Menu

{ #RESENHA } Zé do Caixão - Maldito, A Biografia

23 fevereiro 2016


Zé do Caixão - Maldito A Biografia  |  André Barcinski  |  Ano: 2015  |  Páginas: 666  |  Editora: DarkSide® Books

É engraçado como criamos preconceito com pessoas, livros e filme e etc's antes mesmo de conhecer realmente as historias deles e baseando somente no que escutamos por alto ou na primeira impressão, não é mesmo?


Já fiz isso algumas vezes em relação à livros biográficos: alguém vinha me convidar para ler e na hora destacava a leitura, por não ser um gênero que goste, independente de quem fosse, até que o convite veio da DarkSide, da qual amo os livros publicados e não tive como dizer "não". E foi assim que eu tive meu primeiro contato com um dos maiores artista, cineastas de filmes de terror do Brasil: Jose Mojica Martins, conhecido por seu personagem Zé do Caixão.


O livro narra toda a jornada de Jose  desde seu nascimento em uma sexta feira 13 de 1936, mostrando tudo que ele passou para tornar seu maior sonho  realidade: dar aos filmes de terror nacional seu reconhecimento. E podem preparar porque tudo é cheio de detalhes de fatos sobre sua vida, o que instiga a leitura do início ao fim do livro.


Jose Mojica é netos de imigrantes europeus e cresceu na parte de cima de um cinema onde seu pai trabalhava. Por isso aos poucos foi se apaixonado por aquele mundo magico dos filmes: desde de cedo teve certeza que queria trabalhar com isso e fez de tudo para que seus filmes saíssem do papel, até mesmo dando um papel a qualquer pessoa que estivesse disposta a pagar um valor por ações dos seus filmes. Porém nem sempre Jose achou compradores e isso fez com que tivesse várias vezes vender bens das família ou seus filmes prontos por muito menos do que eles valiam para pagar as dívidas. Mas isso nunca o desanimou e mesmo com todos os percalços do caminho Jose continuou fazendo o seu melhor e ganhou grande destaque dentro e fora do pais.


De todo livro lido se tira uma lição que pode ser levado para a vida e da historia de Jose Mojica não foi diferente: eu tirei que a persistência e trabalho duro sempre levam a criação de coisas únicas e fantásticas, e que os sonhos são motivadores maravilhoso para alcançar os objetivos. E isso foi o que mais me fascinou na Biografia do Zé do caixão. O fato dos jornalistas André Barcinski e Ivan Finotti focarem menos no mito criado pelo Jose e mostrar um lado da história dele que poucas pessoas ou quase ninguém conhecia de uma forma humana e muito bem pesquisada, sem mostrar só qualidades e sim uma pessoa a busca de realizar seus sonhos.


Maldito, A Biografia foi uma surpresa que me fez ter menos preconceitos com biografias e conhecer a vida de uma pessoa que só tinha visto por alto na televisão, sem dar muito crédito, já que eu achava ele bem esquisito e me fez entender o porquê a DarkSide fez tanta questão de re-publicar e acrescentar mais de 200 páginas a mais ao livro dando ele uma nova cara que conectasse o leitor ainda mais a história.

Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar com os amigos e assim você ajuda 
o blog crescer!♡! 

comentário(s) pelo facebook:

16 comentários:

  1. Nossa flor,eu tenho muito medo dele kkkkk Mas nossa,imagino o por que do preconceito literário,eu tenho um monte (confesso!),ainda sou mente fechada para alguns assuntos que nÃo leio de jeito nenhum...

    Eu nunca li uma biografia,só esses dias que ganhei a biografia da Andressa Urach mas estou um pouco sem tempo para ler.

    Apesar de ser bem terror mesmo,eu achei super legal a capa desse livro,as fotos que têm nele,e pelo que você descreveu ao fim, a editora fez um belo trabalho nesse relançamento.

    Bom saber que retrataram o verdeiro eu do Zé do Caixão,pois estamos tão acostumados com o personagem que esquecemos que existe um ser humano ali,e essa biografia deve retratar isso mesmo,que não importa que a pessoa for,sempre passa por lutas como qualquer ser humano.

