Menu

{ #RESENHA } PAX - SARA PENNYPACKER

10 janeiro 2017

Skoob Pax
Autora: Sara Pennypacker | Ano: 2016 | Páginas: 288 | Editora: Intrínseca | Gênero: Infanto juvenil | Adicione ao Skoob

"— Não estou com raiva. É que eu não escolhi isso. Não fui eu que quis essa guerra. Não fui eu que fiz meu pai se alistar. Não escolhi ir embora de casa, não escolhi ir morar com o meu avô. E é claro que não escolhi abandonar o bichinho que ficou cinco anos comigo." 

Pax” é um daqueles livros que vai te dar uma lição de moral a cada página, e te mostrar que o amor incondicional e a lealdade existem, até mesmo entre um menino e sua raposa.

 O livro fala sobre a amizade de um garoto com uma raposa, e a difícil decisão de ter que deixar este seu fiel companheiro em uma floresta. Peter salvou a raposa Pax quando ela era apenas um filhotinho, e desde então os dois são amigos inseparáveis!  Só ela entende como ele se sente, e só ela dá o conforto de que ele precisa.




No entanto, com a aproximação de uma guerra na região em que moram, o pai de Peter terá que servir ao exército e o faz tomar uma das decisões mais dolorosa possíveis: abandonar Pax em uma floresta e ir embora para a casa do avô. E isso é o que ele faz...

Mas a lealdade e o amor incondicional não vão deixar Peter simplesmente desistir de seu amigo mais querido, e por isso ele começa uma viagem em busca da sua raposa, onde viverá momentos únicos que o motivam e outros que farão de tudo para que ele desista.


Confesso que eu amo livro com animais, principalmente depois que adotamos a Mel! Eles viraram meus queridinhos. Então quando vi a capa de “Pax” no Facebook da Intrínseca, e depois ouvi sobre a história em uma palestra da editora aqui em BH, não tive dúvidas de que ele seria uma das minhas leituras de 2016. Eu só não imaginava que ele iria me tocar tanto e que por isso teria problemas em escrever sobre o que achei da história.


Narrado em primeira pessoa, ora o ponto de vista do menino e ora o da raposa, o texto fez com que minha empatia só crescesse com o decorrer das páginas, assim como minha angustia por um final feliz; mas também me deu a oportunidade de conhecer mais a fundo os sentimentos e a visão do mundo que eles tinham.

Porém não se preocupe, quando eu digo que os capitulo são narrados pelos dois, não quer dizer que Pax conversa com o Peter como se fosse dois humanos, na verdade você acompanha os pensamentos e diálogos da raposa com outras raposas e os de Peter com os humanos! A autora soube usar muito bem essa forma de escrita sem exagerar.


A mensagem do livro é muito bonita! Daquele tipo que você, ao terminar de ler, quer levar para a vida e contar para todos os amigos, sabe?!  “Pax” possui muita sensibilidade, dono de um jeito único de mostrar o que é o amor incondicional entre um bichinho e seu humano, a lealdade e sua importância, e acima de tudo do que realmente fazemos por aqueles que amamos!

Para mim foi uma das melhores leituras em 2016 e um dos livros mais gratificantes que eu já tive o prazer de ler e ter. Não só por sua história encantadora, mas também pelo trabalho gráfico impecável da editora, pelas ilustrações que a autora incluiu na obra e por seus personagens tão únicos e belos.

comentário(s) pelo facebook:

19 comentários:

  1. Leh!
    Adoro livros com animais e nem consigo imaginar o que o protagonista passou ao ter de deixar a raposa e depois se aventurar para ir recuperá-la. É um amor imenso e totalmente retribuído e não tem coisa bem preciosa.
    “A dúvida é o princípio da sabedoria.” (Aristóteles)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Rudy eu também gosto de livro com animal, principalmente quando o autor deixa ele com as característica de animal, que foi o caso desse livro.

      Excluir
  2. A diagramação deste livro é perfeita demais!!!
    Namoro ele desde que foi lançado e acredito que seja terceira ou quarta resenha que acompanho. Também sou fã de livros que tragam animais em seu conteúdo, ainda mais desta forma tocante. Onde a amizade pode ir bem além da humanidade.
    Lerei assim que puder!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim a diagramação ta muito linda;
      Quando você tiver a oportunidade leia é muito lindo.

