Menu

{Blogagem Coletiva) Você o que é Revenge Porn ou vingança pornô ????

18 março 2016



A Editora Arqueiro convidou seus blogueiros para falar sobre seu próximo lançamento o livro Profundo e Intenso de Robin York, que aborda um tema muito atual "Revenge Porn" - vingança pornô ou pornografia não consensual.

Você já deve ter visto algum caso na internet sobre o assunto? Podemos citar dos mais famosos casos brasileiros o da atriz Carolina Dieckmann que teve em maio de 2011, copiadas de seu computador pessoal, 36 (trinta e seis) fotos em situação íntima, que acabaram divulgadas na Internet e viu sua vida virar um inferno.

Casos assim tem sido cada dia mais frequentes e muitos causados por conhecidos da vitima, varias mulheres tiveram suas fotos nuas divulgadas por ex- namorados inconformados com o termino do relacionamento e com isso tiveram sua privacidade (como de seus familiares) destruída.

No livro a personagem Caroline além de sofrer as consequências de tamanha exposição não viu seu algoz tendo que prestar contas a justiça, o que revolta e da a sensação de abandono por parte das autoridades dos EUA.

No Brasil devido ao caso da Carolina Dieckmann foi sancionada em 3 de dezembro de 2012 a Lei Brasileira 12.737/2012 - que tem o mesmo nome da atriz - milita contra esse tipo de crime (tipificando os chamados delitos ou crimes informáticos) e permite as vitimas a questionar e cobrar legalmente do criminoso sua atitude desrespeitosa. E não se engane achando que só mulheres passam por isso, atores também tiveram suas fotos nuas divulgadas, porém devido ao machismo a tratativa sobre esses casos é outra. ,

Enquanto os homens levam o titulo de garanhão as mulheres são (em muitas situações) tratadas como culpadas e ouvem frases como: "ela pediu por isso, se mandou foto assim e por que estava querendo aparecer", com essa postura das autoridades a vitima começa a ser perseguida recebem propostas indecorosas e chegam a sofrer agressões.

O tema é extremamente interessante, afinal somos todos passiveis de tal agressão, mas o que vale é a reflexão e o conhecimento de que isso é crime e que tem leis feitas para proteção.

A Lei vem merecendo críticas de juristas, peritos, especialistas e profissionais de segurança da informação, pois seus dispositivos são amplos, confusos e podem gerar dupla interpretação, ou mesmo interpretação subjetiva, o que pode ser utilizado para enquadramento criminal de condutas triviais ou mesmo para a defesa e respaldo de infratores cibernéticos, o que tornaria a lei injusta e ineficaz. Para outra corrente, ainda, as penas são pouco inibidoras, sendo muitas situações enquadráveis nos procedimentos dos Juizados Especiais, o que poderia contribuir para a não eficiência no combate ao crime cibernético no Brasil."

Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar com os amigos e assim você ajuda 
o blog crescer!♡! 

comentário(s) pelo facebook:

27 comentários:

  1. Esse tipo de caso me dá uma repulsa, um nojo das pessoas que fazem isso...sabe, de jogar na rede fotos comprometedoras de outras pessoas só por vingança ou coisa assim. Fiquei sem saber se leio esse porque não curto nadinha esse tema, é aquele negócio polêmico e que acho de mal gosto...sei lá se ler um livro assim vai me agradar. Vou esperar umas resenhas deles pra ver se vale a pena, porque é mais do que isso, tem uma história maior ali. E de qualquer modo é um tema que faz refletir, então deve haver muito mais que agrade na história.

    ResponderExcluir
  2. Esse tema anda bem em alta, justamento pelos acontecimentos infelizes de fotos que vazam. Sou totalmente a favor da liberdade de fotografar-se da forma que quiser e do direito de manter as imagens na intimidade. Divulgar fotografias íntimas sem a permissão é crime. Não existe argumentos válidos contra isso. Fiquei curiosa pra ler os livros! :)

    http://desapegomental.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Le!
    E pensar que nos Estados Unidos esse tipo de atitude não é legalizado como um crime é algo revoltante, pelo menos o caso da Carolina Dieckmann serviu para algo positivo, as vítimas desse crime possuem pelo menos essa lei ao seu favor, diferente de algumas pessoas que moram nos Estados Unidos e da Caroline personagem principal de Profundo e Intenso, que aliás, estou ansiosa para ler.
    Espero que essa lei seja aprovada em breve em todo os Estados Unidos.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Bem isso,eu fico extremamente triste com a "bomba" que cai sobre a mulher quando acontece isso,tipo muita das vezes ninguém nem está preocupado quem soltou o vídeo/foto,quem anda compartilhando nem nada,mas sim só em saber quem é fulana e a julga da mais baixa estirpe apenas pelo conteúdo que viu,e só por isso deduz que a mulher é de má índole... Sociedade em grande parte machista,até disse isso em outro post,que na grande maioria das vezes a mulher vítima é hostilizada e muito até por outras mulheres também.
    E no fim,bem como você disse,o homem leva o título de garanhão...

    Mulheres,vamos ficar alertas! Hoje,graças a Deus até nos nossos amados livros de romance tratam disso,e que sirva como aviso e para nos fazer refletir sobre isso e se acontecer com alguém próximo,não vir com pedras e paus,por que todos estão sujeitos á serem vítimas.

    Aguardo opinião sobre os livros. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu achei interessante o tema desse livro, mas não é muito o tipo de história que eu leria, fica muito na zona cinza do certo e errado para o meu gosto (na verdade eu acho muito errado). sem falar que ainda pode acontecer dessa "vingança" ser de alguém que vc nunca nem viu na vida, mas acho interessante tocar no assunto pq isso acontece e a tendência é acontecer ainda mais

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu achei muito bom esses livros abordarem o tema. É preciso que as pessoas se conscientizem e passem a tratar as vítimas como tal e os criminosos como criminosos, e não ao contrário.

