam muito.”

Esse segundo livro é mais agitado que o anterior. No primeiro, além de explicar o que são as ondas e dar uma ideia de quem são Os Outros, o autor teve que nos introduzir a diversos personagens, o que é reduzido nesse livro. Além de ter menos páginas a impressão que fica é que a história desse segundo livro é tão significativa que não dá para entender como tanta história coube em tão poucas páginas. Há muita mudança por parte dos personagens que estão visivelmente mais maduros, luta, fuga, busca, e uma descoberta no final do livro que vai fazer você ficar imaginando como vão o autor deu um nó bem dado nesse enredo. Os Outros vão surpreender com a sua inteligência nesse segundo livro. Além disso, a edição continua linda, assim como a anterior, com a capa com detalhes em azul dessa vez, e o título em alto-relevo, além das folhas amareladas que não deixam os olhos se cansarem rápido. Terminei esse livro completamente louca pelo terceiro – e último, como eu vou me separar dessa série? - e espero ler e trazer para vocês o que achei em breve. 

E vocês? Já leram? 

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Lo!
    Um jeito poético de escrever como o caos é no mínimo diferente.
    Bom ver que tem mais agitação e que vários novos personagens foram introduzidos.
    Deve ser uma série muito boa.
    Boa Páscoa!
    “A sabedoria começa na reflexão.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é mesmo?
      Obrigada Rudy, feliz páscoa pra você também!

      Excluir
  2. Eu li a resenha do primeiro livro e não fiquei muito animada. Acho que por ter visto o filme e não ter curtido, pulei essa de ler o livro.
    Mas admito que gostei do que li sobre este segundo. Gosto de histórias que não param. Tipo que deixam o leitor em movimento o tempo todo e este parece ser bem assim!
    A capa é um espetáculo!
    Lerei se tiver oportunidade!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu vi só o trailer do filme e já desanimei, então não desista, não dá para julgar um livro pelo filme né

      Excluir
  3. Quero muito ler essa séria, só vi o filme do primeiro livro mas, a curiosidade e o entusiasmo para me aprofundar mais nessa realidade foi de imediato. Gostei da resenha, principalmente da pegadinha do autor em ir nos mostrando um caminho de descobertas mas, quando nos deparamos é totalmente contraditório ao que acreditávamos. Amo isso!

    ResponderExcluir

 
© 2015 - Todos os direitos reservados 🐶 🐶 🐶 - Layout por Leh Pimenta