    Fico também pensando o que fez ele ser tão da escuridão assim,fiquei curiosa agora...que peninha que não rolou nenhum spoiler kkkk

    Enfim,gosto muito do jeito que você faz resenhas,anexando fotos da capa,páginas e outros detalhes do livro. Fico pÉ da vida quando alguém resenha um livro e só posta a foto da capa e no fim fala que têm um desenho muito lindo na folha..um detalhe na contra-capa...e tudo mais...dá uma raiva kkkk a gente quer ver também oxee kk

    Bjosss

    ResponderExcluir
  2. Não gosto de biografias, a não ser que sejam adaptadas para filmes/seriados e tocando no assunto preconceito que vc citou lá no comecinho da resenha, culpada! Foi exatamente o que pensei quando li o título da resenha. Quero ver a série com Matheus Nachtergaele no papel de Zé do Caixão.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lê!
    Biografias também não é um gênero que eu goste, nem mesmo sobre a vida dos meus autores preferidos tenho o costume de pesquisar, sou fã das obras não da pessoa em si, portanto, dificilmente eu leria Zé do Caixão - Maldito, A Biografia.
    Mas a DarkSide tá de parabéns, essa edição tá muito linda!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Eu não tenho um preconceito com bibliografias, na verdade é uma leitura que não me chama a atenção, e sei que por isto eu perca grandes obras, como essa que você nos apresentou. Eu, como você, não conhecia a história do Zé do Caixão, apenas o via como uma personalidade estranha, que apenas que chamar a atenção, porém depois de sua resenha eu mudei totalmente de opinião, e também vi que o diretor Tim Burton que estava no Brasil foi conhecê-lo, então ele realmente não é o que pensei, não é o rótulo que coloquei nele. A diagramação do livro parece estar linda, a Dark novamente fez um trabalho incrível. Gostei muito da resenha e da dica.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Oiii
    Eu não gosto de ler biografias e não e por preconceito e so que não me chama a atenção,mas a capa do livro ficou linda.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    hehehe, eu sempre tive pavor dele, kkkk
    Mas lendo a sua resenha, comecei a ver com outros olhos!
    E vc tem razão, às vezes (muitas vezes) rsrsrs...nos deixamos levar pelo o que vimos e ouvimos sem saber ao certo!
    Se eu tiver a oportunidade vou ler sim!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  7. Também não sou do tipo que lê biografias, e geralmente as evito. Nossa, amo os livros e a editora DarkSide. O livro parece ser muito bom e gosto muito de livros que passem alguma lição aos leitores.

    ResponderExcluir
  8. Quem não conhece não é? Confesso que não é um livro que leria facilmente, não me interessa muito pegar. Mas acho que iria gostar de ler pra conhecer melhor o trabalho dele e quem foi. A gente vê pouca coisa dele, ao menos eu vi pouca coisa dele e sempre tem um aspecto "zoado" no que já conferi. Ou certo preconceito e coisas assim. Acho legal essa leitura pra quem gostaria de conhecer a fundo quem foi "Zé do Caixão" e sair da ideia que tem dele, entender melhor.

    ResponderExcluir
  9. Zé do Caixão uma figura carismática, enigmática, gostava muito de ver as aparições dele na TV, infelizmente não sei o motivo pelo qual ainda não assisti nenhum filme ou ter lido algum livro sobre ele. Essa biografia deve ser de fato bem legal, gostei da sua escrita. Parabéns.

    ResponderExcluir
  10. Legal o livro. Ler biografias é bom pois nos deixa mais próximos da pessoa em questão. Quando eu era criança assistia com a minha mãe ao programa que ele apresentava onde passava filmes de terror e lembro de gostar bastante. A leitura sobre a vida desse ícone brasileiros certamente foi prazerosa para você e eu amaria poder ler.

    O livro está lindo e - como sempre - a DarkSide arrasou.

    ResponderExcluir
  11. Não gosto de ler biografia, mas já tinha ouvido falar desse livro, porém não faz meu gênero literário, gostei muito da resenha, mais não me.interessei.

    ResponderExcluir
  12. Oi Leh, eu não gosto de ler biografia, eu nunca ouvir fala desse livro, e eu morro de medo desse Zé do Caixão hahaha bjs.

    ResponderExcluir
  13. Eu nao curto biografia, nem o cara, mas admito que a diagramação esta linda!

    ResponderExcluir
  14. Mana, eu sou como você, se uma pessoa me apresentar uma biografia pra ler eu saio correndo antes de ver a capa kkk Mas pelo visto acho que essa leitura tirou um pouquinho desse preconceito em você e isso é muito bom, mas mesmo voce curtindo o livro eu vou dispensar essa leitura.

    ResponderExcluir
  15. Eu também sempre dizia que não gostava de biografia, até que eu li uma biografia que gostei bastante. Ainda não é um dos meus gêneros preferidos, mas agora não tenho mais esse preconceito, e até leio de vez em quando. Mas esse é um que eu não me interesso nem um pouco, nunca me interessei pela história do zé do caixão, e não acho que vou gostar do livro, mas acho ele muito lindo <3

    Bjss

    ResponderExcluir
  16. Oiiee,
    Eu já ouvi falar muito do Zé do caixão, mas nunca me interessei por ele, não vi o filme e nem pretendo ler essa biografia, pois não faz muito o meu estilo.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

 
© 2015 - Todos os direitos reservados 🐶 🐶 🐶 - Layout por Leh Pimenta