    ResponderExcluir
  7. Revenge Porn realmente é um tema bem atual, e o caso da Carolina Dieckmann realmente é o primeiro que me vem a cabeça. Ainda não li nenhum livro que trate o assunto. Mas estou com bastante vontade de ler esse livro, mas vou esperar alguma resenha dele pra comprar o livro =)

    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  8. Não conheço alguém que já tenha sido vítima de pornô vingança, mas já vi muitos casos nos jornais que não acabaram bem de forma alguma. Cada um é livre pra fazer o que quiser como seu corpo e ninguém tem o direito de expôr a intimidade do outro.

    ResponderExcluir
  9. Já vi casos acontecendo na minha escola, e foi chocante! É bem interessante ver essa mobilização acontecer!

    Vitória, www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  10. Ótimo post, é ótimo quando um livro traz um debate sobre algo que precisa de atenção, de uma legislação eficiente. Gostei muito desta abordagem do blog, você está de parabéns.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Não me canso das postagens dessa blogagem coletiva, a arqueiro arrasou nessa. Adorei o texto, muito informativo.
    Nem preciso dizer que estou morrendo de ansiedade para ler o livro, né?

    ResponderExcluir
  12. Desde que vi esses lançamentos, fiquei muito curiosa quanto a trama.
    Esse é um tema muito importante. Principalmente pra nós mulheres, que somos o maior número de vítimas.
    Infelizmente as pessoas acham que podem publicar qualquer coisa na internet e ficarão impunes.
    Fico feliz que tenha essa lei. E espero que esse APP seja muito últil.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Achei a temático do livro importante, estou muito curiosa para saber como será a abordagem.

    ResponderExcluir
  14. A Editora Arqueiro está fazendo um ótimo trabalho no marketing deste livro. Pegar um tema tão polemico e atual e mesclar com os lançamentos. Fantástico!
    Estou nessa também!
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  15. Oiii, tudo bem?
    Eu estou bem ansiosa e encantada em relação a este livro, realmente espero ter a oportunidade de realizar a leitura, é um tema que muitas das vezes é evitado para realizações de debate, no qual acho que seria válido.
    Beijão

    ResponderExcluir
  16. Confesso que quando vi os livros nos lançamentos do mês não tinha lido a sinopse e pensei que era só mais um livro de romance!
    Chocada, nunca pensei que fosse abordar um tema tão delicado. Pretendo ler o livro e entender um pouco a história.

    ResponderExcluir
  17. Você tem toda razão, as mulheres são sempre as culpabilizadas. Quando na verdade elas são as vítimas. É preciso ter leis mais duras, que punam realmente os culpados de crimes tão covardes.

    Quero muito ler esses livros. A Arqueiro mandou muito bem nessa blogagem coletiva.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. A divulgação desse livro tem sido uma das melhores divulgações que eu tenho visto, eu realmente quero a escritora vai tratar de um tema tão delicado e tão importante.

    ResponderExcluir
  19. Olá, essas obras estão tendo uma ótima repercussão na blogosfera, 4 em cada 5 blogs estão divulgando. Confesso que não sou fã do gênero, mas o tema abordado parece ser interessante.

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  20. Acho ótimo que as pessoas abordem esse assunto com tanta severidade éalgo que realmente precisa ser mais discutido na blogosfera.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  21. ei Letícia,
    estou louca para ler essa duologia, e saber que abordar um tema tão atual e polêmico, quanto a vingança porno, só me faz ficar ainda mais ansiosa
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá, achei bem bacana a escolha do tema pela autora e espero que ela o tenha trabalhado bem e que com seus livros consiga conscientizar seus leitores *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  23. Oi Leh, mesmo o livro sendo romântico o tema central dele é bem forte, essa "vingança porno" que ela disse acontece diariamente, as pessoas que divulgam imagens dessa sem consentimento devem sim pagar pelo que fizeram eu achei a campanha super legal e eu to doida pra ler esse livro bjs.

    ResponderExcluir
  24. Tema super em evidência atualmente, infelizmente parece que virou moda fazer isso, estou doida pra ler essa duologia, só as sinopses já me deixou bastante interessada em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  25. Ei, tudo bem?
    Adorei o tema do livro, porque é algo que está bem vívido na nossa atualidade. Adorei as informações que colocou no post, assim podemos ver o quanto esse crime é sério. Espero que com o livro, consigamos conscientizar mais pessoas e que acabe diminuindo os casos.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  26. Nossa, nunca havia parado para pensar que isso deve trazer sérias consequências a vítima,como deve ser triste e humilhante, ter sua vida íntima divulgada para qualquer pessoa ver, interessante o tema do livro, ja tinha visto pela editora esse lançamento, mas sinceramente nem li a resenha, por que não gostei da capa, tenho que parar com essa mania, vou com certeza da uma segunda conferida e vou ler com certeza, espero gostar e disfrutar dessa leitura.

    ResponderExcluir
  27. Muito bacana essa postagem e também o livro, estou ansiosa para lê-los, pois achei muito interessante a autora trazes este assunto à tona.
    Me lembro que alguns anos atrás nos EUA uma garota de uns 17 anos se matou por conta de suas fotos íntimas terem sido divulgadas, e ela foi superhostilizada pelo "amigos", familiares e colegas de classe. Gente, cada uma faz o que quer da vida, é horrível esse crime, expõe demais e a vítima sai como vilã, horrível. Espero que o livro conscientize muitas pessoas que fizeram e passaram por isso.
    bjss

    ResponderExcluir

 
© 2015 - Todos os direitos reservados 🐶 🐶 🐶 - Layout por Leh Pimenta