Menu

O VENDEDOR DE SONHOS | CRÍTICA DE ESTREIA

08 dezembro 2016


 Distribuidor: WARNER BROS |  Data de lançamento: 8 de dezembro | Direção: Jayme Monjardim de 2016 | Elenco: Dan Stulbach, César Troncoso, Thiago Mendonça mais | Gênero Drama

As vezes na nossa vida é necessário que façamos uma pausa, coloquemos bastante ar nos pulmões e paremos para observar ao nosso entorno. E o que é mais útil numa pausa do que a vírgula? A vírgula em nossas vidas nos permite fazer a pausa necessária para olhar pra trás e começar novamente. E é sobre isso que o filme “O Vendedor de sonhos” fala. 

Adaptação do best-seller escrito por Augusto Cury e publicado pela .  Conhecemos Júlio César, um psicólogo decepcionado com a vida em geral que, no vigésimo primeiro andar do prédio em que trabalha , ao tentar o suicídio é impedido por intermédio de um mendigo, o "Mestre". Os dois iniciam uma amizade peculiar onde o “Mestre” com uma eloquência incomum para um morador de rua, começa a chamar e reunir seguidores para vender sonhos, e ao libertar as pessoas do cárcere da rotina acaba por arrumar inimigos. 


Logo no inicio nos deparamos com uma cena que se acontecer no dia-a-dia faz com que todo mundo pare para observar, criar teorias, enfim faz com que paremos para refletir o sentido da vida.
Com uma sensibilidade, finesse e uma mensagem profunda o filme encanta e faz refletir qualquer pessoa que o assista. 

Em alguns momentos a história parece ser parada, os acontecimentos acontecem bem lentamente, mas tudo contribui para a criação de um significado enorme, e algumas pontas do filme ficam um pouco soltas , mas não posso falar quais são para não dar spoiler.

O filme tem uma fotografia e edição de imagem interessantes onde mostra elementos do dia a dia de uma grande cidade pólo ao mesmo tempo em que foca nas expressões de personagens e pessoas comuns que circulam nesta cidade. 


Eu chorei com o filme admito e a lição mais importante que tirei foi de que devemos nos dedicar as pessoas importantes de nossa vida e que a virgula é algo muito importante, pois ela pode ser uma pausa ou não, pode ser a solução de algo, ela muda uma opinião, condena ou salva, ela muda toda a sua vida. Mas isso sou eu, afinal são muitas as lições que podemos aprender com esse filme e vê-lo me inspirou a querer mudar minha vida enquanto ainda tenho tempo. 

Espero que o filme te motive e encante também. E espero que você me conte o que achou do filme.

Titulo: O Vendedor de Sonhos. O Chamado 
Autor: Augusto Cury
Editora: Planeta
Páginas: 320 

O romance mais vendido de Augusto Cury, que deu origem ao filme de Jayme Monjardim, com Dan Stulbach e César Troncoso nos papéis principais. Edição revista pelo autor, com passagens inéditas presentes na adaptação para o cinema. Um homem maltrapilho e desconhecido tenta impedir que um intelectual se suicide. Um desafio que nem a polícia nem um famoso psiquiatra tinham sido capazes de resolver. Depois de abalá-lo e resgatá-lo, esse homem, de quem ninguém sabe a origem, o nome ou a história, sai proclamando aos quatro ventos que as sociedades modernas se converteram em um hospício global. Com uma eloquência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos em uma sociedade que deixou de sonhar. Nada tão belo e tão estranho.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Muita vontade de ver esse filme, pena que não deu pra ir ainda! A história parece muito bonita, ainda não li nada do Augusto Cury, se eu for ler, começarei por esse livro!

    ResponderExcluir
  2. Me bateu uma super vontade de ver o filme depois do que li aqui.
    Parece ser uma história muito emocionante e com uma lição imensa né?
    Podemos aprender muitas coisas lendo, assistindo essas obras, acho isso bacana demais.
    Não li nenhuma obra do Cury, mas confesso que tenho interesse em algumas.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. aline!
    Na verdade sou bem fã dos livros do Augusto Cury, entretanto, ainda não fui assistir o filme e espero em breve poder apreciá-lo, afinal boas lições para nossas vidas e fatos que nos fazem refletir, são sempre edificantes, como os próprios livros dele.
    “Desejo a você e a sua família um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!”
    (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi Alice, tudo bem?
    Não li o livro ainda, na verdade ainda não li nada do Augusto, mas estou com dois livros aqui e quero ler o quanto antes;
    Não sabia sobre o filme, mas me interessei bastante, gosto de ver filmes que quando termina você fica pensando na vida, e em como pode mudar dali para frente.
    Gostei muito de você falar sobre virgulas, realmente elas podem mudar muitas coisas.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  5. Adorei o filme, me deu até vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  6. Também até o presente momento nunca li nada desse autor, e deve ser por isso que ainda não sabia do filme, que parece ser inclusive muito lindo. Não só pela carga emocional que a trama traz, mas e a forma como e retratada de maneira real, e ainda mais quem vem trazer uma grande lição. Com certeza irei assistir.

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Tenho alguns livros do autor e admiro muito sua escrita e suas mensagens.
    Quero assistir a esse filme, mas não será no cinema.
    Imagino que tenha bons ensinamentos e uma linda mensagem.
    Obrigada pela dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Não conheço os livros do Augusto Cury mas sei que o que ele escreve, sempre deixa uma mensagem para refletirmos profundamente. Tive a oportunidade de assistir a esse filme mas, não foi possível ir infelizmente, porém, ainda quero ver em uma nova chance. Sobre a resenha, realmente a vírgula se faz presente em nossas vidas, o que não sabemos é o quão importante ela é e não prestamos atenção como deveria. Temos que valorizar os momentos que vivemos sejam bons ou ruins e saber reconhecer o que acontece ao nosso redor.

    ResponderExcluir
  9. Olá...
    Nunca li nada do Augusto Cury... Mas sei que seus livros sempre deixam reflexões e lições para levarmos para a vida toda... Quero muito assistir a esse filme, que além de emocionante, deixam lições importantes pra nós... Espero poder assistir em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  10. Já ouvi falar muito desse livro, mas nunca tive muito interesse pra ler. Acho que seria legal assistir a esse filme por isso, pra conhecer melhor. E se for tão emocionante quanto parece ser acho que iria querer ler o tal livro depois. Parece deixar muitas mensagens bonitas e fazer a gente pensar em coisas da nossa vida, as ações que tomamos e tudo isso. Além de fazer chorar. Se me dizem que um filme faz chorar já sinto um atração ainda maior porque logo imagino todo o impacto que a história pode causar no emocional da gente. Gostaria de assistir, parece muito bom.

    ResponderExcluir
  11. Quero ler o livro para depois assistir o filme mas sei que vai me tocar de várias formas só pelo nome, amo o Dan e vai ser lindo rever ele☺☺

    ResponderExcluir

 
© 2015 - Todos os direitos reservados 🐶 🐶 🐶 - Layout por Leh Pimenta