      Excluir
  3. Estou doida para ler ao livro, achei tão linda sua resenha revelando como é a historia de verdade e triste a historia do menino tomar uma atitude tão severa, amo livros que envolvem animais e que demostram tanto carinho pelo companheiro.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marília, quando ler volta aqui e me conta o que achou

      Excluir
  4. Eu quero!! Desde de que vi a capa e li sobre do que se tratava a história, me apaixonei! Livros com animais são necessários ter sempre uns lencinhos ao lado não acha?! haha' Amei a resenha, só me deu mais certeza de que tenho que ter este lindo livro em minha estante. Com toda certeza será uma leitura prazerosa e tocante.

    ResponderExcluir
  5. Puts já me imagino morrendo de chorar com esse livro, absolutamente tudo que é referente a amor animal me toca profundamente e eu creio que essa leitura será surpreendente, espero que atenda todas as minhas expectativas e mais.. Vou me apaixonei

    ResponderExcluir
  6. Achei interessante a hidtoria em si. Nunca li livros desse tipo mas acho que vale apena arriscar

    ResponderExcluir
  7. Parece interessante. Vou confessar que nao sou muito fã de filmes com bicho,mas parece que esse é diferente. Vou assistir.

    ResponderExcluir
  8. desdo lançamento do livro eu quero ler
    e depois dessa resenha o livro foi para o topo da lista! eu adoro livros com animais
    e uma raposa então e histórias de amizade entre crianças e animais normalmente são histórias lindas

    ResponderExcluir
  9. Após ler a sinopse eu fiquei muito curiosa para ler o livro, mas o medo de chorar e ficar com uma baita ressaca literária?! haha'

    Uma Mente Inquieta

    ResponderExcluir
  10. Que amor deve ser esse livro.
    Eu já li muitas histórias de amizades entre cachorros e humanos ou gatos e humanos mas de uma raposa eu nunca vi não. Fiquei bem curiosa pra saber como é toda essa história de amizade e cumplicidade dos dois.

    ResponderExcluir
  11. Esse é um livro que eu tenho namorado de longe já faz algum tempo. Se quer saber, sempre me lembrou muito o desenho do cão e a raposa. No entanto, percebe-se que é tão fofo quanto, mas tem uma história bem diferente. Como uma apaixonada e protetora de animais, sei que não é fácil ter que se separar do fiel amigo, com certeza vou ficar cativada por essa amizade tão pura e sincera entre o Peter e Pax.

    ResponderExcluir
  12. Eu gosto muito de ler livros de dramas.
    Eu já li algumas histórias envolvendo a amizade com seus animais e a maioria delas eu me emocionei bastante. É incrível ver como uma amizade pode ser criada entre dois seres que nem a mesma língua falam mas que conseguem se entender direitinho. Deve ser emocionante!

    ResponderExcluir
  13. Oi!!

    Eu também me sinto muito atraída por livros com animais e em geral eu gosto muito deles, mas infelizmente eu ainda não tive a oportunidade de ler Pax, mesmo que ele esteja nos meus desejados desde o seu lançamento.
    É muito bom ver que alguém realmente curtiu um livro que eu tenho como dese-jado!

    ah, se vc gosta de livros em q tem parte narrada por animal - sem, contudo, eles serem gente- recomendo as séries da Michelle Paver: Irmão Lobo e Os Forasteiros (os nomes dos primeiros livros). Gatos guerreiros tbm é sensacional (mas não é dela)!!

    bjbj

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura desse livro, mas está na lista. Sei que vou me emocionar muito, pois histórias com animais, sempre me sensibilizam. Mas, tenho uma boa expectativa, pois sempre encontro lindos comentários sobre a obra.
    Sua resenha, está perfeita. E as fotos, ficaram muito bonitas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Nhóim parece ser um livro muito fofo e ao mesmo tempo cheio de lições!
    Toda vez que olho esse livro eu lembro de O pequeno príncipe hahah (que eu amo)
    Não sabia que o protagonista tinha que abandonar a raposinha :( tenho certeza que me emocionaria demais com essa história, pois não gosto nem de pensar em abandonar meu cachorro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Li ele esse ano no #booktour que vocês organizaram e foi um mar de lágrimas do início ao fim. Peter é um menino com quem me identifiquei desde o primeiro momento, e Pax é um serzinho tão lindo que o amor de Peter por ele é totalmente compreensível. Eu tive uma filhinha de patas da qual quase morri quando me fui separada dela (tentaram a roubar) e eu sofri horrores. Fui atrás igual ao Peter fez e gente esse livro me representou em vida totalmente. A autora soube usar e abusar desse amor humano/bicho que me deixou sem folego. Desejo mil que ela faça uma continuação, pois ainda sinto que merecemos nos leitores um novo momento entre eles dois u.u

    ResponderExcluir

 
© 2015 - Todos os direitos reservados 🐶 🐶 🐶 - Layout por Leh Pimenta